-->

25 de setembro de 2014

Agentes de Endemias vão à câmara de Russas e mais uma vez saem decepcionados


Por ocasião da sessão ordinária da câmara municipal de Russas que aconteceu nesta quinta-feira, 25 de setembro de2014, mais uma vez os agentes de Endemias estiveram presentes. Quando todos esperavam que o prefeito de Russas Weber Araújo mandasse para câmara um projeto de lei que foi aprovado em Brasília com relação ao piso salarial dos agentes, porém, nada disso aconteceu e mais uma vez a classe saiu decepcionada. No final da sessão os profissionais da saúde retornaram ao plenário trazendo uma cópia do projeto e entregaram nas mãos do presidente Haroldo Torquato.



Vale salientar quem em algumas outras cidades já está sendo pago o novo piso salarial, coisa que não acontece na cidade de Russas.

ERIVANDO LIMA REPÓRTER




Assaltante é morto durante tentativa de assalto a vigilante

Uma tentativa de assalto a um vigilante de uma empresa terceirizada na estação ferroviária do Antônio Bezerra, nesta quinta-feira, 25, por volta das 9h40, terminou com um assaltante morto. Um jovem de 19 anos e um adolescente de 17 anos tentaram roubar a arma do segurança, que reagiu e baleou um deles.

De acordo com informações do coronel Francisco Souto, comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM), o rapaz baleado foi identificado como Pedro Lima Martins, 19. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Após o confronto com o vigilante, o comparsa de Pedro fugiu.

A Polícia Militar (PM) realizou buscas na área e conseguiu deter o adolescente. Com ele, os policiais encontraram um revólver calibre 38. O jovem foi levado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).


A arma do vigilante foi encaminhada ao 10º Distrito Policial (DP). O segurança se apresentou espontaneamente na delegacia, segundo o militar do 5º BPM. Ele responderá em liberdade.

Fonte: O Povo



Homem se passa por maquinista no Rio, conduz trem e posta vídeo na web

Um rapaz de 26 anos invadiu a oficina da Supervia em Deodoro, na Zona Oeste do Rio, e se passou por maquinista. Thomas Wellington dos Santos chegou a conduzir o trem, acompanhado de dois adolescentes. A dupla filmou a ação e postou na internet, como mostrou o RJTV desta quinta-feira (25).
Todos eles conseguiram sair do trem sem ser vistos, depois que uma falha no sistema limpa-trilhos parou a composição. Por isso, os vagões não chegaram a trafegar na linha férrea, onde circulam os trens com os passageiros.
Para chegar aos três, policiais rastrearam redes sociais por quatro meses. No quarto de Thomas, foram encontrados objetos de companhias ferroviárias de vários estados. Thomas foi preso em Guarulhos, São Paulo, onde mora com os pais. Os menores foram apreendidos no Rio.
Thomas admitiu, em depoimento, que enganou a fiscalização da Supervia. Ele contou ainda que, para dar partida na composição, usou uma chave que teria conseguido em São Paulo em um trem do mesmo modelo. A polícia informou que ele vai responder por furto, perigo de desastre ferroviário, dano ao patrimônio público e corrupção de menores.
Fonte: G1

Vox Populi: Dilma tem 38%; Marina, 25%, e Aécio, 17%


Pesquisa Vox Populi divulgada na tarde desta quinta-feira (25) pela revista Carta Capital mostra vantagem de 13 pontos de Dilma Rousseff (PT) sobre Marina Silva (PSB) no primeiro turno e de um 1 ponto, em empate técnico, no segundo turno.

No primeiro turno, o levantamento aponta Dilma com 38% das intenções de voto contra 25% de Marina e 17% de Aécio Neves (PSDB). Brancos e nulos são 7% e indecisos, 11%. Na pesquisa anterior, divulgada na terça-feira, Dilma aparecia com 40%, Marina, com 22% e Aécio, com 17%.

Na simulação de segundo turno, Dilma aparece com 42% contra 41% de Marina, dentro da margem de erro. Na mostra anterior, a petista somava 46% contra 39% da pessebista.

Num cenário que considera Aécio como o adversário de Dilma, a petista tem 45% contra 37% do tucano. Na mostra anterior, a presidente tinha 49% contra 34% do senador.

O Vox Populi, contratado pela Carta Capital, entrevistou 2000 eleitores em 147 municípios do País entre 23 e 24 de setembro. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais. O levantamento foi registrado na Justiça Eleitoral sob o protocolo BR-00757/2014.

* Com informações do Estadão

Fonte: Ceará News

Polícia desarticula esquema de clonagem de veículos em Maracanaú

Após investigação, a Delegacia Metropolitana de Maracanaú, por solicitação da Polícia Civil, localizou, na noite da última quarta-feira (24), uma oficina mecânica que era utilizada para clonar veículos em Maracanaú.
O serviço de inteligência do Ronda do Quarteirão, sob comando do capitão Nazareno, conseguiu apreender 37 documentos de veículos, 12 placas, além de um corsa e uma L-200.
De com acordo com informações do delagado Paulo Cid, o homem identificado como Jackson Lima Ribeiro, 27, foi apontado pela polícia como sendo o principal responsável por clonar os veículos.
No momento da busca, o acusado tentou subornar os policiais com uma quantia de R$ 10 mil. Ele já respondia por posse ilegal de arma.
A casa localizada na Rua K, bairro Novo Oriente, funcionava há três meses como uma oficina. A maioria dos documentos encontrados na residência foi identificada como sendo de Fortaleza.
Jackson foi encaminhado para a Delegacia Metropolitana de Maracanaú, onde foi autuado por receptação, adulteração de veículos e corrupção ativa. A PM segue investigando o caso.
Fonte: Diário do Nordeste

SP - 16h45: Manifestação interdita faixas da Avenida Brig. Faria Lima


Um protesto interditava duas faixas e a calçada da Avenida Brigadeiro Faria Lima, em Pinheiros, às 16h45 desta quinta-feira (25), de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). O grupo estava na altura do Largo da Batata. Os motoristas enfrentavam lentidão no sentido Itaim Bibi.
O ato era realizado por cerca de 1.000 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), que protestavam contra a falta de água em São Paulo, segundo a CET. Os manifestantes devem seguir até a sede administrativa da Sabesp, na Rua Costa Carvalho.
Fonte: G1


Polícia intercepta caminhão com R$ 2,5 milhões em produtos estrangeiros falsificados

Policiais da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDFapreenderam, na tarde desta quinta-feira (25), um caminhãocarregado de roupas falsificadas e sem notas fiscais. O valor estimado da mercadoria é de R$ 2,5 milhões. A polícia suspeita que a carga teria vindo de fora do País e seria transportada para São Paulo.
Segundo informações da DDF, a carga atracou em um porto clandestino em Chaval (a 400 km de Fortaleza), município cearense que faz divisa com o estado do Piauí. A mercadoria, composta por camisas e shorts de marcas famosas falsificadas, seria levada para São Paulo onde seria comercializada na rua 25 de março.
O veículo foi abordado por policiais da DFF na manhã desta quinta (25) quando passava pela ponte da Barra do Ceará. O motorista foi detido e levado para a delegacia. Em depoimento, o homem alegou que teria sido contratado para transportar uma carga de sal e que desconhece a origem dos produtos apreendidos.
O motorista de 36 anos, natural do Paraná, alegou que na noite anterior foi abordado por cerca de 6 a 8 homens que teriam levado o caminhão. Ele teria conseguido fugir pelo mato e reencontrou o veículo no dia seguinte, já carregado com as mercadorias. 
A hipótese levantada pela Delegacia de Defraudações e Falsificações é que os produtos tenham vindo do Suriname. O caso será investigado.
Leia a matéria completa na edição desta seta-feira (26) do jornal Diário do Nordeste
Com informações do repórter Levi de Freitas
Fonte: Diário do Nordeste

Ex-prefeito de Quiterionópolis é condenado por improbidade


O Ministério Público Federal (MPF) conseguiu a condenação do ex-prefeito de Quiterianópolis (CE), Francisco Vieira Costa, por improbidade administrativa. O ex-gestor deixou de prestar contas integralmente sobre aplicação de verba de convênio com Ministério do Turismo para realização de festejos juninos no município, em 2009.

A sentença prevê sanção de suspensão dos direitos políticos pelo prazo de três anos e proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios fiscais. Além disso, Francisco Vieira Costa também deve pagar multa civil correspondente a dez vezes o valor da remuneração recebida quando exercia o cargo de prefeito de Quiterianópolis.

Em 2009, o ex-gestor celebrou convênio com o Ministério do Turismo no valor de R$ 200 mil reais para realização de festejos juninos em Quiterianópolis. Consta dos autos da ação, porém, que Francisco não apresentou toda a documentação necessária à prestação de contas da aplicação dos recursos federais repassados ao município, permanecendo inerte mesmo após ter sido advertido sobre a possibilidade de Tomada de Contas Especial, o que caracterizou a conduta ímproba do réu.

Na sentença que condenou o ex-gestor, o juiz titular da 24ª Vara Federal em Tauá (CE), João Batista Martins Prata Braga, considerou que "não se mostra sustentável a alegação de que a prestação de contas incompleta seria apta a excluir a incidência do citado ato de improbidade" e que "a conduta de não prestar contas não está adstrita à não apresentação de qualquer documento, mas igualmente engloba a prestação insuficiente". Por se tratar de decisão em primeira instância, o ex-prefeito ainda pode recorrer da decisão.

* Com informações do Ministério Público Federal no Ceará 


Fonte: Ceará News





Cid entra no jogo e chama Eunício para a briga: ‘seja homem, me processe’


Desde que anunciou, no início desta semana, que pediria licença do Governo para atuar exclusivamente na campanha de Camilo Santana (PT) ao Abolição, Cid Gomes (Pros) abandou o costumeiro tom ameno e resolveu bater duro na oposição, missão antes desempenhada apenas por seu irmão Ciro Gomes.

Na última quarta-feira (24), enquanto participava de “adesivaço” pro-Camilo, o governador gravou um vídeo no qual critica a suposta decisão de Eunício Oliveira (PMDB) de processar um jovem militante que, em defesa de Camilo, fazia publicações contrárias ao peemedebista nas redes sociais. Em uma das postagens, o jovem compartilhou uma afirmação do Twitter de Ciro, que, por sua vez, havia republicado uma matéria do jornal O Estado de S. Paulo.

À moda Ciro Gomes, Cid afrontou Eunício dizendo “seja homem” e o desafiou: “processe o Ciro, processe a mim, processe o jornal”. A defesa do militante e o tom inquisitório continuaram: “você vai se esconder atrás de um jovem estudante que acredita no Ceará melhor, coisa que jamais você vai fazer? Pense bem!".

Desde domingo, o governador rompeu o silêncio e vem se posicionando, através de sua página pessoal no Facebook, sobre temas polêmicos, como a reportagem da revista IstoÉ que liga seu nome ao escândalo da Petrobras e a posterior censura ao semanal,  além do chamado “cemitério de Hilux”.  E não é só no mundo virtual que Cid Gomes demonstra empenho para eleger seu sucessor. Nas ruas, vem participando de comícios e "adesivaços" a fim de impulsionar a candidatura de seu apadrinhado nesta contagem regressiva para as eleições do dia 5 de outubro.

Clique aqui para ver o vídeo

Fonte: Ceará News


Prefeitura de São Benedito descumpre acordo com Ministério Público


O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através da Promotoria de Justiça de São Benedito, entrou com uma Ação de Execução por Quantia Certa com Base em Título Executivo Extrajudicial contra a Prefeitura Municipal de São Benedito, que descumpriu o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o MP em 19 de fevereiro último. Pelo TAC, a Prefeitura deveria ter elaborado um estudo para identificar a real necessidade de servidores públicos em todos os órgãos do Poder Executivo e realizar concurso público.

O promotor de Justiça Marcelo Cochrane explica que, em 2013, foi constatado um excessivo número de trabalhadores contratados temporariamente pela Prefeitura de São Benedito. De acordo com o Portal da Transparência do Tribunal de Contas dos Municípios, durante todo aquele ano o Executivo municipal teria gasto R$ 5.594.440,05 somente a título de contratação por tempo determinado. Diante do fato, foi instaurado um Inquérito Civil Público e firmado o Termo de Ajustamento de Conduta 02/2014, visando à regularização das contratações.

O estudo técnico deveria identificar a quantidade de servidores públicos necessários em todas as áreas para o desempenho ordinário de todos os serviços públicos prestados pelo Município; a real necessidade das contratações temporárias existentes; o número de contratados temporariamente cujos contratos foram celebrados sem autorização em lei municipal ou que se enquadrem fora das hipóteses previstas na referida lei. A Prefeitura deveria, no prazo de 20 dias após o final do estudo técnico, iniciar o procedimento para realização de concurso público.

"Infelizmente o TAC vem sendo descumprido pela administração municipal", diz o promotor de São Benedito, afirmando que o prazo se encerrou em 23 de junho, cabendo, de acordo com o TAC, multa diária de R$ 200,00 por dia de atraso. O Ministério Público pede na Ação de Execução que a Prefeitura, através do prefeito Gadyel Gonçalves de Aguiar Paula, pague multa de R$ 17.800,00 pelo descumprimento do acordo.

* Com informações da MP/CE

Fonte: Ceará News




Justiça Eleitoral recebe plano de segurança para as eleições no Ceará


A presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, desembargadora Iracema do Vale, recebeu, nesta quinta-feira, 25/9, das mãos do secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará, Servilho Silva de Paiva, o documento com o plano de segurança para as eleições 2014. A reunião aconteceu na Sala de Sessões do TRE e se estendeu ao Gabinete da Presidência, selando o que já havia sido acordado entre a Justiça Eleitoral e os órgãos de segurança do Estado, em reuniões anteriores.

De acordo com a apresentação do secretário Servilho Paiva, haverá um reforço de 6 mil policiais civis e militares nas eleições deste ano, além do contingente ordinário de 4.200 policiais, em todo o Estado, totalizando 10.200 policiais que estarão mobilizados para a segurança do pleito.

O secretário de Segurança Pública e Defesa Social afirmou que todo esse trabalho “será feito com a total insenção que a democracia exige para que o eleitor possa se expressar livremente, dentro da ordem, e com a segurança necessária, principalmente no dia da eleição”.

O superintendente regional da Polícia Federal, Renato Casarini Muzy, também esteve presente e destacou “o congraçamento de todas as forças no período eleitoral”, anunciando que a PF instalará 22 pólos em todo o Estado do Ceará, que agilizarão os trabalhos de fiscalização e a atuação dos policiais federais.

A presidente do TRE-CE, desembargadora Iracema do Vale, agradeceu “a enorme colaboração que a imprensa vem dando à Justiça Eleitoral, divulgando suas ações e ajudando a esclarecer as dúvidas dos eleitores” e reforçou que “o nosso trabalho é no sentido de termos o máximo de transparência e segurança nas eleições”.

Há dois meses, a presidente do TRE-CE vem mantenso sucessivos encontros com o secretário de Segurança Pública, comandante da Polícia Militar e superintendente da Polícia Federal no Ceará para acertar detalhes do esquema de segurança para as eleições, quando os contingentes das Polícias Militar, Civil e Federal deverão estar à disposição da Justiça Eleitoral para garantir a tranquilidade e a lisura no pleito.

Na reunião de apresentação do plano de segurança para as eleições, estiveram presentes ainda o desembargador Francisco Filgueira Mendes (corregedor regional eleitoral em exercício), o juiz auxiliar da Presidência do TRE, Cléber de Castro Cruz, o presidente da Comissão de Segurança Permanente da Justiça Eleitoral do Ceará, juiz Mauro Liberato, o diretor geral do TRE, Humberto Mota, o comandante da Polícia Militar do CE, Lauro Carlos de Araújo Prado, além de delegados da Polícia Civil e da Polícia Federal.

* Com informações do TRE/CE

Fonte: Ceará News



Ofertas de Emprego

NOTA AO PÚBLICO
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
SINE/IDT informa que dispõe de vagas de emprego nas seguintes ocupações:
Alimentador de Linha de Produção        
Assistente Financeiro
Auxiliar de Cozinha
Auxiliar de Limpeza    
Auxiliar de Padeiro
Coordenador de Marketing
Costureiro de Roupas (Máquina Industrial Costura Reta)
Costureiro de Roupas (Máquina de Costura Travete)
Degustadora
Gerente de Produção
Operador de Caixa
Operador de Máquina de Bordar
Padeiro
Recepcionista Caixa
Soldador
Técnico Mecânico
Vendedor Externo
Vendedor Interno
Para verificar estas e outras oportunidades, os interessados devem se dirigir à Unidade de Atendimento do SINE/IDT, situada à Av. Cel. Araújo Lima, 1458-A, Centro, Russas – CE, levando RG, CPF e Carteira de Trabalho.
 Russas, 25 de Setembro de 2014.


Ebola já matou 2.917 pessoas em 6.263 casos, diz OMS

A febre hemorrágica ebola já deixou 2.917 mortos na África Ocidental, em 6.263 casos, segundo o último balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgado nesta quinta-feira (25). Os dados referem-se a domingo (21).
Os três países mais afetados pela epidemia – a mais grave desde que o vírus foi identificado, em 1976, e que ressurgiu no final de dezembro do ano passado – são a Libéria, a Guiné-Conacri eSerra Leoa.
Uma outra epidemia de ebola, distinta da que atinge a África Ocidental, já matou 41 pessoas em 68 casos no Noroeste da República Democrática do Congo, desde que apareceu em 11 de agosto e até 18 de setembro, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pela OMS.
De acordo com a agência das Nações Unidas, só é possível dizer que não há mais transmissão do vírus em um país “42 dias após o último caso registrado”.
A infecção ocorre por contato direto com fluidos corporais, sangue, ou secreções. O período de incubação dura de dois a 21 dias. Nesta fase, a doença não é contagiosa. Apenas a partir do momento em que os sintomas se manifestam é que pode ser transmitida.
A doença atinge uma taxa de mortalidade de cerca de 70%, segundo estudo divulgado pela OMS.
Fonte: Diário do Nordeste

Marina defende política econômica sem aventura e sem desperdícios


A candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, afirmou que, para a economia brasileira voltar a crescer com baixa inflação, é necessário um governo que não vá se "aventurar" na política econômica e corte gastos que geram "desperdício" de recursos públicos. Só assim o país teria credibilidade para atrair investimentos, disse a candidata em entrevista realizada nesta quarta e exibida nesta quinta-feira (25) no Bom Dia Brasil.

"Nós vamos fazer com que o Brasil volte a crescer. Uma boa parte do capital que o Brasil precisa não é tangível, é intangível. É confiança, credibilidade, respeito a contrato, criar um ambiente que favoreça os investidores a voltar a investir no Brasil. Isso só será possível com um governo que tenha legitimidade e que, de antemão, estabeleça o seguinte: nós não vamos nos aventurar em política econômica, não vamos inventar a roda", afirmou Marina.

A candidata disse que a política econômica vinha dando certo desde o governo de Itamar Franco, passando pelas gestões de Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva, mas foi interrompida por Dilma Rousseff, que, segundo ela, "se aventurou". "Agora nós temos o nosso país com baixa credibilidade, pouco investimento, juros altos que favorecem o baixo investimento".
Marina disse ter compromisso com o chamado "tripé econômico", receita criada na década de 90 que combina responsabilidade fiscal, câmbio flutuante e regime de metas de inflação. Ela também propôs a criação de um "conselho de responsabilidade fiscal", novo órgão que teria independência para verificar as contas do governo e dar mais transparência aos gastos públicos, de modo a evitar a "ineficiência" e o "desperdício".
"Nós temos um compromisso de que nós não vamos elevar o gasto público acima do crescimento do PIB e o conselho de responsabilidade fiscal tem que fazer com que o governo dê conta dos investimentos estratégicos na área social e, ao mesmo tempo, não vá pelo caminho da ineficiência, que é o que acontece hoje. Hoje o governo gasta de forma ineficiente. Você tem projetos que começam com R$ 6 bilhões, vão sendo reajustados para 10, 20, 30... E, se nós tivéssemos um conselho de responsabilidade fiscal, o governo seria cobrado para evitar este tipo de desperdício", afirmou.
Hoje o Tribunal de Contas da União já é responsável por fiscalizar os gastos do governo. Segundo Marina, o papel do conselho vai ser complementar ao do TCU, para evitar o que ela chamou de "contas criativas" do governo e gastos desnecessário. "Existe o Tribunal de Contas, mas nós não temos outros conselhos que nos ajudem em relação a dar eficiência às ações do governo. Nesse caso, nós já estamos com as contas que são criativas, que são maquiadas, que o céu é o limite", concluiu a candidata.
Questionada sobre a inflação, Marina disse que manterá a meta em 4,5% ao ano, e não uma diminuição deste patamar, como havia proposto Eduardo Campos, que era o candidato do PSB até agosto, quando morreu num acidente aéreo. Indagada sobre o que faria com os preços regulados pelo governo, como energia e gasolina, a candidata disse que Dilma deveria resolver a questão.
Segundo ela, a presidente está “manipulando os preços administrados para ter bons resultados no que concerne a inflação – e mesmo assim ela está alta – para ganhar dividendos políticos”.
Subsídios e bancos públicos
Marina foi questionada sobre o papel que os bancos públicos – BNDES, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal – teriam seu governo. Ela disse que eles continuarão com finalidade social, para por exemplo financiar a agricultura e o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, negando que vá enfraquecê-los.
"O que enfraquece os bancos é pegar o dinheiro do BNDES e dar para meia dúzia de empresários; uma parte deles falida, alguns que deram, enfim, um sumiço em bilhões de reais do nosso dinheiro... Esses sim, nós vamos parar com o mau uso".
Antes, Marina também foi indagada se manteria os incentivos para setores da indústria, com redução de tributos. Ela disse que vai “qualificar” essa ajuda, de modo que o governo exija "contrapartidas" dos beneficiários.
"Há necessidade de incentivos para que a indústria e o emprego possam ser protegidos. Isso aconteceu em 2008 naquele momento de fragilidade. O problema é que a continuação do remédio mesmo quando o paciente já deveria ir se preparando para ter autonomia cria situação de dependência", afirmou.
Ela disse que vai enviar, no primeiro mês de governo, uma proposta de reforma tributária que busque justiça, transparência e simplificação no pagamento. Na questão trabalhista, disse que não vai eliminar direitos e benefícios, mas que vai ampliar a formalidade no mercado de trabalho.
Agronegócio e transgênicos
A candidata também foi questionada se tenderia a ficar ao lado de ambientalistas em detrimento da infraestrutura ou do agronegócio. Ela respondeu que as áreas não são “incompatíveis” e disse que conflitos podem ser “manejados”. “Não há esse dilema para produzir e proteger, as duas coisas são inteiramente possíveis”, disse, ao defender maior produtividade em áreas menores.
“O problema do agronegócio não é proteção do meio ambiente, não são índios e quilombolas. É a falta de infraestrutura, de hidrovias, de ferrovias, de termos estradas adequadas para o transporte, armazenagem e portos”. Ela rebateu críticas por “travar licenciamentos ambientais”, dizendo que, em sua gestão como ministra do Meio Ambiente, foram feitas aquelas “mais complexas”.
Na questão dos grãos transgênicos, Marina disse que sempre defendeu um “modelo de coexistência”, com culturas modificadas geneticamente e naturais.
Fragilidade
Marina também comentou sobre o fato de ter chorado ao falar sobre Lula após uma recente entrevista. Ela negou tratar-se de fragilidade e sim que é uma pessoa “sensível”. Atribuiu o episódio ao “pesar” de suas filhas, que se vestiam de vermelho quando crianças por simpatia ao PT e que agora não têm mais orgulho do partido.
“Ter enfrentado cinco malárias, três hepatites, uma leishmaniose, perder a mãe aos 14 anos, ter sido alfabetizada aos 16 anos,  ter passado o que eu passei, vir me dizer que isso é fragilidade e não me pedir para não ter emoções, sinceramente... Já vi tantos líderes chorando e não é por isso que são mais fracos ou menos fracos”, disse, lembrando do próprio Lula, que “caiu no choro” quando tomou posse na Presidência.
“Eu sou uma pessoa sensível, mas não se pode confundir sensibilidade com fraqueza. As pessoas que não se deixam emocionar, essas sim podem ser muito fracas”, completou.
Fonte: G1

Bandidos explodem agências em Itatira e trocam tiros com a Polícia Militar


Uma quadrilha armada invadiu no início da madrugada desta quinta-feira (25) o distrito de Lagoa do Mato, em Itatira, e explodiram as agências do Bradesco e do Banco do Brasil, que ficam localizadas a 200 metros da delegacia.
Moradores acordaram com o tiroteio travado entre a Policia Militar e os bandidos, que durou cerca de 30 minutos. Segundo a PM, na agência do Banco do Brasil a dinamite utilizada pelos assaltantes não foi detonada, e apenas o vidro da porta de entrada foi destruído. Ainda não há informações sobre quantia levada. (Imagens Deujacir Vieira).
Fonte: Ceará News










5 pontos separam Eunício de Camilo .



Diz o relatório do Ibope, na terceira pesquisa de intenção de voto para o Governo do Ceará, contratada pela Televisão Verdes Mares, que “a vantagem de Eunício sobre Camilo diminui e considerando a margem de erro da pesquisa, que é de 3 pontos percentuais, neste momento ambos estão tecnicamente empatados”. Eunício Oliveira (PMDB) tem 43% contra 38% de Camilo Santana (PT). Eliane Novais (PSB) tem 3% e Ailton Lopes (PSOL) 1%.

Em relação à pesquisa anterior, publicada no dia 4 de setembro último, o candidato Eunício subiu um ponto e Camilo ganhou 4. O Ibope entrevistou 1204 eleitores entre os dias 21 e 23 deste mês, em 61 municípios cearense, segundo registro feito no Tribunal Regional Eleitoral sob o nº CE-00024/2014, e no Tribunal Superior Eleitoral sob o nº BR-00764/2014. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

s eleitores cearenses também se manifestaram sobre a disputa pela vaga de senador e sobre suas preferências na disputa presidencial. Para o Senado, Tasso Jereissati (PSDB) subiu de 55% para 57%, enquanto Mauro Filho (PROS) subiu de 21% para 24%. Já em relação à sucessão presidencial, Dilma Rousseff (PT) subiu de 56% para 61%, enquanto sua principal concorrente neste Estado, Marina Silva (PSB) perdeu 6%, saindo de 25% para 19% (confira as tabelas na página 14).

No relatório de apresentação da pesquisa, está dito que “neste momento, a proporção de intenções de voto em Eunício é um ponto percentual superior à soma das menções dos demais candidatos (42%), portanto, não é possível afirmar a realização ou não de segundo turno se a eleição fosse hoje”.

Nesta terceira pesquisa sobre a sucessão estadual o peemedebista Eunício oscila 1 ponto percentual para mais e tem hoje 43% das menções, enquanto o petista Camilo cresce de 34% para 38%. Os candidatos Eliane Novais e Ailton Lopes têm, respectivamente, 3% e 1% das intenções de voto. Aqueles que têm intenções de votar em branco ou nulo representam 7% do eleitorado cearense e os indecisos passam de 10% para 8% (veja as tabelas ao lado).

Espontânea

Camilo tem seu maior percentual de intenções de voto, diz o relato do Ibope, “entre os eleitores que cursaram da 5ª a 8ª série (43% - crescimento de 8 pontos percentuais em comparação com a segunda pesquisa). Além disso, também se destaca entre os eleitores com renda familiar entre 1 e 2 salários mínimos: vai de 34% para 39% das menções”.

Já entre os eleitores potenciais de Eunício, “destaca-se o aumento das intenções de voto entre os que possuem de 45 a 54 anos (de 42% para 48% das menções) e entre os que têm 55 anos ou mais: de 31% para 36%”.

Na simulação de um eventual segundo turno entre Eunício e Camilo, “o peemedebista venceria hoje com 46% das intenções de voto (oscila 1 ponto percentual para menos em relação ao levantamento anterior), enquanto o petista tem 40% das menções (na rodada do começo deste mês tinha 37%). Aqueles que têm a intenção de votar em branco ou anular o voto somam 6% e os que não sabem dizer em quem votariam neste cenário representam 8% do eleitorado cearense”, diz o Ibope.

O índice de rejeição de Camilo continua superior ao de Eunício: 23% não votariam de jeito nenhum no candidato petista (3 pontos percentuais que na pesquisa anterior), contra 19% que não votariam no peemedebista (na pesquisa anterior eram 15%). Nesta pergunta, os entrevistados deveriam responder em quais candidatos não votariam de jeito nenhum, podendo citar mais de um nome

Independentemente de suas intenções de voto, foi perguntado aos eleitores quem eles acreditam que será o próximo governador do Ceará. Quase metade dos entrevistados (45%) crê na vitória de Eunício (mesmo percentual da pesquisa do começo do mês) e os que apostam em Camilo correspondem a 35%, crescimento de 8 pontos percentuais.







Ministério Público e doleiro Youssef assinam acordo de delação premiada



O doleiro Alberto Youssef assinou nesta quarta-feira (24) em Curitiba um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal em troca de redução da pena de prisão.

Youssef foi preso em março durante a Operação Lava Jato, da Polícia Federal, acusado de chefiar um esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas que teria movimentado cerca de R$ 10 bilhões.
Nesta quarta, Youssef passou o dia na sede do Ministério Público Federal em Curitiba, onde firmou o acordo e já prestou o primeiro depoimento.

O acordo de delação premiada será homologado pela Justiça se, depois da fase dos depoimentos, ficar comprovada a veracidade das informações que Youssef fornecer. O acordo foi assinado um dia após a defesa revelar que o doleiro tinha essa pretensão.
O advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, um dos defensores de Youssef, disse na terça-feira que decidiu deixar o caso depois de ter sido informado por intermediários do doleiro de que o cliente estava decidido a fazer acordo de delação premiada. O advogado não concorda com a estratégia.
Kakay ingressou na semana passada com um pedido de habeas corpus em favor de Youssef no Superior Tribunal de Justiça (STJ). O objetivo do advogado era anular todas as provas da Operação Lava Jato, que, para ele, são ilegais. Além disso, considera "parcial" o juiz do caso, Sérgio Moro, da Justiça Federal no Paraná.
Paulo Roberto Costa
Outro dos presos na operação Lava Jato Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Refino e Abastecimento da Petrobras, também fez um acordo de delação premiada. No fim de agosto, ele começou a prestar depoimentos diários (que se encerrraram há uma semana), com base em um acordo de delação premiada, a policiais federais e procuradores da República.
Nesses depoimentos, já teria delatado senadores, deputados, governadores e um ministro, supostos beneficiários de recebimento de propina de um esquema de corrupção na empresa. Costa teria intermediado contratos da estatal com empresas de fachada de Youssef.
Ele também revelou nos depoimentos, segundo informou o Jornal Nacional, querecebeu R$ 1,5 milhão de propina de um esquema de corrupção relacionado à compra pela Petrobras da refinaria de Pasadena, nos EUA.
A primeira fase dos depoimentos de Costa a policiais federais e procuradores com base em um acordo de delação premiada terminou há duas semanas. Paulo Roberto Costa decidiu colaborar com as investigações na expectativa de obter redução da pena.
No último dia 17, convocado pela CPI da Petrobras, ele compareceu para depor no Congresso Nacional, mas se recusou a responder às perguntas dos parlamentares.
Fonte: G1



Bancários do CE entram em greve a partir do dia 30


Os bancários doCeará, reunidos na noite desta quarta-feira, 24, em assembleia, deliberaram pelagreve da categoria, por tempo indeterminado, a partir da zero hora da próxima terça-feira (30/9). Os trabalhadores seguiram orientação do Comando Nacional dos Bancários que considera insuficientes as propostas de caráter econômico apresentadas pela Fenaban, após sete rodadas de negociação. Hoje, a maioria dos sindicatos do pais se reúne e também deve decidir pela paralisação.

O presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, Carlos Eduardo Bezerra, informa que nos últimos 10 anos, os bancários têm feito greve todo ano "como último recurso para garantir direitos diante da intransigência dos bancos em dialogar". No ano passado, a paralisação no Estado durou 27 dias. Adianta que os sindicatos farão assembleias também na próxima segunda-feira para organizar o movimento.

A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), braço sindical do sistema financeiro que atua com estrutura paralela à Federação Brasileira de Bancos (Febraban), ainda acredita num acordo. "A Fenaban confia no diálogo, que tem sido presente nas negociações, para alcançar os entendimentos necessários ao fechamento do acordo e renovação da convenção coletiva de trabalho entre bancos e bancários", diz nota enviada ao O POVO. Destaca também que entregou às lideranças sindicais proposta de reajuste de 7,5% para o piso da categoria, e de 7% para os demais salários. Com isso, o piso de um caixa, por exemplo, chega a R$ 2.393,33 para jornada de 6 horas. A Participação nos Lucros e Resultados (PLR) também teve seus valores corrigidos em 7%, aumentando ainda mais a remuneração dos bancários. "A proposta dos bancos está na mesa de negociações para ser debatida com o movimento sindical".

A categoria que, desde 2004 tem se utilizado do instrumento da greve para ver atendidas suas principais reivindicações, está pedindo reajuste salarial de 12,5%. e piso de R$ 2.979,25. Na sétima rodada de negociações da Campanha 2014, no último dia 19, o Comando Nacional dos Bancários rejeitou a proposta dos bancos e aprovou um calendário de mobilização orientando para a deflagração de greve por tempo indeterminado a partir de 30 de setembro.

O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e coordenador do Comando Nacional, Carlos Cordeiro, ressalta que "os índices de reajuste são muito insuficientes diante do lucro do sistema financeiro. Queremos mais. Além disso, a Fenaban não apresentou propostas para proteger o emprego, combater o assédio moral e melhorar a segurança, que hoje são fundamentais para os bancários".

Os bancários são a única categoria do país que tem uma convenção coletiva nacional. A negociação envolve mais de 500 mil trabalhadores de 154 bancos, entre públicos e privados. No Ceará, são cerca de 10 mil.

Fonte: O Povo