-->

21 de outubro de 2016

Sacrário da igreja de Tianguá é roubado com hóstias dentro

Bispo da Diocese de Tianguá diz que o roubo de um objeto sagrado constitui uma ofensa grave a Deus e um profundo desrespeito à fé católica ( Divulgação )
Apesar de não ter muito valor material, tendo em vista que não é feito de ouro ou possui pedras preciosas, o sacrário - lugar onde se guarda objetos sagrados - da Igreja Matriz de São Pedro, em Tianguá, foi roubado na última quarta-feira (19). De acordo com o padre Adriezio da Silva Lima, assessor da pastoral de comunicação da Diocese de Tianguá, criminosos arrombaram a paróquia, levaram o item, além de outros objetos. A Polícia Civil investiga o caso.

Em nota, o bispo da Diocese de Tianguá, Dom Frei Javier Hernández Arnedo, lamentou o ocorrido e disse que o sacrário continha âmbulas com hóstias consagradas. "Sabemos que o sacrário não é um cofre e tão pouco é de ouro. Porém, na sua fragilidade, guarda o que há de mais precioso em nossa fé: a Eucaristia. Não lamentamos, evidentemente, a perda dos objetos em si, mas a agressão cometida ao Santíssimo Sacramento, que para nós é a presença real de Jesus, centro e ápice de nossa vida cristã", destacou o pastor diocesano.

Arnedo destacou que espera que os responsáveis sejam punidos. Conforme diz, não se pode admitir "que a violência e a insegurança se sobreponham a determinados princípios e valores que constituem a base para o bem-estar social. 

Ofensa grave

O bispo da Diocese de Tianguá disse também que o roubo de um objeto sagrado constitui uma ofensa grave a Deus e um profundo desrespeito à fé católica. "Quem joga fora as espécies consagradas, ou as subtrai ou conserva para fim de sacrílego, incorre em excomunhão “latae sententiae” reservada à Sé Apostólica. 

Diário do Nordeste

Contas da prefeitura de Paramoti são bloqueadas

Servidores se concentraram em frente ao fórum para falar com o juiz da cidade, na terça (Fotos: VC Repórter)
Paramoti. O juiz substituto titular da Comarca Vinculada deste Município do Sertão Central, Saulo Belfort Simões, determinou aos gerentes da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, o bloqueio das contas da prefeitura da cidade. O bloqueio é feito como medida cautelar para que a gestão possa realizar o pagamento dos servidores.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Paramoti (Sindsemp), Emanuela Mesquita, o pedido do bloqueio de contas para que a prefeitura pudesse pagar os funcionários, foi feito pelo Sindicato. A decisão foi protocolada na última quarta-feira (19).

Na ação civil publica requerida pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), a comarca da cidade pede o “bloqueio de todos os valores e receitas bancárias do município, sobre os recursos em disponibilidade e outros que lhe sobrevierem, inclusive oriundos do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) e Fundebe (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), até o percentual de 70%, para utilização exclusiva de pagamento de salários atrasados dos servidores públicos municipais”.

Sem salário

Conforme o Sindsemp cerca de 500 trabalhadores estão há 81 dias sem receber o pagamento. Com o atraso a categoria resolveu decretar greve geral em assembleia realizada na última terça-feira (18). O atraso tem gerado um caos na economia da cidade e os servidores têm passado por situações preocupantes, como conta Manuela. “Tem servidor passando fome. Tem servidor para ser despejado porque mora de aluguel. Está um caos! É difícil receber servidores chorando porque não tem de onde tirar. É a única fonte de renda deles”, conta ela.

Na última terça, após assembleia, a categoria se reuniu no fórum da cidade e pediu que o juiz tomasse providencias para resolver a questão.

Ação do MPCE

Em outubro, o prefeito do município Samuel Boyadjian foi alvo de uma denúncia feita pela Procuradoria dos Crimes Contra a Administração Pública (Procap) MPCE, ao Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) por ultrapassar o limite estabelecido por lei, do valor a ser gasto com o pagamento de funcionários contratados e por nomear servidores públicos contra expressa disposição da lei.


Entre janeiro e abril deste ano, conforme a denúncia, os gastos com a folha de pagamento teriam chegado a 74,87%, valor classificado como “astronômico” pelo MPCE. As ações ferem a Lei de Responsabilidade Fiscal.

DN

Em 13 anos, 199 servidores federais no CE foram expulsos

Principal motivo é a prática de atos de corrupção ( FOTO: Reprodução )
O Ceará atingiu a marca de 199 servidores públicos federais expulsos em 13 anos. Os motivos variam de corrupção a "agir de forma desidiosa", que, entre outras palavras, pode ser entendido como preguiça. Os dados são do relatório mais recente do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU).

De acordo com as informações obtidos pelo Diário do Nordeste, o relatório do Governo Federal registra que, de 2003 a setembro de 2016, já foram aplicadas 169 demissões, 21 cassações de aposentadorias e 9 destituições de ocupantes de cargos em comissão, que são atividades contrárias à Lei nº 8.112/1990 (Regime Jurídico dos Servidores). Os dados não incluem empregados de estatais, a exemplo da Caixa Econômica, dos Correios, da Petrobras.

O principal fundamento das expulsões foi a comprovação da prática de atos relacionados à corrupção, com 140 das penalidades aplicadas ou 67,7% do total. Já o abandono de cargo, a falta de assiduidade ou o acúmulo ilícito de cargos fica em segundo com 45 casos. Além disso, um dado que chama atenção é o número de expulsões por conta de procedimentos desidiosos, que pode ser entendido como preguiça ou desleixo: 6 no total.

Ranking por pasta

No Ceará, o maior número de punições por pasta foi registrado no Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), pasta criada em 2004 para tratar a superação da pobreza e da fome no País.

Foram 74 expulsões em mais de uma década, sendo o ano de 2012 o que teve maior número de casos.

Ranking por Estado

Apesar do grande número de expulsões, o Ceará não está entre os Estados com os maiores registros. No topo do ranking está o Rio de Janeiro, com 1.052 punições; o Distrito Federal em segundo, com 746; e São Paulo com 640 no ranking dos últimos 13 anos.

Com 199 punições, o Ceará encontra-se em 11º. No Nordeste, o Estado ficou atrás somente de Pernambuco (229) e Bahia (222).

Impedimentos

Os servidores apenados, nos termos da Lei Ficha Limpa, ficam inelegíveis por oito anos. A depender do tipo de infração cometida, também podem ficar impedidos de voltar a exercer cargo público. Em todos os casos, as condutas irregulares ficaram comprovadas após condução de Processo Administrativo Disciplinar (PAD), conforme determina a Lei nº 8.112/1990, que garantiu aos envolvidos o direito à ampla defesa e ao contraditório.

Diário do Nordeste

Presa quadrilha que roubou carga com mais de R$ 1 milhão em celulares

A Polícia encontrou celulares, uma pistola com numeração raspada e um aparelho para bloquear sinais de rastreadores de caminhão. ( Foto: Nícolas Paulino )
Uma quadrilha especializada no roubo de cargas em Fortaleza e Região Metropolitana foi presa por equipes da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), na manhã da última quinta (20). Segundo a Polícia, o grupo é responsável por cerca de 15 roubos de cargas nos últimos 3 meses. O maior deles ocorreu no dia 7 de outubro, quando uma carga de celulares avaliada em mais de R$ 1 milhão foi levada de uma transportadora do bairro Serrinha, na Capital.

Na manhã de ontem, os policiais receberam denúncias de três homens com atividades suspeitas na Pajuçara, distrito de Maracanaú. Na abordagem, descobriram que um dos homens era Antônio Fernandes de Amorim Filho, mais conhecido como "Fei", apontado como chefe da quadrilha.  Dentro do veículo, os policiais encontraram um "jammer", aparelho utilizado para bloquear o sinal de rastreadores de veículos de carga.

Na residência de Fei, os policiais também encontraran uma pistola Ponto 40 com numeração raspada. Ele tinha dois mandados de prisão em aberto por roubo de carga. A Polícia acredita que outros envolvidos nas ações do grupo serão identificados e localizados nos próximos dias.

Presos:

Antônio Fernandes de Amorim Filho, o "Fei", 30;

Pedro Ítalo Fernandes Vasconcelos, o "Gordão", 20;

Gilberto Araújo da Silva, o "Gordinho", 20;

José Bezerra da Silva, o "Nego Sousa", 46.

Diário do Nordeste

Cantores sertanejos e de forró são proibidos de ostentar na web após ação da PF

Artistas do forró e da música sertaneja foram proibidos de ostentarem nas redes sociais. A determinação dos empresários dos músicos ocorreu após a banda Aviões do Forró ter deposto na Polícia Federal sob a acusação de fraude de R$ 500 milhões no Imposto de Renda.

Com isso, os artistas não vão mais poder exibir em redes sociais fotos de suas mansões, seus carros de luxo e de viagens milionárias. De acordo com a publicação, os empresários se mostraram apreensivos após a operação da PF, batizada de For All, realizada no começo da semana. A ação inclui ainda empresas das áreas de eventos e shows e investiga esquemas de sonegação, fraudes no IR e esquemas de lavagem de dinheiro.

Em um primeiro momento, mais de R$ 300 milhões não declarados foram identificados e a Justiça Federal decretou a apreensão de veículos e o bloqueio de imóveis das pessoas investigadas.

Neymar também foi alvo de investigação

Em março de 2014, o atacante do Barcelona viu o seu nome no centro de uma polêmica, através da sua empresa N&N Consultoria Esportiva e Empresarial para investigar a movimentação de R$ 115 milhões entre 2011 e 2014. As investigações começaram pela Receita Federal depois que a família de Neymar afirmou ter recebido R$ 22,4 milhões pelo empréstimo para que o jogador não assinasse com nenhum clube a não ser o Barcelona ao deixar o Santos.

Há três anos, a N&N embolsou mais de R$ 76,4 milhões e em outubro de 2014, mais R$ 16,2 milhões. Neymar e o pai acabaram suspeitos de sonegação fiscal e falsidade ideológica. O atleta foi culpado por sonegação e a multa, em março deste ano, foi estimulada em quase R$ 189 milhões. Já Messi também por sonegação recebeu uma pena de 21 anos, mas acabou não sendo preso.

Homem é preso após agredir fisicamente companheira em Russas

Uma ocorrência de violência doméstica resultou na prisão de um homem na noite desta quinta-feira, 20, em Russas. 

José Haroldo Alves de Oliveira, de 48 anos, natural de Guaiúba (CE), foi preso acusado de agredir a socos e pontapés sua companheira de 45 anos. O crime ocorreu na Travessa João Nogueira da Costa, bairro Guanabara.

O acusado foi conduzido à Delegacia Regional de Russas (CE), onde foi autuado na lei Maria da penha, por violência doméstica e no art. 129  parágrafo  9º do CPB (Ofender a integridade corporal ou a saúde de outrem). A vítima recebeu atendimento médico, pois teve diversos socos e pontapés desferidos no rosto e na boca.

Com Informações do 1ºBPM

PF cumpre mandados no Senado Federal e prende policiais legislativos

A Polícia Federal cumpre na manhã desta sexta-feira (21) mandados no Senado Federal. Segundo o jornal Estado de São Paulo, pelo menos 4 policiais legislativos foram presso por atrapalhar investigações.

Entre ele está o chefe da Polícia Legislativa, Pedro Carvalho Oliveira, conduzido coercitivamente, ainda de acordo com a publicação. Oliveira é homem de confiança do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Os agentes de segurança do Senado estariam dando apoio a a senadores alvo de investigações da Procuradoria-Geral da República.

Ainda há poucos detalhes sobre a ação que ocorre dois dias após a prisão do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e um dia após as revelações de denúncias contra o Senador e ex-presidente Fernando Collor (PTC-AL).

Diário do Nordeste

Homem tem celular e dinheiro tomados de assalto na Lagoa Vermelha em Russas

Homem é vítima de assalto a mão armada, na manhã desta quinta-feira, 20, na localidade de Lagoa Vermelha, zona rural de Russas (CE).

A vítima, um homem de 30 anos, informou que trafegava numa estrada carroçável, nas proximidades da Empresa Agro Paulo, quando por volta das 07h00, dois indivíduos, armados de pistola, trafegando em uma moto Honda 150, de cor vermelha, placa não anotada, o abordaram e anunciaram o assalto, tomando todo o seu dinheiro, quantia aproximada de R$ 100,00 em espécie, juntamente com seu celular da marca Samsung J7, de cor dourada, em seguida fugindo tomando rumo ignorado.

A Polícia foi acionada, realizou rondas em toda área no sentido de identificar, recuperar e prender os acusados, mais até exato momento nada foi encontrado.

Com Informações do 1ºBPM