-->

23 de março de 2014

Eunício no Facebook mostrando mais uma vez que é candidato


Obras importantes abandonadas em Russas


Depois de inaugurar a policlínica e a UPA em Russas ainda restam algumas obras importantes que já estão concluídas ou quase prontas para serem entregue a população de Russas. Só lembrando foram conquistadas na administração do ex-prefeito Raimundo Cordeiro. Vejam nas fotos abaixo algumas delas:



Academia da Saúde em completo abandono ao lado da Caiçara 


















SEDUC capacita responsáveis por bibliotecas da rede municipal em Juazeiro




A Secretaria de Educação de Juazeiro do Norte promoveu na manhã da última sexta-feira, dia 21, uma espécie de capacitação junto aos professores das bibliotecas pertencentes à rede municipal de ensino. O encontro aconteceu na Faculdade de Juazeiro do Norte e reuniu cerca de 130 professores, sendo considerado bastante proveitoso pelo nível de participação.
A coordenadora pedagógica da SEDUC, Arlete Silva, informou que o objetivo é repassar aos profissionais a proposta pedagógica e o plano de ação dos trabalhos que serão desenvolvidos. A palavra de ordem é a contemplação da leitura e da escrita no decorrer de todo o ano letivo nas bibliotecas municipais. O estímulo à pesquisa será outro importante componente a ser posto em prática pela Secretaria de Educação. Créditos ao blog Roberto Moreira.


Lula está resolvendo eleição no Ceará


Tudo arquitetado pelo ex-presidente Lula para não atrapalhar a vitória de Dilma Rousseff com mais de 2 milhões de votos de maioria no Ceará.
Se Eunício e Tasso se juntarem, Dilma pode perder mais de um milhão de votos dessa maioria, ter Tasso como adversário no Senado.
Na estratégia de Lula que circulou hoje, em Brasília, Cid vai mesmo para o Banco Mundial, indicado por Dilma Rousseff na vaga a ser preenchida pelo Brasil.
Ciro Gomes, vai disputar a eleição para o Senado e deixa dia quatro de abril a secretaria de Saúde. Crédito ao blog Roberto Moreira.

Candidatura de Ciro ao Senado desagrada ao PT do Ceará


A volta de Ciro Gomes a Brasília na semana passada movimentou a política nacional e cearense. O irmão do governador Cid Gomes foi convidado para integrar a coordenação geral da campanha de reeleição da presidenta Dilma Roussef. O convite já foi aceito.
Além disso, ganhou força após a passagem da presidente Dilma pelo Ceará a candidatura de Ciro ao Senado. Cid discutiu o lançamento do nome de Ciro com Dilma. O Governador está consciente que se lançar Ciro para senador desagrada ao Partido dos Trabalhadores(PT) do Ceará, que já definiu a candidatura do deputado federal José Guimarães na vaga hoje ocupada por Inácio Arruda.
A confirmação da candidatura de Ciro, que depende da desimcompatibilização de Cid do Governo, no próximo dia 5 de abril, também provocará outro efeito na corrida eleitoral pelo Senado cearense: fica de fora o ex-senador Tasso Jereissati, que desiste de concorrer.
*Com informações do jornalista Mino Pedrosa (Jornal de Brasília) Créditos Ceará News.

Eunício pode ser o candidato ao governo


Eunício, caso se confirme a informação do acordo entre Dilma e Cid, pode sair candidato ao governo. Caso Eunício seja eleito, o PT, sem precisar disputar a eleição, ganha vaga no Senado. O ex-secretário de Governo de Luizianne Lins, Waldemir Catanho é primeiro suplente de Eunício e assumiria o Senado.

A notícia vazou porque o ex-presidente Lula conversou com lideranças políticas de Brasília sobre a conversa entre Dilma, Cid e Eunício até então não revelada por eles. Será que foi por isso que Dilma chamou Cid de senador? Vamos aguardar os desdobramentos e se Lula está falando a verdade ou especulando. Créditos ao blog do Roberto Moreira do DN.


Comando nacional do PT trabalha com opção de Cid deixar o governo e disputar o Senado


Dilma, Cid e Eunício conversaram sobre a sucessão estadual no Ceará abordo do helicóptero Puma presidencial. Dilma veio ao Ceará com a missão de acertar o acordo e exercer o papel de conciliadora.
No trajeto percorrido no helicóptero ficou acertado que Cid deixa o governo. Ele tem a opção de decidir se vai para o Senado ou manda o irmão Ciro Gomes. Créditos ao blog do Roberto Moreira do DN.

Pe. Dourado morre aos 83 anos



Morreu na madrugada deste domingo, aos 83 anos, Joaquim Colaço Dourado, mais conhecido como Pe. Dourado. Ele já estava internado há mais de 70 dias devido a complicações renais.
Pároco da Igreja Nossa Senhora de Lourdes, no bairro Dunas, Pe. Dourado já tinha 50 anos de ordenação. Uma característica própria em suas celebrações era o estímulo à participação dos fiéis.
Criada em 23 de abril de 2000, Nossa Senhora de Lourdes é uma das paróquias mais novas da Igreja Católica no Ceará.
O velório do padre acontece na Paróquia Nossa Senhora de Lourdes. Às 15h30, o arcebispo de Fortaleza celebrará a missa de corpo presente. O sepultamento será no cemitério Parque da Paz. Créditos ao blog do Roberto Moreira do DN.

Joaquim Barbosa descarta candidatura nas eleições de 2014


O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa descartou que será candidato nas eleições de 2014. “Por enquanto, não”, disse o ministro, acrescentando que deve ficar no Supremo até novembro deste ano.
“Recebo inúmeras manifestações de carinho, pedidos de cidadãos comuns para que me lance nessa briga, mas não me emocionei com essa ideia”, relatou Joaquim Barbosa.
O ministro, no entanto, admitiu que pode lançar candidatura no futuro. “Eu disse recentemente em uma entrevista que não descartava a hipótese de me lançar na vida política, mas não para essas eleições de 2014”. Créditos ao blog do Roberto Moreira do DN.

Cid admite deixar o cargo para Ciro concorrer ao Senado‏


A 13 dias para o prazo de desimcompatibilização definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE),  o governador Cid Gomes admite deixar o cargo para que o irmão, Ciro Gomes, possa concorrer ao Senado.
A provável candidatura de Ciro foi discutida e quase definida na semana passada, durante a visita da presidenta Dilma Roussef ao Ceará.
No mesmo dia, durante reunião em Brasília com o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e a cúpula nacional do Pros, o assunto entrou em pauta.
Durante a reunião, Ciro foi convidado para integrar a coordenação geral da campanha a reeleição da presidenta Dilma Roussef.
Se o governador Cid Gomes, efetivamente deixar o cargo no dia 5 de abril, o vice-governador Domingos Filho assumirá pelos próximos nove meses.
A dúvida que paira no ar: Cid apoiará a canddiatura de Domingos à reeleição ou o nome do presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Albuquerque. Ou alguma chance para a surpresa: o lançamento da candidatura do senador Eunício Oliveira?
Cid Gomes não disputará nenhum cargo. Ele não pretende disputar uma vaga na Câmara Federal. Créditos ao blog Ceará News.

Chevet desgovernado vai de encontro a um poste


Hoje domingo 23/03/2004 por volta das 10h00min na estrada que liga a Zona Urbana de Russas a comunidade de Pedro Ribeiro próximo ao bairro Alto Velame uma Chevet de cor vermelha de placas HUP 8389 Caucaia-CE que era guiado por Cristiano Pereira da Silva d e27 anos residente do bairro Catumbela, no carro também estava Daniel Do Santo Silva 16 anos residente do bairro Tabuleiro do Catavento, a terceira pessoa foi identificada apenas como Dedé, pois não portava nenhum documento. Os três foram socorridos pelo SAMU e levado para a Unidade de Pronto atendimento (UPA) onde estão sendo medicados. A equipe do demutran e a policia Militar estiveram no local.


Chevet com placa de Caucaia colidiu com um poste na estrada de Pedro Ribeiro






Governador passa inquietação a aliados




Pela minha decisão pessoal ficaria até o fim do mandato". Esta frase é do governador Cid Gomes, sexta-feira à tarde, em entrevista concedida a um repórter do jornal Valor Econômico, a ser publicada na próxima terça-feira, surpreendeu a quem a ouviu, dentre outras razões, pelo fato de ele não tratar desse tema, ultimamente, diante de testemunhas, também por deixar mais clara a visão daqueles atentos a seus passos nesses últimos dias. 

Recluso, reflexivo e também preocupado com a saúde, até a semana passada, Cid avalia todos os caminhos a percorrer ficando ou saindo do Governo. E hoje, a duas semanas do prazo limite para sua decisão, a disposição é de sair, até o dia 5 de abril, para, além de permitir que Ciro Gomes seja elegível e possa disputar a vaga de senador da República, fragilizar mais ainda a sua oposição ao deixá-la sem poder formular estratégias contra a chapa governista que ele pretende montá-la somente nos últimos instantes determinado pela legislação.   
Comando do partido
Pessoalmente, Cid reafirma não ter disposição de postular qualquer cargo eletivo em outubro próximo. Além da elegibilidade de Ciro, sua renúncia ao mandato de governador, o deixaria mais à vontade para trabalhar a candidatura do seu preferido na disputa sucessória.
Mas o atual vice, Domingos Filho, que o substituiria na vacância do cargo não passaria a ser, naturalmente, o candidato a governador? Não necessariamente. O comando do PROS, que é do Cid, é quem decidirá. E Domingos, como liderado, e pelos compromissos já assumidos de aceitação da escolha do candidato, comandaria a eleição e encerraria a primeira etapa de sua vida política como governador, nos últimos nove meses da atual gestão, estão certos disso alguns dos mais próximos ao Palácio da Abolição.

 Mas, se Ciro falou mal da Câmara dos Deputados, onde lá esteve e pouco produziu, como se pensar em um novo mandato parlamentar? A resposta dos defensores da saída de Cid é a de que o Senado é diferente. São apenas 81 brasileiros representando os 26 estados e o Distrito Federal. O senador tem espaço para trabalhar, e lá, Ciro, cujo projeto nacional ainda o alimenta, poderia exercitar sua veia parlamentar, tanto como aliado ou quanto oposição. Na Câmara dos Deputados, são 531 parlamentares, sem espaço até para os muito poucos interessados em bem exercer o cargo.
Na preocupação de deixar em condições de elegibilidade o irmão primogênito, também está embutida a perspectiva de futuro político. Sem mandato - o de deputado estadual que Ivo venha a conquistar, é pequeno para o tamanho do espaço por eles conquistado -, os adversários e inimigos que fizeram, ao longo dos últimos anos, terão um campo limpo para o tripúdio. E os amigos ou aliados, que porventura ajudarem a eleger, sobretudo na esfera nacional, não dispensarão a mesma deferência de hoje, pois faltarão, aos irmãos ex-governadores, os meios próprios para a tal colaboração da governança, a representação parlamentar  
Administração
O governador reiterou, seguidas vezes, ter disposição de ficar no Governo para terminar suas obras e depois ir morar no exterior, trabalhando em um banco de fomento com atuação, também, no Brasil. Por não ter interesse em disputar um novo mandato, em 2014, é que ficaria no Governo, mas pode deixar o cargo sem o compromisso de ser candidato, disse um dos seus próximos assessores em recente almoço ofertado por um construtor a representante do Governo Federal, quando da inauguração do último conjunto do Programa Minha Casa, Minha Vida. Cid não estava na ocasião.
O governador tem, realmente, obras a acabar, importantes sim, pois se trata de escolas e equipamentos de saúde, nada além, senão em quantidade, das demais idênticas já inauguradas ao longo desses pouco mais de três anos do segundo período de Governo. Os grandes projetos, como o Acquario, o metrô, em sua etapa subterrânea ainda por ser iniciada, e o maior dos hospitais regionais, o da Região Metropolitana de Fortaleza, esses, por mais esforço a ser feito até dezembro vindouro, fim de mandato, muito longe ficarão de ser concluídas.  
Então, argumentam alguns de dentro do Poder que, embora seja importante o próprio Cid cuidar dos projetos do seu sonho, mais importante ainda é cuidar do futuro político seu e dos liderados, no Estado e no campo nacional, ainda pelo fato de, com ou sem Dilma Rousseff, 2018 projetar uma nova ordem política para o Brasil, com favoráveis perspectiva para os políticos jovens, experientes e limpos em plena atuação, compartilhando com os demais agentes e a própria sociedade, sempre mais existentes quanto às reações dos nossos representantes políticos.
Edison Silva
Editor de política   Créditos SITE Diário do Nordeste.


Busca por avião desaparecido da Malaysia Airlines entra na 3ª semana





As buscas pelo avião desaparecido daMalaysia Airlines entraram na terceira semana, com um número crescente de aviões e navios se unindo ao patrulhamento no sul do Oceano Índico.
O voo MH-370 desapareceu no dia 8 de março com 239 pessoas a bordo (a maioria chineses), no trajeto entre Kuala Lumpur, naMalásia, e Pequim, na China.

A operação, liderada pela Austrália, faz buscas em uma área de cerca de 2.500 quilômetros ao sudoeste de Perth, com ao menos oito aeronaves, algumas da Marinha americana e da Austrália. Outros dois aviões chineses e dois japoneses também devem se juntar à patrulha.
As buscas foram deslocadas para o Índico após o anúncio de que satélites chineses flagraram objetos flutuando nas águas.   
Um dos detritos flagrados pelos satélites chineses teria 22,5 metros por 13 metros. A informação inicial é de que os objetos avistados nas fotos teriam sido achados a 120 quilômetros dos possíveis destroços avistados na última quinta-feira no sul do Oceano Índico por autoridades australianas a partir de outras imagens de satélite.

No entanto os trabalhos de busca realizados na sexta-feira na área, que fica a 2,3 mil quilômetros da costa australiana, não tiveram sucesso, aumentando a tensão entre os familiares dos passageiros desaparecidos.  
Na sexta-feira (21), o vice-primeiro-ministro da Austrália, Warren Truss, disse que os objetos vistos em imagens de satélite em uma área remota no sul do Oceano Índico, o que levou a uma caçada internacional em busca do avião desaparecido da Malaysia Airlines, já podem ter afundado.

"Algo que estava flutuando no mar há tanto tempo pode não estar mais", disse Truss a repórteres em Perth, na Austrália. "Podem ter ido para o fundo."

Segundo a emissora americana CNN, o primeiro avião enviado ao local na sexta-feira para tentar localizar os possíveis destroços não encontrou nada na área monitorada.
Um dos objetos flagrados pelos satélites australianos teria 24 metros.   Créditos Site G1.


Nomeação do novo diretor do Dnit no Ceará é publicada


Segundo a publicação desta sexta-feira (21) do Diário Oficial da União, Diógenes José Tavares é o novo titular do Departamento Nacional de Infraestrutura em Transporte (Dnit) no Ceará. De acordo com a imprensa local, ele é ligado à deputada federal Gorete Pereira (PR).
Diógenes substituirá José Luís Vianna no cargo, que, antes da oficialização da troca, teve o apoio de diversos parlamentares cearenses para ser mantido na chefia do órgão. Gorete Pereira teria negado qualquer influência no processo, indicando o ministro dos Transportes, César Borges (PR), como responsável pela mudança.
Alvo de investigações
A Justiça Federal no Ceará continua apurando as denúncias de irregularidades no Dnit no Estado, apresentadas pela Polícia Federal por meio da Operação Mão Dupla, que identificou o desvio de R$ 28 milhões por meio de serviços pagos do órgão e mal ou não realizados.Site Ceará news.