-->

25 de novembro de 2016

Jovem de 16 anos é feito de “escudo humano” e morre baleado em Senador Pompeu

Segundo informações da polícia um jovem de apenas 16 anos foi alvejado com um tiro na cabeça e não resistiu aos ferimentos.

O fato aconteceu por volta das 20 horas da última quinta-feira, 24, no bairro Alto do Cruzeiro. De acordo com informações um indivíduo identificado como “Pitoinho” teria comprado drogas em uma boca de fumo e o traficante achou que ele teria entregue a boca.

Quando Pitoinho de deslocava em companhia da vítima foi abordado por quatro homens em duas motocicletas que começaram a atirar. Para não morrer ele se agarrou com a vítima que foi feita de “escudo humano”.

Em virtude da viatura de Senador Pompeu encontrar-se em outra ocorrência de homicídio, foi acionado a composição de Milhã, chegando no local e se deparou com a vitima agonizando com uma perfuração na cabeça, a composição socorreu a vítima para o Hospital Municipal de Senador Pompeu, mas ela não resistiu ao ferimento e veio a óbito.

O rabecão foi acionado para adoção dos procedimentos cabíveis. Posteriormente, as composições de Senador Pompeu fizeram diligenciam no sentido de localiza e prende os acusados, mas não obtiveram êxito até o presente momento.

Monólitos Post

Agência bancária é explodida durante tentativa de assalto em Jaguaribara

Uma agência bancária do Banco do Brasil da cidade de Jaguaribara, distante 219 quilômetros de Fortaleza, foi explodida por um bando na madrugada desta sexta-feira (25) em tentativa de assalto.

Para realizar a ação, a quadrilha sitiou a cidade de Jaguaribara. Segundo a Polícia Militar, enquanto uma parte do grupo fazia o ataque ao banco, outra trocava tiros com policiais do destacamento da cidade.

Apesar da explosão, os assaltantes não conseguiram abrir o cofre. Eles fugiram em, pelo menos, três veículos: um Fiat Uno, que foi encontrado queimado nas proximidades da Ponte do Rio Jaguaribe; uma caminhonete L200, a qual possuía queixa de roubo; e na CE-269, próximo ao Sítio Areias, uma moto Honda XRE 300 cilindradas também com queixa de roubo.

A PM encontrou, junto à moto, uma pistola calibre 320 com 20 munições intactas. Informações da Polícia constam ainda que os criminosos contaram com apoio de outros suspeitos em 4 motocicletas.

Uma força-tarefa com policias das cidades de Russas e de Jaguaribe foi montada para tentar prender os suspeitos.

Quatro homens são presos por roubar transportadora em Fortaleza

Quatro homens foram presos minutos após roubarem uma transportadora localizada no km 13 da BR-116, em Fortaleza, na noite da última quinta-feira (24). De acordo com o proprietário da empresa, a carga roubada - que foi recuperada por inteiro na ação policial - está avaliada em R$ 700 mil, mas a contagem ainda está sendo feita pela Polícia na manhã desta sexta (26), de acordo com o titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), Fernando Cavalcante.

O bando adentrou no prédio da empresa sem dificuldades e levou eletrodomésticos como televisões, geladeiras, máquinas de lavar roupa, ar-condicionados e micro-ondas, que foram colocados em um caminhão baú, além de uma grande quantidade de pneus, que foram alocados em outro automóvel do mesmo tipo. Os dois veículos também eram da transportadora.

Através de informações recebidas pela Ciops, policiais militares do Comando Tático Motorizado (Cotam) se deslocaram para Rua Almir Reis Cruz, no município de Horizonte, onde estava sendo realizado o descarregamento dos caminhões em uma residência. No local, a Polícia prendeu em flagrante Gilmarcos Mendes da Silva, 21, e apreendeu uma espingarda calibre 12, que teria sido utilizada no roubo.

Duas viaturas do Cotam seguiram a operação em busca dos outros suspeitos e chegaram a Francisco Jefferson Gomes, 21, Carlos Bruno Fernandes de Oliveira, 21, e William Soares de Sousa, de idade não identificada, que também foram presos em flagrante.

Os presos foram levados à DRFVC, no bairro Maraponga, na Capital, onde foi instaurado o inquérito contra os membros da quadrilha detida e será realizada a investigação sobre o caso.

Diário do Nordeste

Mulher é morta pelo companheiro em Senador Pompeu

Senador Pompeu. Um crime de feminicídio chocou a população deste Município do Sertão Central. O fato aconteceu no inicio da noite da última quinta-feira (24). De acordo com as informações da Polícia, Brena késya Alves de Almeida, 24 anos, foi morta a facadas na frete da própria mãe. O acusado seria o companheiro a vítima.

O crime aconteceu em uma estrada da zona rural do município que leva ao Inchui, no distrito de Codia, onde a vítima morava. Populares informaram à Polícia que Brena havia saído de casa em uma moto com a mãe Maria Aparecida Alves de Almeida, no início da noite. O companheiro de Brena, identificado como Antônio Vildamar, seguia as duas em outra moto, logo atrás.

Ao perceber que estava sendo seguida, Brena teria passado a discutir com o homem. Ele teria derrubado a moça e a mãe da moto, e passado a entrar em luta corporal com a companheira e logo em seguida ele golpeia a vítima com duas facadas, uma do pescoço e outra no abdomem. Brena morre na hora. Com a queda, a mãe de vítima teria quebrado o braço e não teria conseguido conter Vildamar, que fugiu em seguida.

A pericia e o rabecão foram acionados para adoção dos procedimentos cabíveis. As composições de Senador Pompeu de Piquet Carneiro fizeram diligenciam no sentido de localiza e prende os acusados, mas não obtiveram êxito até o presente momento.

Diário do Nordeste

PF e PRF apreendem 104Kg de cocaína dentro de caminhonete em Itaitinga

Um homem de 56 anos foi preso, ontem, em posse de 104Kg de cocaína que estavam escondidos no fundo falso da caçamba de uma caminhonete S-10. José Rafael Filho foi interceptado no Km-19 da BR-116, na altura do Município de Itaitinga, durante uma operação conjunta das Polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF). Conforme a PRF, o suspeito é de Goiás. Ele é pai de um policial militar e de agente penitenciário (Estado não divulgado) e contou que fazia transporte de drogas há três anos.

No momento em que abordado, José Filho chegou a negar que trazia drogas consigo. No entanto, os policiais iniciaram a vistoria no veículo e ele confessou a posse dos entorpecentes. Em uma espécie de gaveta estavam os mais de cem quilos de cocaína; uma parte em pasta-base e outra pronta para consumo.

"A versão dele é que estava há quatro dias na estrada. Saiu de Goiás, pegou a droga na Bahia e iria entregar aqui no Ceará. Não revelou quem entregou a droga na Bahia, nem quem receberia aqui. Ele conta também que já teve outras vezes em Fortaleza para entregar cocaína e que há três anos faz essas viagens", afirmou um policial rodoviário federal, que participou da operação e preferiu não se identificar.

O suspeito declarou ser operador de guindaste e revelou que receberia R$ 10 mil por cada transporte de droga. A Polícia está averiguando se as informações prestadas por ele são reais.

O agente da PRF que conversou com a reportagem declarou que o compartimento em que a droga foi encontrada estava completamente cheio. "Provavelmente ele viajava com carregamentos completos, o que é muita droga", afirmou.

A documentação do veículo e a de José Filho estavam todas corretas. A caminhonete estava no nome dele, com a documentação em dia, assim como sua Carteira de Habilitação. Além disso, não havia nenhum mandado de prisão ou autuação na Polícia contra ele. "É uma maneira de não levantar suspeitas. Até o carro estava no nome dele. Estava tudo certo e isso é uma forma de tentar despistar a Polícia. Como ele nunca tinha sido pego, também não tinha nenhuma ressalva quanto a isso", declarou o policial rodoviário federal.

Prejuízo

O delegado Regional Executivo da Superintendência da Polícia Federal no Ceará, Daniel Coraça Júnior, ressaltou o prejuízo que a apreensão representa. Segundo ele, com a perda da carga cerca de R$ 2 milhões deixarão de ser arrecados pelos traficantes. "A apreensão representa um prejuízo de muito dinheiro que financiaria o tráfico. Parte desses 100Kg ainda seria dissolvida e eles conseguiriam fazer de quatro a cinco vezes mais. Essa droga apreendida poderia render cerca de meia tonelada no varejo", explicou Daniel Júnior.

O delgado disse, também, que as informações que chegaram à PF e foram repassadas à PRF, davam conta somente dos dados dos veículo em que a droga estava. Porém as investigações sobre o caso serão aprofundadas pela Delegacia de Repreensão a Entorpecentes (DRE) da PF, no sentido de descobrir de onde a droga partiu e qual seu destino exato, incluindo a identificação dos operadores do esquema de tráfico.

Diário do Nordeste