-->

7 de julho de 2015

Estelionatário é preso após forjar a própria morte

O suspeito chegou a comprar R$400 mil em aparelhos celulares em uma única loja 
Um homem foi preso por se passar por um representante comercial de uma rede de shoppings e aplicar golpes em lojas de Fortaleza, na tarde desta terça-feira (7). Andrews Felipe Dias Alexandre. 26, forjava ser um comprador deequipamentos eletrônicos em lojas especializadas de informática. Para fugir das acusações, o homem fingiu a própria morte, chegando a ligar para sua esposa eenviar fotos de um corpo.
De acordo com os proprietários das lojas que sofreram o golpe, ele chegou a comprar 300 aparelhos celularesem uma única loja, na Aldeota, em nome de vários estabelecimentos e negociava tudo por email. Em seguida, emitia uma ordem de serviço autorizando a compra e buscava os equipamentos na loja. Segundo a Polícia, desde janeiro desse ano, Andrews realizava transações em diversas lojas na Capital. Com ele foi apreendido dois veículos: uma BMW e um outro carro.
A Polícia chegou a procurar o corpo de Andrews no município de Paracuru, após falsa informação repassada a esposa dele. Ele foi preso quando retornava da cidade de Lajas, no Rio Grande do Nortepara Fortaleza. Ele foi autuado por crime de estelionato. A Polícia segue em busca do seu comparsa, um homem identificado por Deivson Cerqueira da Rocha.

Diário do Nordeste



"Eu não vou cair, isso aí é moleza", diz Dilma a jornal


Em meio a pior crise política de seus quatro anos e meio de mandato, a presidente Dilma Rousseff (PT) disse nesta terça-feira, 7, que não deixará o cargo e desafiou opositores a comprovarem ligação sua a casos de corrupção. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, a petista afirmou ainda não ter medo de setores da oposição “um tanto golpistas”.

“Eu não vou cair. Eu não vou, eu não vou. Isso é moleza, isso é luta política. As pessoas caem quando estão dispostas a cair. Não estou. Não tem base para eu cair. E venha tentar, venha tentar”, disse Dilma, que diz não existir base para um pedido de impeachment. “Não me atemorizam”, disse, com dedo erguido.

Ela desafiou ainda que opositores que pedem seu impeachment provem sua relação com quaisquer irregularidades. "Vão provar que algum dia peguei um tostão? Vão? Quero ver algum deles provar".

A presidente comentou ainda boato espalhado na internet de que ela teria tentado se matar. "Eu não quis me suicidar na hora que eles estavam querendo me matar lá (re referindo ao período em que ficou presa na ditadura), a troco de que eu quero me suicidar agora?”. Na época dos boatos, perfil da Presidência na internet desmentiu a informação.

Crise política

Clima no Planalto tem se acirrado desde semana passada, após citação de campanhas do PT na delação de Ricardo Pessoa, dono da empreiteira UTC, na Operação Lava Jato. Neste domingo, convenção do PSDB centrou ataques na gestão da petista, com tucanos se dizendo "preparados" para assumir o governo. A presidente também tem sido alvo de questionamentos do Tribunal de Contas da União (TCU).

Na entrevista, a presidente também comentou a Lava Jato. Ela defendeu as investigações, mas criticou “excessos”. "Agora excesso, não [aceito]. Comprometer o Estado democrático de direito, não. Foi muito difícil conquistar. Garantir direito de defesa para pessoas, sim”, disse. (com informações da Folha de S. Paulo)

O POVO Online



Câmara Municipal de Russas decreta Luto de 7 dias

A Câmara Municipal de Russas da pessoa do Sr. Presidente Marcos Estácio decretou luto e feriado oficial de 7 dias pelo falecimento de Aureliano Ribeiro. A Câmara estará fechada até a próxima quinta-feira(9) quando retorna seus trabalhos normalmente.

SINE/IDT de Russas dispõe de 155 vagas de emprego

O SINE/IDT de Russas está ofertando 155 vagas de trabalho. Os interessados devem procurar a agência do município, localizado na Avenida Coronel Araújo Lima, nº 1458, centro, portando todos os documentos: Carteira de Trabalho, Cartão do PIS, CPF, RG, CNH (caso tenha), comprovante de endereço, comprovante de escolaridade, certificados de cursos e currículo.



Violência armada e acidentes deixaram 50 mortos no fim de semana no Ceará


Cinquenta pessoas morreram de forma violenta no fim de semana em todo o Estado do Ceará, conforme levantamento concluído na noite desta segunda-feira (6), com base nos registros das polícias Civil e Militar e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). No total, ocorreram 38 casos de homicídios e latrocínios e mais 12 óbitos em acidentes de trânsito.

Capital e Interior empataram no número de homicídios, 15. Já na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foram 8 casos. Entre as vítimas dos assassinatos, figuraram três mulheres e quatro adolescentes. Vinte das 37 pessoas assassinadas foram atingidas por tiros e outras seis a golpes de faca. Duas foram mortas a pauladas. Outras nove foram mortas através de outros meios, como espancamento e estrangulamento ou modo ainda a ser averiguado.

Em Fortaleza, 15 homicídios foram registrados nos seguintes bairros: Granja Lisboa, Goiabeiras (Barra do Ceará), Granja Portugal, Conjunto São Cristóvão, Jacarecanga, Conjunto José Walter, Edson Queiroz, Messejana, Bom Jardim, Lagoa Redonda, Abreulândia, Autran Nunes, Padre Andrade, Alagadiço Novo e Praia de Iracema.

Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), oito homicídios aconteceram em Pacajus (2), Maranguape, Itaitinga, Caucaia (2) e Maracanaú (2).

Já no Interior, a Polícia Militar, através dos CPIs Norte e Sul, registraram 15 homicídios nos seguintes Municípios: Sobral (2), Russas, Crato, Aurora, Quixadá, Acopiara, Aracoiaba, Aracati, Jardim, Iguatu, Juazeiro do Norte, Redenção, Icó e Lavras da Mangabeira.

Dos 12 acidentes com mortes neste fim de semana, seis ocorreram no Interior, cinco na Região Metropolitana e um em Fortaleza.

Veja a seguir a lista completa das vítimas da violência no fim de semana:

HOMICÍDIOS NA CAPITAL
01 – Antônio Vicente da Silva Filho (bala) – R. Sargento Barbosa/Granja Lisboa
02 – Dionísio Monteiro Fernandes (faca) – R. Vento Leste (Goiabeiras)/Barra do Ceará
03 – Ueverton da Silva Barros (bala) – R. Londrina/Granja Portugal
04 – Fagner dos Santos Ribeiro (bala) – Av. Perimetral/Conjunto São Cristóvão
05 – Vítima não identificada/menor/sexo masculino (bala) – Av. Tenente Lisboa/Jacarecanga
06 – Pedro Henrique Ferreira do Nascimento (bala) – Conjunto Prefeito José Walter
07 – Vítima não identificada/sexo masculino (outros meios) – bairro Edson Queiroz
08 – Francisco Sérgio Camilo de Araújo (outros meios) – Messejana
09 – Marcos Antônio Ferreira da Silva (bala) – Praça da Juventude/Bom Jardim
10 – Rafael Pereira do Nascimento (bala) – R. Lucimar de Oliveira/Lagoa Redonda
11 – José Lucas da Silva Medeiros (bala) – Travessa da Cotelce/Abreulândia
12 – Aluísio Hilário de Farias (bala) - R. Moscou/Autran Nunes
13 – Vítima não identificada/sexo masculino (bala) – R. Padre Guilherme/Padre Andrade
14 – Vítima não identificada/sexo masculino (bala) – R. Antônio Gentil/Alagadilo Novo
15 – Paulo Vitor A.B. (faca) – Av. Historiador Raimundo Girão/Praia de Iracema

HOMICÍDIOS NA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA
16 – Francisco Veridiano da Silva (bala) – R. Raimunda Nonata/Bairro Coaçu – Pacajus
17 – Ermilson do Nascimento Gomes (bala) – R. Natanael Cortez/Parque Novo Iracema - Maranguape
18 – Antônio Valdemir Aragão de Sousa (outros meios) – Unidade Prisional/CPPL – Itaitinga
19 – Vítima não identificada/sexo feminino (achado de cadáver) – Caucaia
20 – Vítima não identificada/sexo masculino (faca) – R. 59 – Maracanaú
21 – Vítima não identificada/sexo masculino (outros meios) – R. Pedro Oliveira- Caucaia
22 – Francisco Dênis Pereira da Silva (bala) – R. 8 – Maracanaú
23 – Apifânia da Silva Borges (outros meios) – Bairro Coaçu – Pacajus

HOMICÍDIOS NO INTERIOR DO ESTADO
24 – Aureliano Ribeiro da Silva (bala) – Sede – Russas
25 – Sebastião Ferreira Lima (faca) – R. José Carvalho/Sede – Crato
26 – Vítima não identificada (Edvaldo) – (bala) – Av. Hermírio de Moraies/sede – Sobral
27 – Antônio Santana de Sousa (bala) – Distrito Caiçara – Aurora
28 – Giderlânio Rodrigues Caetano (outros) – Loc. São João dos Pompeu – Quixadá
29 – Francisca Nair Vieira (faca) – Av. Pedro Alves/Centro - Sede – Acopiara
30 – Michel Morais Pereira (bala) – R. Acácias Alcântara/B. Padre Palhano – Sobral
31 – José Sabino Viana Filho (pauladas) – Localidade Umari do Córrego – Aracoiaba
32 – Geovane Silva do Vale (bala) – R. Tabajara/Bairro de Fátima – Aracati
33 – Ítalo Pereira do Nascimento (bala) – Localidade Jatobá – Jardim
34 – Raimundo Lucas de Sousa (faca) – R. PLácio Castelo/Centro – Iguatu
35 – João Batista da Silva (bala) – R. Antônio Bernardino da Silva/Bairro Frei Damião – Juazeiro do Norte
36 – Francisco Alves (pauladas ) – Sede – Redenção
37 – Matheus S. R.L./menor (bala) – Sítio Pedrinhas – Icó
38 – Reginaldo Oliveira de Sousa (bala) – Bairro Quatro Bocas – Lavras da Mangabeira

MORTES EM ACIDENTES DE TRÂNSITO
39 – José Alberto Pereira (colisão/motos) – Sítio Carão – Araraipe
40 – Francisco Edilson Rocha Abreu (colisão) – CE-065 Km 15 – Maranguape
41 – Valdeci Ferreira de Lima (colisão) – Av. Senador Almir Pinto – Maranguape
42 – José Orlando Cipriano Filho (atropelamento/moto) – Av. Cel. Antônio Cordeiro – Russas
43 – Vítima não identificada (capotamento) – Praia de Ponta Grossa – Icapuí
44 – Michelly da Silva Ângelo (colisão) – Barbalha (faleceu no HRC)
45 – Antônio Raimundo dos Santos (atropelamento) – Santana do Cariri (faleceu no HRC)
46 – Helenita Maria da Silva (colisão/motos) – CE-232 Km 132 – Viçosa do Ceará
47 – Vítima não identificada/sexo feminino (colisão/moto) – CE-253 Km 30 – Cascavel
48 – Vítima não identificada/masculino (colisão) – BR-222 Km 274 – Caucaia
49 – Maria de Fátima Barros de Sousa (atropelamento) – Av. Carneiro de Medonça – Capital
50 – Antônio Carlos Gomes da Silva (colisão/moto) – CE-065 – Parque Iracema - Maranguape

Blog do Fernando Ribeiro

Governo cria plano para reduzir jornada e salário


Com o objetivo de evitar demissões dos trabalhadores por empresas em dificuldades financeiras, o governo criou, através de medida provisória (MP), o Programa de Proteção ao Emprego (PPE), que vai permitir a redução em até 30% da jornada de trabalho, com diminuição proporcional de salários dos trabalhadores em períodos de crise.

A MP foi assinada na tarde de ontem (6) pela presidente Dilma Rousseff, após encontro com ministros e representantes de centrais sindicais. Embora passe a valer imediatamente com força de lei, a proposta será analisada e precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional.

A medida prevê que a União complemente metade da perda salarial por meio do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Essa compensação está limitada a R$ 900,84, correspondente a 65% do valor do maior benefício do seguro-desemprego. 

Período de adesão 

programa valerá até o dia 31 de dezembro de 2016. O período de adesão das empresas vai até o fim deste ano. Para definir quais setores e empresas estarão aptos a participar do PPE, o governo também criou um grupo interministerial que vai divulgar informações sobre os critérios, com base em indicadores econômicos e financeiros.

Segundo o ministro-chefe da Secretaria-Geral, Miguel Rossetto, as empresas não poderão demitir nenhum funcionário durante o prazo de vigência do programa, proibição que será mantida por, pelo menos, mais dois meses após o fim da vigência. As empresas poderão aderir ao programa por seis meses, prorrogáveis por mais seis.

As empresas e os trabalhadores deverão fixar a decisão em aderir ao PPE por um acordo coletivo específico, onde a empresa deverá comprovar situação de dificuldade. "É mais importante usar recursos públicos para manter o emprego do que para custear o desemprego. É um programa ganha-ganha, orientado claramente para manutenção do emprego em um período de crise", afirmou Rossetto, acrescentando que o programa é aberto para qualquer setor da economia que tenha redução de emprego e renda.

Custos

Estima-se que o programa vai gerar um custo de R$ 100 milhões em 2015 e preservar o emprego de 50 mil trabalhadores com salário médio de R$ 2,2 mil. Segundo o governo federal, a medida estimula a produtividade com o aumento da duração do vínculo trabalhista e fomenta a negociação coletiva.

Diário do Nordeste





Sem incubadora, bebê é enrolado em saco de lixo

Sem incubadora livre, bebê é enrolado em saco de lixo em hospital do MA. (Foto: reprodução)

No interior do Maranhão, no município de Santa Inês (246 km de São Luís), uma foto causou revolta nas redes sociais. Na imagem: um recém-nascido prematuro enrolado em um saco de lixo no hospital municipal da região.

Segundo o diretor do hospital, Tomaz Martins, o bebê teria nascido prematuramente e tinha um irmão gêmeo.

Ele explicou que não havia incubadora no momento para colocar os dois recém-nascidos.

A imagem foi compartilhada na web nesta segunda-feira (6). Em entrevista para o portal UOL, o diretor tentou dar mais explicações.

"A mãe foi atendida antes do parto e recebeu atendimento durante e depois do parto. Só que foram gêmeos e temos duas incubadoras; uma já estava ocupada. Então um dos bebês foi para a desocupada e o outro ficou em um berço, que foi aquecido da maneira correta", disse.

Ainda segundo o médico, a imagem que circulou na internet gerou uma interpretação errada.

"Era um plástico que não era nada usado. A criança foi pra casa assim. A pediatra enrolou com uma manta por baixo, colocou o plástico por cima e iria enrolar outra manta. Antes dela proceder o fechamento, tiraram essa foto e fizeram essa interpretação. O importante é que as crianças estão bem, já estão em casa com a mãe", assegurou.

"A pediatra que fez esse procedimento é especialista, não é uma clínica geral. Ela fez tudo seguindo as orientações da Sociedade Brasileira de Pediatria, que diz que a temperatura, nesses casos, tem que ser melhorada. E para isso, é preciso algumas vezes usar técnicas pouco ortodoxa", completou.

(DOL com informações do portal BOL)