-->

20 de junho de 2018

Motoristas paralisam atividades nas rodoviárias de Fortaleza e Juazeiro


Assembleia com trabalhadores deve ocorrer na noite desta quarta (20) para decidir sobre proposta dos empresários do ramo

Os rodoviários do transporte intermunicipal e interestadual das rodoviárias Engenheiro João Tomé, em Fortaleza, e de Juazeiro do Norte, no Cariri cearense, paralisaram as atividades na noite desta quarta-feira (20) em razão de não ter havido negociação com os empresários do ramo. 

Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Intermunicipal e Interestadual do Ceará (Sinterônibus), ainda na noite desta quarta será organizada uma assembleia geral com os trabalhadores para as propostas serem apresentadas.

A contrapartida empresarial, de acordo com o sindicato, é a redução da jornada de trabalho de 44 horas semanais para 18 horas - o que reduziria o salário em 50%; retirada do vale alimentação e demissão de empregados mais antigos. 

De acordo com o Sinterônibus, a mesa de negociações ocorreu durante três meses. Na última mediação, os empresários haviam concordado em conceder 3% de reajuste, além de R$ 0,50 no vale refeição e R$ 10 na cesta básica; contudo, precisaria da redução da carga horária e das demissões. 

Red; DN


Polícia deflagra segunda fase da Operação Faixa de Gaza e prende quase 20 suspeitos





Praticamente um ano após a realização da Operação Faixa de Gaza, com a prisão de 14 pessoas, ainda a apreensão de drogas e armas de fogo, em Senador Pompeu, a Polícia Civil deflagrou a segunda fase dessa operação, dessa vez se estendendo à capital cearense e também ao Carirí. Nesta terça-feira (19) foram presos 19 suspeitos, incluindo mulheres. A operação foi realizada com o auxílio de equipes da Polícia Militar nas três 
cidades.
De acordo com informações de uma fonte da Polícia Civil, Também foram cumpridos 32 mandados de busca e apreensão. Em um deles os policiais apreenderam uma prensa hidráulica. O equipamento estava sendo utilizado para embalar drogas. Maconha, cocaína, balança de precisão, revólveres e um malote com a estampa “Polícia Federal” foram apreendidos  nas buscas.
A lista completa de presos ainda vai ser fornecida pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Na relação estão quatro mulheres.

Parte dos presos integram facções criminosas rivais. A ação policial decorre de investigações sobre o tráfico de drogas e de disputas entre grupos criminosos de Senador Pompeu, com constantes crimes de morte,o último deles na noite da segunda-feira (19), nas proximidades do Clube do Vaqueiro. Dois homens invadiram a residência da vítima e praticaram o homicídio. Os trabalhos de inteligência continuam, para evitar mais mortes e coibir o tráfico.

primeira fase da Operação foi executada em 14 de julho do ano passado. Contou com aproximadamente 130 profissionais das forças de segurança do Estado. Foram cumpridos 34 mandados em razão de investigações sobre o tráfico de drogas em Senador Pompeu. Em decorrência de confrontos entre integrantes de grupos rivais na cidade a operação foi batizada de “Faixa de Gaza”, em alusão ao território em conflito entre israelenses e palestinos no Oriente Médio.
Fuga em massa
Enquanto a Polícia cearense se empenha para tirar os criminosos de circulação, 20 detentos conseguiram fugir da Penitenciária Industrial Regional do Cariri (PIRC), em Juazeiro do Norte. Coincidentemente, a fuga ocorreu no mesmo dia da Operação Faixa de Gaza, com a prisão de duas pessoas nessa cidade, 13 em Senador Pompeu e mais quatro em Fortaleza.

Red; DN


Produtores querem mel na merenda escolar



Os importadores estão oferecendo, no máximo, R$ 7 pelo quilo. No ano passado, o preço internacional era R$ 12

Quixeramobim. A Quadra Chuvosa deste ano elevará a produção de mel no Ceará. Agora a preocupação é outra. O preço do produto, em sua maioria exportado, caiu consideravelmente no exterior. Os importadores estão oferecendo, no máximo, R$ 7 pelo quilo. No ano passado, o preço no mercado internacional era R$ 12. A queda no valor ocorreu em razão do aumento da produção nos países consumidores, explicou o presidente da Câmara Setorial do Mel, Vinícius Araújo de Carvalho.

Como as exportações chegam a 90% da produção no Ceará, sem o auxílio governamental, o setor deve entrar em colapso. Os produtores não se prepararam para a possibilidade de uma crise dessa natureza. Também não aprenderam a atender e nem a trabalhar para as vendas no mercado interno. Com a vegetação revigorada pelas chuvas, vão aprender que, nesse segmento do agronegócio, nem tudo são flores. "Antes da seca, éramos o terceiro maior produtor do Brasil, atrás apenas de Santa Catarina e de São Paulo", destacou o representante da categoria.

Para agravar mais o problema, mesmo com a seca severa, prolongada por seis anos, o número de apicultores cresceu. O Ceará já conta com grupos organizados em 155 municípios, de um total de 184. São 254 associações, sete cooperativas, quatro entrepostos de produção e sete mil trabalhadores envolvidos diretamente. Até o fim deste ano a coleta de mel deve superar 4,1 mil toneladas.

A opção encontrada foi introduzir o alimento, 100% natural, na merenda escolar, como ocorre com o leite e outros itens. A ideia vai ser levada ao governador Camilo Santana, na expectativa de conseguirem regular o mercado local, pelo menos até o preço voltar ao patamar adequado, na avaliação dos apicultores. Com a normalização do preço no mercado, os avanços dos últimos anos na cadeia produtiva não correrão risco de retração, aponta Carvalho.

Conforme a Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), até 2010, a apicultura no Ceará mantinha posição de destaque no ranking nacional, mas, devido à prolongada estiagem, vinha caindo ano a ano. Em 2017, houve uma pequena recuperação dos apiários e, consequentemente, da produção. Em 2102, foram 3,11 mil toneladas; em 2017 chegou a 4,47 mil toneladas e, para 2018, a projeção já é de 4,07 mil toneladas.

O diretor de Agronegócios da Adece, Silvio Carlos Ribeiro, reconhece a dificuldade momentânea enfrentada pelos apicultores. "Como a expectativa é de maior produção, quando há oferta o preço cai, é a lógica do mercado. Entretanto, a Agência já está buscando alternativas para solucionar o problema. Uma delas é agregar valor ao produto, como comercializar o mel em sachê e em garrafas", afirma.

Outra frente de ação da Adece está na facilitação das exportações, tanto por meio de serviços aéreos hub quanto pelo porto do Pecém. A articulação junto à Secretaria de Educação do Estado (Seduc) também está sendo feita. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Ceará (Sebrae-CE) é outro parceiro na solução desse gargalo, ressaltou Ribeiro.

No segundo semestre do ano passado a Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) deu inicio ao Projeto São José III. No pacote, com investimentos de R$ 12,4milhões, do governo do Estado e do Banco Mundial, mais de 1,6 mil famílias estão sendo beneficiadas com convênios de projeto produtivo e assessoria técnica. Nesta fase, o Projeto contempla 29 convênios de apicultura e de outras culturas, atendendo 40 comunidades de 33 municípios.

Red; DN


Russas CE - ofertas de emprego


PROFESSOR DE ADMINISTRAÇÃO
PROFESSOR DE DISCIPLINAS PEDAGÓGICAS
PROFESSOR DE LÍNGUA PORTUGUESA
PROFESSOR DE TÉCNICAS DE ENFERMAGEM
PROFESSOR PRÁTICO NO ENSINO
PROFISSIONALIZANTE
TÉCNICO DE ENFERMAGEM DO TRABALHO
VENDEDOR INTERNO
VENDEDOR PORTA A PORTA
VENDEDOR PORTA A PORTA
VENDEDOR PRACISTA

SINE/IDT de Russas  localizado à Av. Cel. Araújo Lima, 1458-A – Centro.   Atendimento ao Público - 08:00 às 14:00

Blog; Erivando Lima