-->

12 de março de 2018

Confira a lista de mentiras do prefeito tarado de Uruburetama



Dr. Hilson tenta emplacar uma desculpa para se livrar das acusações de estupro e de prática de sexo nos consultórios da Prefeitura

O prefeito de Uruburetama, Dr. Hilson, desde que o Ceará News 7 divulgou suas aventuras sexuais e acusações de estupro nos consultórios da prefeitura contra ele, tenta emplacar uma desculpa para se safar da enxurrada de protestos.

Primeiro, o ginecologista disse sofrer chantagem do empresário Leonardo Bezerra. Mas esqueceu de combinar com as vítimas, que já vinham timidamente conversando com amigos sobre os assédios de Dr. Hilson.

Segundo, o prefeito insinuou que a oposição teria entrado no seu escritório e colocado câmeras escondidas. Essa tese cai por terra, porque os filmes são gravados no celular do próprio médico, ele até aparece ajeitando o aparelho e apertando o botão para gravar.

Terceiro, Dr. Hilson alega que o sexo era consentido, independente de quem tenha filmado. As vítimas de estupro vieram a público e desmentiram mais essa tentativa de defesa do prefeito.

Quarto, o médico afirmou que todas as estripulias eram feitas no consultório particular que tem ao lado de casa. Imagens mostram que Dr. Hilson usava postos do PSF como motel.

Em tempo

O prefeito de Uruburetama ainda sustenta uma quinta grande mentira: diz que não vai renunciar. Bem, se assim não fizer, vai sofrer cassação querendo ou não.

E tem mais

Dr. Hilson fazia tudo com consentimento da esposa, sua atendente Graça Paiva — que já foi prefeita do Município. Ela ficava do lado de fora do consultório, enquanto o ginecologista praticava os crimes.

Em 1992, para além das safadezas sexuais, o médico já respondia por corrupção, trabalho feito pelo então procurador-geral Aldeir Nogueira.

Red; Ceara News


Soldado da PM é preso após extorquir civil e tentar dividir dinheiro com outro policial


Polícia

Durante uma abordagem no bairro Genibaú, policial militar recebeu R$ 400,00 para liberar o civil

Um soldado da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foi preso na manhã desta segunda-feira (12), em Fortaleza, após extorquir um civil durante uma abordagem no bairro Genibaú. De acordo com as autoridades, o policial recebeu R$ 400,00 para liberar o abordado e tentou dividir o dinheiro com outro agente, mas recebeu voz de prisão após fazer a proposta.

Ainda de acordo com a polícia, o soldado entrou na viatura da PM após a abordagem no bairro Genibaú e mostrou o valor extorquido para seu comandante, com o intuito de dividir a quantia. "Olha aí, o civil perdeu", teria dito o policial militar. No mesmo momento, o outro agente determinou que a viatura se dirigisse ao 17º Batalhão, no bairro Conjunto Ceará, onde o soldado recebeu voz de prisão.

Por meio de nota, a Controladoria Geral de Disciplina (CGD) confirmou o episódio e informou que a Delegacia de Assuntos Internos (DAI) autuou em flagrante o policial militar que recebeu voz de prisão e determinou a instauração do competente procedimento disciplinar, para a devida apuração na seara administrativa. 

A controladoria não divulgou os nomes dos envolvidos porque o caso ainda está em fase de investigação. 

   Red; DN


Russas CE


DEGUSTADOR 
EMPREGADA DOMÉSTICA
TÉCNICO EM MANUT. DE ELETRODOMÉSTICOS
TÉCNICO MECÂNICO EM AR CONDICIONADO

SINE/IDT de Russas  localizado à Av. Cel. Araújo Lima, 1458-A – Centro.   Atendimento - 07:30 às 16:30

Blog Erivando Lima


Cadastramento e registro biométrico serão usados para identificar torcedores em Fortaleza


reuniao governo

Representantes da cúpula da Segurança Pública do Ceará, do Ministério Público, da Defensoria Pública, dos Poderes Legislativo e Judiciário, presidentes dos clubes Fortaleza e Ceará, além do próprio governador Camilo Santana e do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, reuniram-se no Palácio da Abolição, no início da tarde desta segunda-feira (12), para tentar definir ações de combate à violência.

Motivados pela Chacina do Benfica, que foi registrada na noite da última sexta-feira (9), as autoridades decidiram, de forma imediata, montar uma estratégia para cadastrar torcedores e ter o registro biométrico, que já é feito a partir do bilhete único de Fortaleza. Conforme Roberto Cláudio, com uma base de mais de um milhão de cadastros, o processo seria facilitado.

“A gente, com isso, acaba garantindo o segurança para quem está dentro do estádio e também uma segurança indireta para fora do estádio. A gente vai saber se, eventualmente, alguém tem algum mandado em aberto ou que traga risco para a sociedade com interesse em entrar no estádio”, disse o prefeito de Fortaleza.

Foi acertado ainda cooperação para melhorar a mobilidade em torno dos estádios de Fortaleza, a partir do reforço de agentes da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), por exemplo.

Red; DN


Deputado da Romênia estaria 'lavando' dinheiro no Ceará



Considerado parte de uma rota importante do tráfico de drogas internacional, o Ceará também está sendo visto como um ponto para a lavagem de dinheiro. Investimentos romenos, inclusive do líder da Câmara dos Deputados da Romênia e do Partido Social Democrata do País no leste europeu, estão sendo investigados, através de uma cooperação jurídica internacional.

O Diário do Nordeste teve acesso a documentos que comprovam que os estrangeiros, suspeitos de participarem do esquema, injetaram ao menos R$ 4,4 milhões no Estado, com a criação de duas empresas. Também foram adquiridos imóveis de luxo no litoral cearense, principalmente na Praia do Cumbuco, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

"Essa investigação surgiu após informações da compra de imóveis no Cumbuco, por empresários romenos, que estavam sendo investigados no País deles por desvio de recursos. O Ministério Público da Romênia entrou em contato com o Ministério Público Federal (MPF-CE) em julho de 2017. Desde então, estamos realizando diligências de levantamento dessas informações", relatou o procurador da República no Ceará, Carlos Wagner Barbosa Guimarães.

O líder das negociatas seria o presidente da Câmara romena, o deputado Liviu Dragnea. No seu País, ele é investigado por atos de corrupção e já chegou a ser condenado a dois anos de prisão por abuso de poder político, para influenciar campanhas, mas a sentença está suspensa.

Os empresários romenos Mugurel Sorin Gheorgias e Costel Comana também são alvo das apurações do MPF-CE. Ambos aparecem em contratos de empresas registradas na Junta Comercial do Ceará (Jucec).

Desvios

O procurador da República que está responsável pelo caso, no Brasil, revelou que "há uma movimentação de recursos que o Ministério Público da Romênia entende como desvio de recursos". Para lavar esse dinheiro 'sujo' no Ceará, os romenos estariam utilizando cearenses como seus 'laranjas'. Uma das empresas registrada em território cearense, com raiz romena, é a M&J Investimentos Turísticos Ltda., que tem como nome fantasia 'Jangadas Hotel'.

A firma atua nos ramos de hotelaria, restaurantes, bares e locação de veículos.

Registrada em janeiro de 2010 na Junta Comercial, a empresa tem como sócios o romeno Mugurel Gheorgias, com o capital social de R$ 1.584.000; e o cearense Cauby Cursino Campos Júnior, com o capital social de R$ 16.000. Em agosto de 2011, o capital do estrangeiro aumentou R$ 200.000.

A outra empresa é a Robra Construção Ltda., conhecida como 'Robra', que atua com compra, venda e aluguel de imóveis próprios e suas ramificações. A inscrição da empresa foi feita na Junta em fevereiro de 2014. Os sócios da Robra são o romeno Costel Comana e, mais uma vez, Cauby Júnior. O estrangeiro tinha o capital social de R$ 2.700.000, enquanto o brasileiro entrou com R$ 300.000.

Cauby seria o principal 'laranja' do esquema, de acordo com a investigação. Nos dois negócios, ele representa os estrangeiros por meio de uma procuração. Em uma alteração, em setembro de 2016, no registro na Junta, a esposa dele, Aysla Karine da Rocha Santos Campos, também aparece como sócia da Robra. Procurado pela reportagem para esclarecer a sua participação e da mulher no suposto esquema de lavagem de dinheiro, Cauby não atendeu às ligações.

Luxuosa

Conforme reportagem da rede internacional de jornalismo investigativo Organized Crime and Corruption Reporting Project (OCCRP), uma residência luxuosa, localizada na Avenida Leste e com vistas para o mar; e um apartamento no Dream Beach Ocean View Condominium, na Avenida dos Coqueiros, ambos na Praia do Cumbuco, pertencem aos romenos.

O procurador Carlos Wagner afirmou que o MPF-CE já identificou, pelo menos, seis imóveis, todos na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), que pertencem ao grupo investigado. Entretanto, devido ao sigilo das apurações, ele não detalhou os endereços das propriedades.

Segundo o membro do Ministério Público Federal, todos os bens estão sendo levantados e, se for comprovada a lavagem de dinheiro, os suspeitos irão responder à Justiça do Brasil. "Estamos aguardando informações dos órgãos, cartórios, sistemas de banco de dados, quebra do sigilo bancário. Dependendo do resultado, pode ser aberta uma ação penal ou ser arquivado".

Ainda de acordo com a rede OCCRP, Costel Comana começou a viver uma nova vida, no Cumbuco, a partir de 2014, após ter viajado de férias, várias vezes, para a praia cearense. Já Gheorghia teria iniciado a investir no Cumbuco em 2010 e, em um ano, teria transferido dinheiro, pelo menos, seis vezes ao Brasil. Os dois empresários são apontados, pela publicação, como homens de confiança do político Liviu Dragnea.

O suposto esquema criminoso fica ainda mais misterioso com a morte de Costel Comana, em 2015. Ele foi encontrado enforcado por cadarços de sapato, dentro do banheiro de um avião, na Costa Rica, na América Central. A investigação da Polícia apontou para um suicídio.

   Rd; DN


Tite chama Talisca, Willian José e Neto para última lista antes da convocação final


Tite convoca 25 nomes para a convocação (Foto: Pedro Martins/MoWA Press)

Na última lista antes da convocação final para a Copa do Mundo, Tite chamou nesta segunda-feira os 25 jogadores para os amistosos contra Rússia e Alemanha, no fim do mês, com diversas novidades. Sem Neymar e com dois atletas a mais na relação, o treinador vai testar Anderson Talisca e Willian José na linha de frente, enquanto o goleiro Neto também terá uma chance na Seleção. Os 23 nomes que defenderão o Brasil na Rússia serão conhecidos na primeira semana de maio.

Confira abaixo a lista completa:

Goleiros: Alisson (Roma), Ederson (Manchester City) e Neto (Valencia)
Defensores: Marcelo (Real Madrid), Daniel Alves (PSG), Filipe Luis (Atlético de Madrid) e Fágner (Corinthians)

Zagueiros: Marquinhos (PSG), Thiago Silva (PSG), Miranda (Inter de Milão), Pedro Geromel (Grêmio) e Rodrigo Caio (São Paulo)

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Willian (Chelsea), Fernandinho (Manchester City), Fred (Shakhtar Donetsk), Anderson Talisca (Besiktas), Paulinho (Barcelona), Philippe Coutinho (Barcelona) e Renato Augusto (Beijing Guoan)

Atacantes: Gabriel Jesus (Manchester City), Roberto Firmino (Liverpool), Douglas Costa (Juventus), Taison (Shakhtar Donetsk) e Willian José (Real Sociedad)

A Seleção enfrenta a Rússia, dia 23 de março, em Moscou. No dia 27, o rival será a Alemanha, em Berlim. Depois de confirmar 16 dos 23 nomes para a Copa (confira abaixo), Tite fará nesta última data Fifa uma espécie de análise final para definir os nomes que vão ocupar as sete vagas ainda estão abertas: um goleiro, um zagueiro, dois laterais, dois meias e um atacante.

G1.com


Ordem para Chacina do Benfica partiu de dentro do presídio


Image-0-Artigo-2373431-1

A sequência de ataques em Fortaleza, no fim da noite da última sexta-feira (9), que resultou na 'Chacina do Benfica', foi ordenada por um preso membro de uma facção. A informação foi concedida por um policial que atua em uma célula de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), que não será identificado.

Conforme o servidor da Pasta, os ataques não foram motivados por rivalidade entre torcidas organizadas, mas pela apreensão de quatro armas, que pertenciam a um traficante. A perda das armas teria desagradado ao criminoso, que decretou a morte dos que, na opinião dele, teriam facilitado a retenção.

No dia seguinte à chacina, o Comando Vermelho divulgou um vídeo reivindicando a autoria do atentado. Questionado sobre a matança ter sido ordenada pelo CV, o secretário da Segurança Pública, André Costa, afirmou acreditar que a divulgação foi uma tentativa de desviar a atenção da investigação dos verdadeiros suspeitos.

Identificação

O primeiro suspeito de envolvimento na matança foi preso na madrugada de ontem. Douglas Matias da Silva foi capturado em um prédio de luxo, no Meireles. Ele já responde por homicídio, roubo e receptação. Em agosto de 2017, teria matado um desafeto na Praça da Gentilândia. Devido ao crime, havia um mandado de prisão em aberto contra ele, desde setembro de 2017.

Outros dois homens que teriam participado diretamente da chacina foram identificados. São eles: Francisco Elisson e Stefferson Mateus Rodrigues Fernandes, o 'Véi'.

De acordo com a investigação, a informação preliminar é que o trio seja membro da facção Guardiões do Estado (GDE). Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as investigações levaram equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) e da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) à localização de um veículo Fiat Punto, que havia sido captado em imagens de câmeras, localizadas próxima à sede da Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF), local de um dos ataques. O carro estava na garagem do prédio, situado na Rua Professor Dias da Rocha, onde morava a namorada de Douglas Silva.

Os policiais realizaram uma busca no apartamento, ao qual a garagem é vinculada, e encontraram dois revólveres calibre 38, uma pistola Ponto 40, munições e carregadores. A reportagem apurou que o suspeito chegou a tentar fugir, mas foi alcançado pelos policiais civis. Sua namorada, uma fisioterapeuta, prestou depoimento e, em seguida, foi liberada. Ela disse que estava com Douglas há oito meses.

Douglas Silva foi autuado pelos crimes de homicídio, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, resistência, receptação e nas Lei das Organizações Criminosas. Em depoimento, Douglas teria dito que estavam sendo ameaçado por membros da facção Comando Vermelho (CV), do bairro de Fátima. Ele negou ter participado do crime.

A Secretaria da Segurança informou que o material apreendido foi encaminhado para a Perícia Forense do Ceará (Pefoce), onde será comparado com o que já havia sido coletado nos locais dos crimes. A Polícia afirmou seguir na busca pelos outros envolvidos na matança.

Red; DN


Castanhão tem maior aporte de água do Ceará



Na última semana, entre os dias 4 e 11 deste mês, o maior aporte de água nos açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) foi registrado no Castanhão, em Alto Santo, segundo dados divulgados pelo Portal Hidrológico do Ceará. Foram contabilizados 66.928.742 m³ do total de 110.563.282 m³ registrados no Estado, devido ao acúmulo de água na Bacia do Salgado e às chuvas que caíram na região entre fevereiro e março.

Orós, o segundo maior reservatório, teve o segundo maior aporte, com 9.823.682 m³, seguido pelo Itaúna, com 3.296.187 m³. O terceiro maior açude, Banabuiú, não teve aporte registrado e continua seco, com apenas 0,44% de volume. Orós conta com 6,29%, e o maior do Estado, Castanhão, tem 3,73%.
O volume percentual acumulado nos 155 açudes monitorados totaliza 8,33%. Destes, 113 ainda têm volume inferior a 30%. O grupo com volumes reduzidos inclui 17 açudes secos e 46 em volume morto. Somente 10 açudes contam com mais de 90% de água e, destes, seis estão sangrando: Caldeirões, Itaúna, Tucunduba, Germinal, Tijuquinha e Barragem do Batalhão.

Chuvas

A maior chuva do ano em Fortaleza foi registrada no intervalo entre as 7h da última sexta-feira (9) e as 7h do sábado (10). Foram contabilizados 115 milímetros no posto de observação no bairro Pici, e 79 no posto do Castelão, de acordo com dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O município de Uruoca, no Noroeste do Estado, teve o terceiro maior volume, com 54 mm.

No dia 10, 29 municípios do Ceará registraram precipitações, e dos dez maiores volumes, quatro ocorreram na Capital.

No domingo (11), o maior volume de precipitação foi registrado no município de Maracanaú, com 76.8 milímetros, e o segundo e o terceiro maiores em Fortaleza, com 56.8 milímetros, no Castelão e 51.8 em Messejana. A chuva passou por um total de 31 municípios cearenses.

Previsão

Segundo a Funceme, a previsão do tempo para esta segunda-feira (12) é de nebulosidade variável com eventos de chuva na faixa litorânea e Noroeste ao longo do dia. Nas demais regiões, nebulosidade variável. Já para a terça-feira (13), é esperada nebulosidade variável com eventos de chuva no centro-norte do Estado. Nas demais áreas, há possibilidade de chuva.

A análise de imagens de satélite feita pela Funceme demonstra a proximidade da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), uma banda de nuvens que circunda a faixa equatorial da Terra, formada pela confluência dos ventos alísios do hemisfério norte com os ventos alísios do hemisfério sul.

Também foi notada a presença de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) posicionado sobre o Oceano Atlântico, que funciona como uma massa de ar seco para as áreas que estão mais próximas ao seu centro, e forma nuvens em suas bordas.

Red; DN