-->

14 de junho de 2016

Bebê que foi mordido pelo padrasto pode ter pênis amputado, diz polícia


O menino de um ano e quatro meses que foi internado após ser mordido, agredido e estuprado pelo padrasto corre o risco de ter o pênis amputado, informou a Polícia Civil do Amazonas, nesta terça-feira. A criança está hospitalizada no Pronto-Socorro da Criança João Lúcio, na Zona Leste de Manaus, desde o último domingo.

De acordo com informações da Secretaria de Saúde do Estado do Amazonas, segundo o último boletim médico divulgado, o estado de saúde do bebê é estável. O laudo pericial apontou que a vítima sofreu laceração peniana, lesões corporais, edemas corporais e fissura na parte anal. O menino ainda não tem previsão de alta. Ele segue recebendo a visita de familiares, embora esteja sob cuidados do Estado.

Um novo boletim médico sobre o estado de saúde do menino deve ser divulgado ainda nesta quarta-feira.

Parentes suspeitos

Segundo a Polícia Civil, o padrasto da vítima, um adolescente de 17 anos, confessou ser o autor das lesões e do estupro contra o menino; a mãe da criança, de 22 anos, também é suspeita do crime, mas nega participação nas agressões.

A delegada que acompanha o caso, Juliana Tuma, da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), informou que foram médicos da unidade de saúde que denunciaram o caso, no último domingo, por volta do meio-dia.

Ao chegar no local, a criança estava acompanhada da mãe. Na ocasião, a mulher contou que não sabia o que tinha acontecido com o filho, pois estava dormindo quando o pequeno se feriu. Ela alegou que os hematomas eram em decorrência de um acidente sofrido pelo menino há alguns dias. A mulher acabou presa em flagrante.

O padrasto da vítima, posteriormente, confessou o ato contra a criança ao receber policiais em sua casa. Ele contou que estava sob efeito de drogas quando atacou o menino.

A mãe e o padrasto foram indiciados por tortura e estupro de vulnerável. A mulher também vai responder criminalmente por omissão.

O adolescente está apreendido na Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai). A mulher será levada à cadeia feminina.

Extra.globo.com

Agentes apreendem 359 celulares durante vistorias em presídios no Ceará

A vistoria foi realizada durante a segunda-feira (13) ( Foto: Divulgação/Sejus )

Um total de 230 aparelhos celulares foram apreendidos após vistoria na Casa de Privação de Liberdade Professor José Jucá Neto (CPPL III), na última segunda-feira (13). 

De acordo com a Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), a ação foi realizada pelos agentes penitenciários plantonistas junto com o Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), que prestou apoio e vem trabalhando na segurança externa da unidade prisional.

Também segundo a Sejus, na última semana foram apreendidos 129 celulares na CPPL IV. Para essa ação, os agentes penitenciários tiveram o apoio da Força Integrada Penitenciária de Intervenção.

Rebeliões

Nos dias 21 e 22 de maio uma sequência de rebeliões foram registradas no Sistema Penitenciário do Ceará. Cerca de 18 mortes foram confirmadas em presídios do Estado e homens da Força Nacional de Segurança (FNS), enviados pelo Ministério da Justiça (MJ), foram chamados para ocupar as unidades carcerárias.

As rebeliões tiveram início com a proibição da entrada de visitas aos presos durante a greve dos agentes penitenciários. 

Diário do Nordeste

Homem se "enterra" na areia para se esconder da polícia

Marquinhos' foi encaminhado para o 2° Distrito Policial ( Foto: Divulgação Vc Repórter )

Um homem foi encontrado por policiais militares caído na areia em uma barraca de praia próximo à Praça dos Estressados, na Avenida Beira-Mar suspeito de ter praticado um assalto. Ele foi preso e encaminhado ao 2° DP (Aldeota). O caso aconteceu no último sábado (11), mas chamou atenção por fotos divulgadas em redes sociais e enviadas à ferramenta Vc Repórter nesta segunda-feira (13). Segundo uma mensagem, junto com as imagens, o homem teria se inspirado no vilão 'Homem de Areia' do filme 'Homem Aranha 2' para se esconder da Polícia.

No entanto,  de acordo com a Secretaria de Segurança e Defesa Social (SSPDS), na ocorrência não há informações sobre o preso ter se comparado ao vilão do filme. Francisco Marcos da Silva, 29, o ‘Marquinhos’, tentou assaltar um homem em uma barraca de praia e o ameaçou com um 'gargalo' de uma garrafa.

‘Marquinhos’ pediu o celular da vítima, mas ela não possuía celular e no momento carregava apenas R$ 4 reais.  As pessoas que estavam próximas observaram a cena e agrediram ‘Marquinhos’, que apresentava sinais de embriaguez. Policiias militares que faziam o patrulhamento na região foram acionados e prenderam Francisco Marcos, que estava sujo de areia. O dinheiro foi devolvido para a vítima. 

Conforme a SSPDS , ‘Marquinhos’ foi autuado por roubo e já havia sido preso por outros crimes. Ele possui antecedentes criminais por lesão corporal, ameaça, dano ao patrimônio, furto e tentativa de roubo. 

Diário do Nordeste

Conselho de Ética aprova parecer que pede a cassação de Eduardo Cunha


No processo mais longo de sua história -oito meses após a apresentação da denúncia-, o Conselho de Ética da Câmara aprovou nesta terça-feira (14) por 11 votos a 9 parecer favorável à cassação do mandato de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), já afastado de suas funções desde o dia 5 de maio.

Após muito bate-boca, o colegiado corroborou o relatório do deputado Marcos Rogério (DEM-RO), para quem não faltam provas de que Cunha quebrou o decoro parlamentar ao omitir a existência de contas no exterior que, segundo a Procuradoria-Geral da República, foram abastecidas em parte com dinheiro do petrolão. "Estamos diante do maior escândalo que esse colegiado já julgou", disse Marcos Rogério.

Cunha só perderá o mandato, porém, caso o plenário da Câmara confirme o parecer do Conselho com o voto de pelo menos 257 dos seus 512 colegas. A votação é aberta e ainda não tem data para ser realizada.

O voto decisivo foi dado pela deputada Tia Eron (PRB-BA), que sofreu intensa pressão nos últimos dias, faltou à sessão de votação na semana passada e era considerada pelos aliados de Cunha como apoio certo para salvar o mandato do peemedebista.

Em uma fala inflamada nesta terça, ela atacou colegas que criticaram seu sumiço e seu silêncio, afirmando não ter sido "abduzida" e que estava se resguardando. E disse que estava ali para resolver "o problema que os homens não conseguiram resolver". "Não mandam nessa nêga aqui!". As indicações da deputada de que poderia votar contra Cunha levaram o Conselho a desistir de adiar a votação mais uma vez. Em seu voto, ela disse que não poderia absolver Cunha.

Wladimir Costa (SD-PA), um dos mais ardorosos defensores de Cunha, mudou o voto e apoiou a cassação após a decisão de Tia Eron.

Em seu discurso final, o relator afirmou não ter dúvidas da culpa de Cunha.

"Estamos diante do maior escândalo que esse colegiado já julgou, trata-se de uma trama para mascarar uma sucessão de crimes. (...) O que há aqui, com todo respeito, é uma verdadeira 'laranjada'", disse Marcos Rogério, em referência à suposta tentativa de Cunha de ocultar seus bens no exterior.

Segundo o relator, provas não faltam nesse processo. "Para determinar se Eduardo Cunha é ou não titular da conta [da Suíça], basta fazer como ensina o caso Watergate [que levou à renúncia de Richard Nixon]: seguir o dinheiro, o caminho do dinheiro é revelador, mostra quem é o dono, quem tem as senhas, quem movimenta a conta, a quem o banco deve mandar correspondências e a quem deve prestar contas. Ora, não é adequado premiar a esperteza em detrimento da verdade".

A representação contra Cunha foi apresentada na Câmara pelo PSOL e pela Rede em 13 de outubro de 2015.

Apesar de Cunha ser hoje réu, denunciado e alvo de inquéritos e de pedidos de inquérito sob a acusação de integrar o petrolão, as investigações do Conselho acabaram se concentrando quase que exclusivamente na afirmação de que ele mentiu aos seus pares em depoimento espontâneo à CPI da Petrobras. Na ocasião, março de 2015, ele negou ter "qualquer tipo" de contas no exterior.

O advogado de defesa de Cunha, Marcelo Nobre, também fez uma fala inflamada afirmando que Cunha não mentiu à CPI já que não teria conta, apenas ligação com trusts [administradoras de bens ou direitos de terceiros]. "Não existem provas, o que está acontecendo aqui é linchamento. (...) Cadê o nome da conta do meu cliente, o nome do banco e o nome dele? Cadê a conta? Não existe", afirmou, exibindo um papel com a inscrição "cadê a conta?".

Afastamento de Cunha da Cãmara 

A limitação da investigação se deu principalmente pela ação de aliados e do próprio Cunha, que até o início do mês passado presidiu a Câmara com grande ascendência sobre seus pares.

As manobras acabaram levando o Supremo Tribunal Federal a decidir, por unanimidade, afastá-lo de suas funções sob o argumento de que sua permanência à frente de uma das casas do Legislativo era deletéria para as investigações da Lava-Jato e do Conselho de Ética.

Entre as manobras que levaram o atual processo a ser o mais longo da história estão a destituição do relator inicial do caso e a anulação da primeira votação preliminar em decisões tomadas pelo presidente interino da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), também apoiador de Cunha. Maranhão também foi o responsável por proibir o Conselho de ampliar o rol de acusações contra o peemedebista.

Na sessão desta terça, a maioria dos discursos foi favorável à cassação do peemedebista. "Se o resultado que sair daqui não for a aprovação desse relatório, quero dizer que esse Conselho de Ética deve se extinguir, que esse Conselho não terá legitimidade ou autoridade para cassar nenhum outro deputado. Nenhum caso teve tantas evidências, tantas provas. Esse Conselho, se não aprovar a cassação, deixa de ter qualquer autoridade moral para punir quem quer que seja", disse o deputado Betinho Gomes (PSDB-PE).

Entre os defensores de Cunha estavam os deputados Sérgio Moraes (PTB-RS), que há alguns anos se notabilizou ao dizer se lixar para a opinião pública ao defender outro colega que estava sob risco de cassação, e Carlos Marun (PMDB-MS). "Aqui não existem provas que nos levem à pena capital, à pena de morte a um deputado que com muita competência conduziu essa Casa", disse Marun.

Próximos passos

A decisão desta terça não representa o fim da linha para Cunha. Sua defesa irá recorrer à Comissão de Constituição e Justiça, a principal da Casa, para tentar anular a votação. O argumento é o de que o Conselho praticou variados atentados processuais durante a tramitação do caso.

Além disso, seus aliados tentarão aprovar no plenário da Câmara uma punição mais branda, como a suspensão do mandato por três meses.

Para isso, aliados contam com a alteração das regras para cassação dos mandatos. Por iniciativa de Maranhão, a CCJ deve votar nos próximos dias parecer que, entre outras coisas, permitirá a presentação de emendas ao relatório aprovado pelo Conselho de Ética durante a votação no plenário.

Aliados ainda tentam convencer Cunha a renunciar à presidência da Câmara como forma de dar aos deputados argumento para votar a favor de uma punição mais branda.

Veja como votaram os membros do Conselho:

Sim
Paulo Azi (DEM-BA)
Tia Eron (PRB-BA)
Wladimir Costa (SD-PA) 
Valmir Prascidelli (PT-SP)
Zé Geraldo (PT-BA) 
Betinho Gomes (PSDB-PE) 
Júlio Delgado (PSB-MG)
Nelson Marchezan Junior (PSDB-RS)
Sandro Alex (PPS-PR)
Leo de Brito (PT-AC)
Marcos Rogério (DEM-RO)

Não
Alberto Filho (PMDB-MA)
André Fufuca (PP-MA) 
Mauro Lopes (PMDB-MG) 
Nelson Meurer (PP-PR) 
Sérgio Moraes (PTB-RS)
Washington Reis (PMDB/RJ)
João Bacelar (PR-BA)
Laerte Bessa (PR-DF) 
Wellington Roberto (PR-PB)

Prisão por lesão corporal e violência domestica em Beberibe


Nesta segunda-feira, dia 13, por volta das 07h30m a PM foi acionada via 190 informando que na Rua Pedro de Queiroz Ferreira, Sítio Lucas, o jovem João Paulo Freires de Lima, de 27 anos, estaria quebrando os objetos da casa de sua mãe. Que no local os policiais foram informados pela própria genitora que o acusado teria lhe agredido fisicamente, bem como o seu companheiro de 32 anos. Afirmou ainda que o acusado também teria feito ameaças do tipo “Se a polícia for chamada e ele fosse preso, quando saísse da delegacia iria matar seu companheiro”. Que o acusado se evadiu do local, porém foi localizado pela composição PM na Praia do Morro Branco, sendo conduzido juntamente com as vítimas a DPC local e por apresentar sinais de agressões, a senhora foi conduzida ao hospital local para fazer exame de corpo delito conforme solicitação da delegada local. Que contra o acusado foi realizado o flagrante no Art 147 e 129 do CPB. 

Com Informações do 1ºBPM

Homem é lesionado a golpes de faca em Aracati


Nesta segunda-feira, dia 13, por volta das 09h00min, na Rua Francisco Eliziário s/n, Canoa Quebrada, foi vítima de lesão corporal a faca um senhor de 46 anos. Ele foi socorrido por populares ao HMED com duas perfurações nas costas. De acordo com informações colhidas no local o acusado seria ECLESIASTE SILVA DO NASCIMENTO, 22 anos. A PM segue em diligências, mas até o presente momento o acusado foi preso. 

Com Informações do 1ºBPM

Policial Militar é ferido em tentativa de assalto no Aracapé


Um policial militar à paisana foi ferido por um tiro, na noite de ontem, durante uma tentativa de assalto, ocorrida na Rua Miguel Aragão, no bairro Aracapé. De acordo com o coronel Francisco Souto, comandante do Policiamento da Capital (CPC), o soldado revidou quando o suspeito anunciou o assalto. O homem que tentou roubar o PM também foi alvejado.

Conforme F. Souto, o militar foi ferido no braço. Ele foi transferido para o Instituto Doutor José Frota (IJF). "Acionamos algumas equipes para intensificar o policiamento na área do Aracapé e fazer algumas saturações, em busca de possíveis comparsas do suspeito, ou mesmo de outras pessoas que estejam praticando crimes na região".

O suspeito foi lesionado no abdome e socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Aracapé. Segundo informações repassadas pela Polícia, o estado de saúde dele era grave.

Diário do Nordeste

Irmãos tem moto roubada na porta de casa no distrito de Flores


Por volta das 23h45min desta segunda-feira (13), na rua Manoel Sabino Mendes, em Flores/Russas-CE, foram vítimas de roubo dois irmãos, estes que estavam chegando em casa na motoneta Honda Biz de cor prata e placa PMF-9766, quando foram surpreendidos por dois indivíduos de moto e armados a revolver, que subtraíram das vítimas 02 celulares e uma carteira porta cédula, bem como a moto dos irmãos, tomando rumo ao Ramal de Flores. 

A Polícia Militar realizou diligências, porém, sem êxito.

Com Informações do 1ºBPM

Dupla é presa após roubar moto na localidade de Boa Vista, em Russas


Um homem de 34 anos foi vítima de roubo no domingo (12), por volta das 18hrs, na localidade de Boa Vista. Ele trafegava em sua moto Honda/CG Titan de cor vermelha, ano 2005/2006, quando foi surpreendido por dois elementos que se aproximaram e anunciaram o assalto.

A polícia passou a diligenciar e conseguiu realizar a prisão dos suspeitos, no qual foram identificados por: HELENITON DE LIMA FREITAS, 38 anos, natural de Limoeiro do Norte; e JOSÉ ERIVAN DE SOUSA HONORATO, 19 anos, natural de Quixeré. Os dois foram conduzidos e apresentados à autoridade policial para que fosse realizado os procedimentos cabíveis. A motocicleta roubada também foi recuperada e devidamente entregue ao real proprietário.

Com Informações do 1ºBPM