-->

6 de julho de 2014

Eterno "Carrasco", ex-atacante Assis morre no Paraná, aos 61 anos


O ex-jogador Assis faleceu na madrugada deste domingo, em Curitiba. Ele foi vítima de uma insuficiência renal e morreu às 5h30. Aos 61 anos, Assis deixa mulher e dois filhos.

O ex-jogador iniciou sua carreira em 1972, no Francana, do interior paulista. Seu primeiro clube de destaque foi o São Paulo, onde jogou entre 1980 e 1981. Depois de boas passagens por Internacional e Atlético-PR, o atacante chegou ao Fluminense, clube no qual fez mais sucesso e chegou a atuar pela seleção brasileira em dois amistosos em 1984, contra Inglaterra e Uruguai.

Assis formou, ao lado de Washington, o Casal 20, dupla de ataque de muito sucesso na história no Tricolor, entre 1983 e 1987. Washington faleceu no último dia 25 de maio. Ele sofria de esclerose lateral, uma doença degenerativa. Pelo Flu, Assis conquistou o tricampeonato carioca (83, 84 e 85) e o Campeonato Brasileiro de 1984. O clube declarou luto.

Peter Siemsen, presidente do Fluminense, lamentou a morte do "Carrasco", apelido que recebeu por seus gols nos Fla-Flus decisivos dos Cariocas de 83 e 84.

- É uma perda muito grande. Assis foi um dos maiores ídolos da história do Fluminense. Marcou uma geração. Um ídolo que tinha uma forte ligação com o clube desde sempre. Hoje é dia de reverenciá-lo por tudo que fez por nós tricolores - disse Peter.


Mário Bittencourt, vice-presidente de Futebol do Tricolor também se manifestou sobre a morte do ídolo.

- Uma dor imensa. Se foi a outra metade da melhor, mais charmosa e mais famosa dupla do futebol brasileiro. O que mais posso dizer? Assis, obrigado por ter me feito muito feliz.

Assis ainda teve mais duas passagens pelo Atlético-PR, Paysandu e Paraná Clube.

O velório do ex-jogador acontece neste domingo, às 15h, na capela 2 da Unilutus, na rua Desembargador Benvindo Valente, 348, bairro de São Francisco, em Curitiba. O enterro será nesta segunda-feira, às 17h, no cemitério Água Verde.

Fonte: Globoesporte.com