-->

17 de março de 2014

Operação policial prende 50 pessoas por tráfico de drogas no Ceará

A Polícia Civil do Ceará, através da Delegacia de Narcóticos (Denarc), deflagrou a operação Famae 40 para desarticular quatro grupos criminosos envolvidos notráfico de drogas no Estado. A invetigação policial durou oito meses e resultou na prisão de 50 pessoas e apreensão de mais de 98 kg de drogas, armas e quantia de R$ 34 mil.

Segundo o delegado-geral da Polícia Civil, Andrade Júnior, 18 mandados eram para pessoas que já estavam no sistema prisional e 16 ainda faltam ser cumpridos. "Os 16 mandados serão cumpridos no decorrer da investigação. Temos 50 pessoas presos e, ao final desta operação, deverão ser 66 pessoas presas. Todos os mandados foram expedidos, corroborados pelo Ministério Público e pela 1ª Vara de Tóxicos"", disse o delegado.

Uma das pessoas presas era apontada como um dos chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC) e acusado de tráfico de drogas. Roberto Cavalcante Araújo, o Escorpião, foi preso na última sexta-feira, quando a operação foi deflagrada. No entanto, o delegado Andrade Júnior negou que Roberto era líder do PCC.

"Em todos os estados da federação nós temos braços do PCC. O escorpião faz parte desse frupo, mas não é um dos líderes. O PCC não mantém líderes nos estados, todas as liderenças estão no estado de São Paulo", explicou.

Ele havia recebido da Justiça a progressão do regime fechado para o semiaberto e era monitorado por tornozeleira eletrônica. O acusado foi preso em casa e, em seguida, escoltado pelo Grupo de Custódia até a Denarc.  Créditos ao blog Miséria.