-->

13 de setembro de 2014

Motoristas e cobradores de empresa que opera no Conjunto Ceará estão paralisados

Motoristas e cobradores da empresa Siará Grande estão de braços cruzados durante todo o dia deste sábado, 13, em protesto pela morte do cobrador João Batista Queiroz Silva, 21, atingido por tiros na noite da última sexta-feira, 12, durante o expediente.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro), Domingo Neto, os funcionários que estavam no terminal do Conjunto Ceará foram para o velório na residência da vítima.

Uma assembleia, realizada na manhã deste sábado, decidiu que os trabalhadores da empresa continuarão paralisados em protesto. De acordo com o presidente, às 17h seria realizada uma nova assembleia com a diretoria do sindicato para decidir novos rumos da mobilização, mas não ocorreu. Pela manhã deste domingo, 14, a diretoria do sindicato vai estar no terminal com os motoristas e cobradores.
Crime
A vítima trabalhava em uma das cabines de entrada do terminal de ônibus. Segundo o tenente-coronel Nascimento, da Polícia Militar, responsável pelo patrulhamento da área, está descartada a hipótese de assalto já que o funcionário havia registrado boletim de ocorrência em razão das ameças que recebia no bairro Antônio Bezerra.
Fonte: O  Povo