-->

21 de setembro de 2018

Russas CE


OCUPAÇÃO
AUXILIAR DE COZINHA
AUXILIAR DE ENCANADOR HIDRÁULICO
BOMBEIRO HIDRÁULICO
COZINHEIRO INDUSTRIAL
GERENTE COMERCIAL
MOTORISTA DE CAMINHÃO
OPERADOR DE MOTONIVELADORA
PEDREIRO
SOLDADOR
VENDEDOR PORTA A PORTA
VENDEDOR PORTA A PORTA

Sine IDT;  AV; CORONEL ARAUJO LIMA Nº 1458

Blog; Erivando Lima


Grupo armado ameaça e atira em diretor de rádio em Jaguaruana


O radiodifusor acredita que o motivo para o ataque são as constantes matérias publicadas por ele contra políticos da região

Após ser ameaçado, o diretor da Associação Cearense de Emissoras de Rádio e Televisão (Acert), Sandoval Braga Júnio, foi baleado, em Jaguaruana, nesta sexta-feira (21). 

Quatro homens chegaram à rádio onde Sandoval trabalhava, renderam o diretor e avisaram que era um assalto. Neste momento, Sandoval sofreu um ferimento na perna. Ele está com quadro de saúde estável. As ameaças feitas pelos suspeitos foram para ele "se calar e não falar besteira na rádio". Apesar de terem anunciado o assalto, Sandoval disse que eles não levaram nada. 

O radiodifusor acredita que o motivo para o ataque são as constantes matérias publicadas por ele contra políticos da região. Ele classificou o episódio como um atentado à liberdade de imprensa. 

Em nota, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) informou que está investigando o caso de lesão corporal a bala, em Jaguaruana. Confira nota completa: 

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) informa que a Delegacia Municipal de Jaguaruana investiga um caso de lesão corporal a bala, ocorrido na tarde desta sexta-feira (21), no bairro Centro, em Jaguaruana, Área Integrada de Segurança 18 (AIS 18). 

A vítima, do sexo masculino, estava em seu ambiente de trabalho, quando foi surpreendida por um grupo armado, que chegou em um carro. Os criminosos efetuaram disparos e atingiram o homem, que foi socorrido para uma unidade hospitalar.

Neste momento, as Policiais Civil e Militar diligenciam pela região para localizar e prender os autores do crime. Um inquérito foi instaurado para apuração do fato.

Blog; Erivando Lima / Diario do Nordeste


Confronto deixa um morto em Icó

foto
A vítima do confronto era apontada como autor de um homicídio, ocorrido no último sábado (15)

Um jovem identificado como Marcos Costa dos Santos, 19 anos, o ‘Boca de Macaco’, suspeito de homicídio e de tráfico de drogas, na cidade de Icó, foi morto por volta das 20h de quarta-feira (19), durante um confronto com uma patrulha do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio). Os PMs receberam uma denúncia de que o suspeito estava em uma casa, na Rua F, no bairro Sol Nascente, e teria sido recebida a bala, quando foi averiguar o fato.

Marcos dos Santos correu em direção a um matagal e efetuou disparos contra os policiais, que revidaram. A vítima foi alvejada e tombou, em posse de um revólver calibre 38. O suspeito chegou a ser socorrido pelos policiais em uma viatura, para o Hospital Regional de Icó, onde morreu horas depois.

O tenente Hoodson Ferreira de Albuquerque, comandante do BPRaio no Município, contou que a vítima era apontada como autor de um homicídio ocorrido no último sábado, que teve como vitimou Carlos Eugênio Jerônimo de Lima, 57 anos.

Um casal foi preso na casa onde estava Marcos Santos. Lucas Soares de Sousa e Iracema Souza da Costa tinham cinco munições intactas, calibre 38; um celular; uma pequena quantidade de maconha; e uma moto roubada, no último fim de semana, no Município de Cedro.

Red; DN


QUIXADÁ PRISÃO POR DETERIORAR COISA ALHEIA

Ontem dia 20/09/2018, por volta das 23 h 40 min, um Senhor informou que um indivíduo deso culpado, estava quebrando a porta de sua residencia. A CP 9311 compareceu ao local e prendeu o acusado que foi conduzido para a DRPC, onde foi autuado no Art. 163.

ARACATI PRISÃO POR ROUBO DE VEICULO (MOTONETA)


ARACATI PRISÃO POR ROUBO DE VEICULO (MOTONETA)

Ontem dia 20/09/2018 (Quinta-feira), por volta das 16 h 45 min, através de ligação para o 190, a Senhora: PRISCILA  DA SILVA,  natural do Rio Grande do Norte, moradora do bairro Várzea da Matriz – Aracati/CE; informou que estava passando na Rua Coronel Alexanzito, quando um elemento o abordou e tomou usando de força sua motoneta de placa: POT-2836, modelo: Honda Biz 110l de cor Branca. De imediato foi passado a informação para as viaturas do ocorrido e que após varias buscas a composição da R11, fez deslocamento para um desvio que fica localizado às margens da CE 040, próximo ao Posto Rodoviário Estadual, que ao chegar encontraram o acusado: VINICIUS DA SILVA LIMA, natural de Fortaleza/CE, morador da Avenida dos Jangadeiros, bairro: Mucuripe – Fortaleza/CE; No desvio ainda de posse do transporte, que a composição conseguiu abordá-lo e ao verificar o veiculo, foi constatado que se tratava do bem da Senhora Priscila. Foi dado voz de prisão e conduzido para Delegacia de Aracati para os procedimentos cabíveis. O qual vai responder no Artigo 157 do CP.

LIMOEIRO DO NORTE ACIDENTE DE TRANSITO (MORTE APÓS INTERNAMENTO)


LIMOEIRO DO NORTE ACIDENTE DE TRANSITO (MORTE APÓS INTERNAMENTO)

O fato ocorreu no dia 19/09/2018 (quarta-feira), por volta das 07 h, na localidade de Genipapero, zona rural de Limoeiro do Norte-CE; tendo em vista ter acontecido um acidente envolvendo duas motos, em que o segundo envolvido na colisão se tratava do Sr. MANOEL MONTEIRO DE SOUSA, 76 ANOS,  natural de Quixeré-CE, residente na Vila Nova, distrito de Lagoinha em Quixeré-CE; que pilotava a moto Honda POP, de placa OIM-6552, e que havia sido transferido para o IJF em estado grave, pois, o mesmo veio a falecer hoje, dia 20/09/2018 em Fortaleza/CE, conforme informações repassadas por familiares.


QUIXERÉ ACHADO DE CADAVER


QUIXERÉ ACHADO DE CADÁVER

Ontem dia 20/09/2018, por volta das 07 h 30 nin, através de ligação de emergência foi informado que Havia sido encontrado em óbito, em sua residência a pessoa de Luiz Gonzaga Honorato 52 anos,  agricultor, residente na vila nova II, de imediato a Viatura 1224 composta pelos PMs:  se deslocaram ao local constatando a veracidade do fato, foi acionado o rabecão e a delegacia de plantão, a policia militar isolou o local, compareceu ao local  o delegado Wilson Cãmelo e sua equipe de policiais civis, o perito não compareceu. No local foi averiguado a não existência de cápsulas de arma de fogo ou arma Branca. Luiz Gonzaga Honorato fazia aproximadamente uns 2 a 3 dias que ninguém o via , e seu primo o senhor Messias Honorato Araujo e sua ex esposa Dona Francimar foram os primeiros a chegarem a local.

Ministério da Saúde identifica 185 casos de fake news e reforça campanhas


Ministério da Saúde identifica 185 focos de fake news e reforça campanhas

As vacinas foram os principais alvos de informações falsas entre todas as publicações monitoradas pela equipe da pasta

Seis meses após iniciar um monitoramento específico de boatos e informações falsas nas redes sociais, o Ministério da Saúde já identificou 185 focos de fake news na internet, ou seja, temas de saúde que têm sido alvos de diversas publicações com dados incorretos ou evidências científicas inexistentes. Preocupado com o impacto dessas mentiras para a saúde pública, o órgão anunciou nesta quarta-feira (19) novas ações no combate aos boatos.

A primeira é uma campanha cuja veiculação começa nesta quinta-feira (20) nas páginas do ministério no Facebook e no Twitter, com vídeos e peças gráficas mostrando os riscos de acreditar em informações repassadas pela internet. A campanha tem como alvo os pais que estão deixando de vacinar os filhos por causa de boatos repassados na rede sobre supostos riscos dos imunizantes.

Segundo Gabriela Rocha, coordenadora de redes sociais do ministério, as vacinas foram os principais alvos de fake news entre todas as publicações monitoradas pela equipe da pasta. Cerca de 90% dos focos de mentiras identificados pelo órgão tinham como alvo a vacinação. Tem destaque nesse grupo boatos sobre os supostos riscos da vacina contra o HPV, que protege contra o vírus que causa o câncer de colo de útero.

"Combater as fake news é uma questão de saúde pública. Sabemos que entre os fatores que influenciaram a queda na cobertura vacinal no País estão essas informações erradas disseminadas pela internet", disse.

Reconhecido internacionalmente, o programa de imunização brasileiro viu doenças como sarampo e poliomielite voltarem a ameaçar o País neste ano após os índices de cobertura vacinal caírem em 2017. O quadro motivou uma campanha iniciada em agosto e finalizada na última sexta-feira.

Fazem parte ainda da lista das fake news mais difundidas: supostos alimentos "milagrosos" contra doenças, falsa cura para o diabete e formas bizarras de transmissão de HIV, como o consumo de bananas contaminadas, o que é inverídico.

A equipe do ministério monitora 7 mil publicações diariamente em busca de fake news. Além do acompanhamento iniciado em março, o ministério criou, há um mês, um canal de WhatsApp que recebe consultas de cidadãos que buscam saber se determinada notícia divulgada é verdadeira ou falsa.

A informação é verificada e devolvida ao usuário com um dos dois seguintes selos: se for falsa, ganha o aviso: "Ministério da Saúde adverte: isto é fake news! Não divulgue". Se a informação estiver correta, o selo traz a seguinte mensagem: "Ministério da Saúde adverte: esta notícia é verdadeira. Compartilhe!"

Em apenas um mês de existência, o WhatsApp do ministério, que funciona como um fact-checking, já recebeu 1.597 consultas, das quais 310 traziam publicações identificadas como fake news. Além de textos com erros e links de notícias falsas, estão entre as mensagens fraudulentas áudios enviados por alguém se passando por médico ou enfermeiro e divulgando informações sem embasamento.

As consultas ao WhatsApp Saúde Sem Fake News podem ser feitas por meio do número (61) 9-9289-4640. Todos os boatos desmentidos podem ser acessados no site saude.gov.br/fakenews.

Segundo Gabriela, o próximo passo da força-tarefa contra as mentiras será criar uma lista de distribuição no WhatsApp para difundir de forma massiva as checagens feitas para todos que se inscreverem no canal e não apenas para quem enviou a consulta. A lista será criada após as eleições, pois a lei eleitoral impede que órgãos públicos divulguem informação espontaneamente no período de campanha.

Alerta mundial

Os danos das notícias falsas para a saúde pública não preocupam apenas as autoridades brasileiras. Nos EUA, o Centro de Controle de Doenças investe em publicações nas redes sociais e numa rede de alertas de saúde voltados para médicos. A cada novo evento em saúde relevante, como um surto, os profissionais de saúde recebem um comunicado curto por e-mail alertando sobre o fato e, quando possível, com orientações do que fazer. "O importante é agir constantemente, trabalhando com parceiros: desde os médicos até líderes comunitários ou religiosos que tenham credibilidade nos seus determinados grupos e possam disseminar a informação correta", disse Amy Rowland, líder de mídia e relações públicas do Centro de Saúde Global do CDC.

Para Luiza Silva, professora da Faculdade de Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), as autoridades sanitárias no mundo estão começando a ficar mais alertas para os riscos das fake news para a saúde pública e a enxergar que não basta combatê-las apenas com notas nos sites oficiais ou comunicados técnicos. "É um passo excelente que os órgãos despertem para esse caráter de epidemia que as fake news têm. Assim como as doenças, essas informações erradas viralizam, contagiam e precisam ser combatidas com rapidez." 

Red; Diario do Nordeste