-->

14 de abril de 2017

Detalhes da delação encaminhada à Justiça do Ceará sobre fraude na Arena Castelão



Depoimento do ex-diretor da Odebrecht, Benedicto da Silva Júnior, também foi encaminhado à Procuradoria da República do Estado e compromete integrantes do então governo Cid Gomes
   
Últimas Notícias

Detalhes da delação encaminhada à Justiça do Ceará sobre fraude na Arena Castelão
Cine Nordeste tem último final de semana de apresentações em Fortaleza

Palco Giratório abre programação com espetáculo circense "Os Mequetrefe"

Balança comercial cearense tem saldo negativo de US$ 59,4 milhões em março

Pente-fino do INSS já gerou economia de R$ 30 milhões somente no Ceará

Festa dos Caretas preserva tradição em Senador Pompeu durante a Semana Santa

O portal Ceará News 7 disponibiliza na íntegra o processo penal de delação premiada do ex-diretor de Infraestrutura e um dos chefes do “departamento de propina” da Odebrecht, Benedicto da Silva Júnior, que implica diretamente envolvidos no Ceará.

Em seu depoimento, relatou que foi procurado por executivos da Carioca Engenharia para que a Odebrecht “apresentasse proposta na licitação dirigida à obra de reforma da Arena Castelão”. O documento cita que “a solicitação tinha por objetivo facilitar a vitória da Carioca Engenharia”.

Segundo o trecho da delação que consta na petição 6.856, a Odebrecht concordou com a combinação, mas a “Carioca Engenharia acabou, ao final, não se sagrando vencedora” da licitação. Segundo o governo, os custos da reforma do Castelão foram de R$ 518,6 milhões.

De acordo com a decisão do ministro Edson Fachin, o depoimento de Benedicto Barbosa da Silva Júnior, através da petição 6856, será encaminhado à Seção Judiciária no Ceará e cópia do material à Procuradoria da República do Estado, visto que não existe menção a crimes praticados por autoridades detentoras de foro por prerrogativa de função.

Blog Erivando Lima