-->

23 de maio de 2016

Fórum de Nova Olinda é arrombado e depredado


O Fórum Doutor Leônidas Ferreira de Sousa, localizado no Centro de Nova Olinda, foi arrombado e depredado na madrugada desta segunda-feira, 23. Pichações da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foram deixadas no local.

De acordo com informações do Destacamento da Polícia Militar (PM) do município, o vigilante do Fórum, que deveria fazer a segurança no horário do ataque, faltou ao trabalho e foi considerado suspeito pela Polícia Civil. Ele foi detido por volta das 12h desta segunda e encaminhado à Delegacia Regional do Crato para prestar depoimento.

Computadores e processos de salas do Fórum foram danificados, segundo a PM. Ainda não se sabe quantas pessoas participaram da ação criminosa.

 O Povo Online

Temer é recebido no Senado aos gritos de 'golpista'

Michel Temer - ao lado de Renan Calheiros e Henrique Meirelles - teve recepção hostil no Senado nesta segunda-feira (23), quando entregou a previsão da nova meta fiscal para 2016 ( Foto: AFP )

O presidente interino, Michel Temer, foi recebido aos gritos de "golpista" por deputados do PT assim que chegou ao Senado nesta segunda-feira (23). Ele se reúne com o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), para entregar ao Congresso a nova previsão da meta fiscal com um deficit primário de R$ 170,5 bilhões.

Esperado para chegar junto com Temer, o ministro do Planejamento Romero Jucá adentrou o gabinete de Renan minutos depois. A estratégia foi adotada para evitar que Temer aparecesse junto a Jucá nas imagens captadas por jornalistas. O ministro Henrique Meirelles (Fazenda) chegou por último.

Os deputados Paulo Pimenta (PT-BA) e Moema Gramacho (PT-BA) conseguiram acesso à área reservada para a passagem de Temer. Com cartazes em que comparam Jucá ao ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS), eles pediam que Jucá fosse submetido ao Conselho de Ética do Senado.


"Temer, Cunha e Jucá, cadeia neles já", gritaram também.

Diário do Nordeste

Soldado do Exército é preso após roubar celular de Policial Militar


Um soldado do Exército Brasileito (EB) e um comparsa foram presos logo após roubarem o aparelho celular de um policial militar no bairro Parangaba, em Fortaleza, na noite do último domingo (22). 

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a vítima foi abordada pela dupla na Avenida Godofredo Maciel. Para cometerem o crime, os infratores usaram uma motoneta Shineray de cor preta, que foi apreendida. O próprio policial militar vítima do roubo conseguiu render a dupla, com apoio de outros PMs, acionados via Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). 

O soldado do EB, Avelck Matheus Nunes de Sousa, 19, e Antonio Felipe de Oliveira Alves, 19, foram detidos em flagrante e levados ao 11º DP (Pan Americano). Após a realização do procedimento policial, o soldado Avelck foi conduzido ao Quartel do Exército.

Diário do Nordeste

Prefeito de Juazeiro do Norte articula vinda de Michel Temer ao Cariri


Juazeiro do Norte. O prefeito deste município, Raimundo Antônio de Macêdo (PMDB), falou com exclusividade ao blog Diário Cariri, do Diário do Nordeste, sobre a possível vinda do presidente em exercício Michel Temer (PMDB) à região. De acordo com Raimundão, como o político é conhecido, “uma reunião na próxima semana deve selar a vinda de Michel ao Cariri”. O gestor municipal viaja para o Distrito Federal na próxima terça-feira, 31, onde se reunirá com o presidente.

“Nossa intenção é que ele [Michel Temer] possa fazer a entrega das moradias do programa Minha Casa Minha Vida, em Barbalha”, acrescentou Raimundão. Para que a visita possa ocorrer, as obras do empreendimento Pedro Raimundo da Cruz, situado no Barro Branco, em Barbalha, devem ser intensificadas. “Se a obra for finalizada, acredito que ela possa vir até o dia 30 de junho”, finalizou Raimundo.

A obra está 90% concluída. Ao todo, 600 moradias serão entregues à famílias já sorteadas em dezembro do ano passado. Última visita

A última visita de um presidente da república à Juazeiro do Norte aconteceu há menos de três semanas, em 06 de maio. A então presidente Dilma Rousseff (PT) desembarcou no aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro, antes de seguir viagem para Cabrobó (PE), onde visitou as obras da Transposição do Rio São Francisco.

Dilma quebra protocolo e é ovacionada no aeroporto de Juazeiro do Norte

A petista foi recepcionada por centenas de pessoas no saguão do aeroporto. Dilma esteve acompanhada do Governador Camilo Santana (PT), do líder do Governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT) e de outras autoridades políticas.

Diário do Nordeste

Mulher tem quase um salário mínimo e seu celular tomados de assalto em Russas

Nesta segunda-feira, dia 23, por volta das 08h00min, nas proximidades da UPA, Russas-CE, foi vítima de roubo uma mulher de 36 anos, quando foi surpreendida por dois indivíduos que trafegavam em uma motocicleta de cor preta, que subtraiu da vítima R$ 780,00 (setecentos e oitenta reais), um aparelho de celular da marca BLUE, e logo fugiram tomando rumo ignorado. Os PM atenderam a ocorrência e se encontram em diligências.

Com Informações do 1ºBPM

Homicídio a bala no Sitio Canto em Russas

Nesta segunda, dia 23, por volta das 20h30min, no Sítio Canto, próximo a Cerâmica do Mauricio Martins, zona rural de Russas-CE, foi vítima de homicídio a bala FRANCISCO LINDOMAR PEREIRA DA SILVA, vulgo ‘NEGUIM’, 40 anos, natural de Quixeré-CE, solteiro, residente no Sítio Pitombeira, zona rural de Russas-CE, quando foi surpreendido por dois indivíduos que trafegavam em uma motocicleta (mais dados não informados), que efetuaram vários disparos de arma de fogo, vindo atingir o mesmo que teve morte imediata. Os PM atenderam a ocorrência e se encontram no local resguardando o corpo até a chegada do Rabecão e Pericia. Vale salientar que a vítima já respondia pelos Art’s 298, 307, 331 e 334.

Com Informações do 1ºBPM

Homem é assassinado a facadas após discussão em Itaiçaba


Neste domingo, dia 22, por volta das 18h30min, na localidade de Tabuleiro do Luna, zona rural, foi vítima de homicídio a faca Carlos Santos Marques, 38 anos, natural de Aracati-CE, o qual participava de uma bebedeira quando foi atingido por quatro perfurações, uma delas no peito esquerdo após uma discussão banal, tendo a vitima morte no local.  O suspeito do crime identificado apenas como “Coelho” fugiu e até o momento não foi encontrado pela polícia.

Com Informações do 1ºBPM

Fuga de presos da Cadeia Pública de Tabuleiro do Norte


Neste domingo, dia 22, por volta das 10h40min, na Cadeia Publica, foi constatado a falta de dois detentos: Hildegardes de Sousa Gois, vulgo “Dega”, que responde por crime de homicídio, e Ulisses Oliveira Dos Santos, que responde por crime de roubo. Os detentos fugiram por um buraco no teto da cela por onde tiveram acesso a parte externa da cadeia, e até o momento não foram recapturados.

Com Informações do 1ºBPM

Homem é executado a bala em Tabuleiro do Norte


Neste sábado, dia 21, por volta das 18h30min, no Sítio Juazeiro, zona rural, foi registrado um homicídio à bala tendo como vitima: Francisco José Leandro Da Silva,  vulgo “Painho”, 35 anos, Natural de Cajazeiras/PB, o qual segundo informações tinha passagens pela polícia por roubos. De acordo com populares, o crime foi praticado por dois homens que chegaram no local em uma motocicleta Fan de cor vermelha e efetuaram vários tiros contra a vítima, possivelmente de pistolas calibres .40mm e 380mm, e se evadiram em seguida tomando rumo ignorado.

Com Informações do 1ºBPM

Ceará já tem 915 casos confirmados de febre chikungunya em 2016


O Ceará já tem 915 casos de febre chikungunya confirmados em 2016, de acordo com Boletim Epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (20) pela secretaria de Saúde do Estado (Sesa). Dos 3.930 casos suspeitos notificados no período, 416 (10,6%) casos foram descartados e 2.599 (66,1%) seguem em investigação. Assim como a dengue, vírus da zika, febre amarela e síndrome de Guillain Barré, a febre  Chikungunya é transmitida pelo vírus Aedes aegypti.

O boletim mostra que a maioria dos casos confirmados ocorreu em adultos, predominantemente na faixa etária de 51 a 60 anos. A doença foi identificada em 120 dos 184 municípios cearenses. Desses, os que notificaram ou enviaram amostras ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), 44 (36,7%) tiveram a confirmação de casos de febre de chikungunya. Destacam-se os municípios de Assaré, Campos Sales e Capistrano com maior incidência de casos confirmados, acima de 300 casos por 100.000 habitantes.

A ocorrência de casos da febre chikungunya de forma autóctone no Ceará deu-se em novembro do ano de 2015, com a  confirmação de um caso residente no município de São Gonçalo do Amarante. O segundo caso autóctone ocorreu em Fortaleza, no mês de dezembro de 2015, este associado ao contato com caso confirmado laboratorialmente importado do estado do Pernambuco.

A infecção pelo vírus chikungunya provoca sintomas parecidos com os da dengue, porém mais dolorosos. No idioma africano makonde, o nome chikungunya significa "aqueles que se dobram", em referência à postura que os pacientes adotam diante das penosas dores articulares que a doença causa.

Em compensação, comparado com a dengue, o novo vírus mata com menos frequência. Em idosos, quando a infecção é associada a outros problemas de saúde, ela pode até contribuir como causa de morte, porém complicações sérias são raras, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Por ser transmitido pelo mesmo vetor da dengue, o mosquito Aedes aegypti, e também pelo mosquito Aedes albopictus, a infecção pelo chikungunya segue os mesmos padrões sazonais da dengue. O risco aumenta em épocas de calor e chuva, mais propícias à reprodução dos insetos. Eles também picam principalmente durante o dia.

Diferentemente da dengue, que tem quatro subtipos, o chikungunya é único. Uma vez que a pessoa é infectada e se recupera, ela se torna imune à doença. Quem já pegou dengue não está nem menos nem mais vulnerável ao chikungunya: apesar dos sintomas parecidos e da forma de transmissão similar, tratam-se de vírus diferentes.

Sintomas

Entre quatro e oito dias após a picada do mosquito infectado, o paciente apresenta febre repentina acompanhada de dores nas articulações. Outros sintomas, como dor de cabeça, dor muscular, náusea e manchas avermelhadas na pele, fazem com que o quadro seja parecido com o da dengue. A principal diferença são as intensas dores articulares.

Em média, os sintomas duram entre 10 e 15 dias, desaparecendo em seguida. Em alguns casos, porém, as dores articulares podem permanecer por meses e até anos. De acordo com a OMS, complicações graves são incomuns. Em casos mais raros, há relatos de complicações cardíacas e neurológicas, principalmente em pacientes idosos. Com frequência, os sintomas são tão brandos que a infecção não chega a ser identificada, ou é erroneamente diagnosticada como dengue.


Não há um tratamento capaz de curar a infecção, nem vacinas voltadas para preveni-la. O tratamento é paliativo, com uso de antipiréticos e analgésicos para aliviar os sintomas. Se as dores articulares permanecerem por muito tempo e forem dolorosas demais, uma opção terapêutica é o uso de corticoides.

G1/CE

Mais uma turma do Batalhão de Divisas é formada para atuar nas fronteiras do Estado


A Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE) realizou na última sexta-feira (20), o encerramento do Curso de Policiamento de Divisas (CPD/2016). Agora, são mais trinta e sete policiais habilitados para atuar no Batalhão de Divisas da Polícia Militar, operando em ocorrências de combate ao tráfico de drogas, armas e ações contra bancos nos municípios localizados nas fronteiras do Ceará.

O batalhão especializado integra um conjunto de ações do Governo Camilo Santana para ampliar e interiorizar a atuação da Polícia no Estado, e está sendo implantado em três fases. A primeira fase aconteceu em 2015, com o lançamento da 1ª e 2ª companhia, localizadas nos municípios de Limoeiro do Norte (divisa com o Rio Grande do Norte) e Penaforte (divisa com Pernambuco).  Em fevereiro deste ano, mais duas companhias foram instaladas nas cidades de Crateús (divisa o Piauí) e Chaval (também divisa com o estado do Piauí).

De acordo com o comandante do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE), tenente-coronel Paulo Sérgio, a terceira e última fase do programa, deverá ocorrer ainda este ano com a criação da 5ª Companhia, que será sediada em Ipaumirim, no limite do Ceará com a Paraíba, e a 6ª Companhia em Parambu, na divisa com Piauí. “A terceira fase será implantada ainda esse ano, a princípio serão estes 35 homens, mas a expectativa é que 120 profissionais integrem a última fase do Batalhão de Divisas. Com o aumento desse efetivo e a capacitação desse pessoal teremos profissionais mais especializados, mais preparados e com plenas condições de trabalho no interior do Estado, dando apoio a essas regiões mais distantes”, pontua.

A capacitação

O Curso de Policiamento de Divisas teve duração de cinco semanas e cumpriu uma grade curricular de 184 horas/aula. Nesse período, os policiais participaram de aulas teóricas e práticas de atendimento pré-hospitalar, direitos humanos, identificação e abordagem veicular, perícia básica de acidente de trânsito, tiro policial, identificação de material explosivo, armamento e equipamento, patrulha policial rural, instrução tática individual, noções de gerenciamento de crises e treinamento físico militar. Esta é a terceira edição do curso de policiamento de divisas, desde o ano passado mais de 200 profissionais foram capacitados pela AESP para reforçar a segurança das fronteiras do Ceará com outros estados.

Ceará Agora

Quarta e última parcela do IPVA 2016 vence nesta segunda-feira


Vence nesta segunda-feira (23) a quarta e última parcela do IPVA 2016 para quem optou pelo parcelamento do imposto. Este ano, a Sefaz não fez o envio de boletos pelos Correios. Todos os boletos para pagamento estão disponíveis aos contribuintes no site da Secretaria. A rede arrecadadora do IPVA inclui o Banco do Brasil, a Caixa Econômica, o BNB, Bradesco, casas lotéricas e Farmácias Pague Menos.

Como em 2015, o IPVA 2016 poderá ser pago nos cartões de crédito vinculados ao Banco do Brasil ou Bradesco. Em 2016, 100% dos proprietários de veículos no Ceará pagam menos pelo IPVA. A redução média, com relação a 2015, foi de 4,01%, sendo 2.118.445 veículos tributados. A previsão para a arrecadação é de R$ 719,065 milhões, sendo que 50% desse valor pertence ao Tesouro Estadual e os outros 50% serão destinados aos municípios cearenses. Até a terceira parcela, vencida em 25 de abril último, a Sefaz contabiliza um crescimento de 8,55%, em relação a igual período de 2015.

Ceará Agora

Força Nacional tenta conter escalada de violência no Maranhão

Em meio ao caos na Segurança Pública, o governador Flávio Dino solicitou o envio da Força Nacional, que já começa a atuar hoje ( Foto: Agência Brasil )

São Luís. Uma onda de violência tomou conta da região metropolitana da capital maranhense nos últimos dias. Desde quinta-feira, ocorreram 15 ataques a ônibus, destes, sete terminaram com coletivos completamente incendiados, enquanto 25 adolescentes infratores fugiram ontem de uma Unidade de Detenção Provisória. As ações foram praticadas por facções criminosas como reação a dura repressão aos detentos que ocorre no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Em meio a essa situação de caos na Segurança Pública, o governador Flávio Dino (PCdoB) solicitou ao Ministério da Justiça o envio da Força Nacional, que já começa a atuar hoje.

Comando dos ataques

De acordo com o delegado-geral de Polícia Civil do Maranhão, Lawrence Melo Pereira, 128 homens da Força Nacional vão ajudar no combate a violência. Desde o início dos ataques, houve reforço do policiamento na zona rural da região metropolitana, nos pontos finais, nas paradas de ônibus, terminais de integração, nas áreas e bairros mapeados pela demanda de ocorrências.

Nos últimos anos, a Força Nacional também foi convocada pela ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), para combater a violência e também no controle dos detentos de Pedrinhas.

Mais uma vez, os ataques foram comandados de dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas por líderes de facções criminosas. O suposto autor das ordens dos últimos atentados, Eliakim Machado, o "Sadrak", é um dos líderes do Bonde dos 40, uma das quadrilhas mais perigosas em atuação no Maranhão.

Em uma interceptação telefônica feita pela Secretaria de Segurança, Eliakim ordena: "Boa noite meus irmãos da família 40! Tá dado aí um salve geral aí pra tá agarrando os ônibus, de preferência no ponto final, pois não tem ninguém dentro, tá tocando fogo nos ônibus. Mas é pra pegar fogo todinho mesmo os ônibus. Forma de protesto contra a opressão que estamos sofrendo no sistema penitenciário".

A opressão citada pelo detento se refere a forte repressão que a Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária impôs aos prisioneiros, após a morte do auxiliar de agente penitenciário, Gilvan Cordeiro, que foi executado na capital maranhense por membros de facções criminosas.

Para tentar acalmar a população e passar um clima de tranquilidade, Flávio Dino acompanhou pessoalmente na noite de sábado, as operações de policiamento ostensivo. "A polícia está presente para garantir a ordem pública", afirmou o governador.

Policiamento ostensivo

Desde que passou a adotar o policiamento ostensivo, as forças de segurança do Maranhão identificaram e prenderam 38 suspeitos, sendo 21 autuados pelos ataques aos ônibus e outros crimes.

O secretário de Segurança, Jefferson Portela, classificou os atentados como "atos covardes" e que "a força do crime não vai predominar no Maranhão, e todos os autores e mentores dos crimes vão ser identificados".

Ainda de acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública, a partir do governo Flávio Dino, com novas estratégias e apoio dos serviços de inteligência, a polícia alcançou os grandes traficantes, desarticulou quadrilhas locais e interestaduais. Segundo o delegado geral Lawrence Melo, foi gerado um prejuízo de R$ 5 milhões ao narcotráfico. De uma única vez, apreendeu R$ 500 mil em entorpecentes vindos do Mato Grosso do Sul.

Diário do Nordeste

Ceará registra 74 mortes por Aids no primeiro trimestre deste ano

Cerca de 18 mil pessoas vivem com HIV e Aids em todo o Ceará, e a grande demanda superlota as unidades especializadas ( Foto: Thiago Gadelha )

Uma doença que não está estampada no rosto de quem vive com ela. Assim é a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids), cujo vírus causador, o HIV, ataca as células responsáveis pelo sistema imunológico, encarregado de defender o organismo de patologias. Com a guarda baixa, doenças oportunistas podem se desenvolver e levar a pessoa à morte. Segundo a Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa), só no primeiro trimestre de 2016, 74 óbitos por Aids já foram registrados no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde.

O último boletim epidemiológico da Sesa registra que, entre 1980 e 2014, 4.916 pessoas morreram no Ceará por conta da doença. Além dos óbitos, o surgimento de novas ocorrências também preocupa. Segundo a Sesa, foram notificados 8.145 casos nos últimos nove anos, e mais 124 de janeiro até 14 de maio deste ano. No boletim divulgado pela Secretaria em 19 de fevereiro, haviam sido notificados apenas nove casos e nenhum óbito.

Existem, hoje, 24 Serviços de Assistência Especializada em HIV/Aids (SAE) em 11 municípios do Ceará. As unidades dispõem de equipes multiprofissionais em saúde, compostas por médico infectologista, enfermeiro e, em alguns serviços, assistente social e psicólogo. Além da realização de testes para detecção do HIV e sífilis, elas ofertam outros exames necessários ao acompanhamento do paciente e a dispensação de medicamentos antirretrovirais.

Na Capital, funcionam sete SAEs criados desde 2006 sob responsabilidade do Município, e outros dois mantidos em parceria com universidades privadas. A rede municipal conta ainda com o suporte do Hospital Universitário Walter Cantídio, de gestão federal, e do Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e Hospital São José, ambos estaduais. Em média, juntos, eles atendem a cerca de 6 mil pessoas somente da cidade de Fortaleza.

Conforme Fabiana Sales, coordenadora da Área Técnica de DST/Aids e Hepatites Virais da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o primeiro caso de Aids na cidade foi notificado em 1983. Desse período até 2015, foram quase 12 mil notificações, na razão de três homens para cada uma mulher. Além disso, os dados indicam que os casos de infecções pelo HIV têm aumentado entre jovens de 15 a 24 anos.

"Seguindo a tendência nacional, em Fortaleza, a epidemia de Aids está concentrada nas populações chaves, como a que vive em situação de rua, profissionais do sexo, pessoas privadas de liberdade, gays, travestis e homens que fazem sexo com homens (HSH), mas isso não significa dizer que as pessoas heterossexuais estão livres da epidemia. Qualquer pessoa, independentemente de orientação sexual ou situação econômica, pode adquirir o vírus do HIV, se não incluir no seu dia a dia as medidas de prevenção", afirma.

No entanto, para Vando Oliveira, coordenador da Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/Aids no Ceará (RNP+CE) e secretário Nacional de Articulação Política da RNP+Brasil, o serviço assistencial fornecido pelo Estado ainda está longe do ideal. Para ele, a pessoa com HIV só pode viver bem com a prestação de bons serviços, mas, na realidade, são verificados problemas até mesmo no repasse de medicamentos importantes.

Remédios

"Desde abril, alguns antirretrovirais do coquetel do HIV estão faltando. Essa falta é um complicador muito forte porque dois desses remédios, o Duronavir e o AZT oral, não podem ser substituídos. Isso influencia muito no maior adoecimento das pessoas que já estão no uso deles e ficam sem", afirma.

Segundo Vando, cerca de 18 mil pessoas vivem com HIV e Aids em todo o Ceará, e a grande demanda superlota as unidades especializadas. "Além de terem poucos ambulatórios, são poucos médicos especialistas também. Quando fui diagnosticado com HIV, há 20 anos, eu tinha atendimento uma vez por mês. Hoje, é uma vez a cada quatro meses", diz. Fabiana Sales, da SMS, afirma que o Hospital São José já não está mais recebendo casos novos de Fortaleza por conta dos pacientes vindos do Interior do Ceará. Segundo ela, a oferta de testes rápidos do HIV cresceu, mas não se ampliou efetivamente a rede de atendimento. "As pessoas que não têm acesso ao tratamento acabam migrando para o município de Fortaleza, seja nos serviços municipais, estaduais ou federal", acrescenta a gestora

Ela admite que, atualmente, existem poucos especialistas para a demanda no Ceará, mas que essa realidade é vivenciada em todo Brasil e não é exclusiva na especialidade de infectologia. Com relação aos medicamentos, ela afirma que são adquiridos pelo Ministério da Saúde e distribuídos gratuitamente, mas alguns problemas pontuais na logística acontecem e atrasam a distribuição.

A Sesa informou que, dos 38 itens de medicamentos antirretrovirais repassados pelo Ministério da Saúde ao Sistema Único de Saúde (SUS), apenas um, o Darunavir, que impede a produção de novas cópias de células infectadas com HIV, estava em falta na última quinta-feira (18). Somente no Hospital São José, 4 mil pacientes com HIV fazem tratamento com antirretrovirais. A Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/Aids enviou, no último dia 16, uma carta aberta ao novo ministro da Saúde, Ricardo Barros, declarando que a comunidade vivendo com HIV e Aids não compartilha da ideia de que a epidemia de Aids esteja "estável" e "controlada" no Brasil, como sugerem as comunicações oficiais. Para ela, esse tipo de divulgação "desmobiliza ações de saúde na prevenção e assistência, provoca o desfinanciamento das ações de saúde e amplia a exclusão dos serviços públicos de saúde".

No texto, a Rede pede a manutenção e a melhora do diálogo com as pessoas vivendo com HIV e Aids em todo o Brasil e a garantia dos direitos delas como cidadãs, tanto na prevenção como na assistência biopsicossocial. Para ela, dada a gravidade da epidemia, torna-se necessária a existência de uma estrutura federal devidamente equipada e formada por funcionários informados e comprometidos.

Supressão do vírus

A RNP+Brasil lembra ainda que o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids) estabeleceu metas mundiais na área de tratamento, de discriminação e de estigmatização para o controle da epidemia. Denominadas "Metas 90-90-90", elas preveem que, até 2020, 90% das pessoas vivendo com HIV estejam diagnosticadas; que destas, 90% estejam em tratamento; e que, desta parcela, 90% tenha carga viral indetectável, ou seja, atingiram a supressão do vírus.


Diário do Nordeste

Presídios vivem dias sangrentos após motins na Capital

Dentro do Complexo, houve mortes.
Do lado de fora, manifestação e depredação.
Na noite de ontem, familiares ainda aguardavam
informações enquanto carros da Perícia Forense
entravam e saíam
( Fotos: Fabiane de Paula/Naval Sarmento )
Presos assassinados, carbonizados, corpos mutilados e sequer quantificados, muito menos, identificados. Agentes penitenciários em greve, na iminência de um conflito armado com a Polícia Militar. Familiares tensos, sem informações e proibidos de visitar os parentes. Rodovia bloqueada, pedras, pneus, fumaça e fogo. As cenas, dignas de ficção, ocorreram no último fim de semana nas unidades penitenciárias de Fortaleza e Região Metropolitana. Com a greve dos agentes penitenciários no sábado (21), as visitas aos presos foram suspensas, resultando em rebeliões no Complexo Penitenciário de Itaitinga.

Houve acerto com o governo e os grevistas retornaram às funções, mas não conseguiram impedir que novos conflitos ocorressem, deixando um verdadeiro rastro de sangue por entre os pavilhões. Até o fechamento desta edição, cinco mortes haviam sido confirmadas pela Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), ocorridas no sábado e no domingo (22). Há informações, de fontes ligadas à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), que o número de vítimas seria ainda maior: corpos mutilados foram encontrados e, por isso, o número de vítimas seria ainda impreciso.

A greve dos agentes penitenciários foi considerada ilegal pela Justiça ainda na sexta-feira (20). Os profissionais, no entanto, mantiveram a paralisação, no sábado. Com isso, a entrada das visitas aos presos foi impedida, apesar de haver reforço da Polícia Militar, acionada justamente para garantir o direito dos presidiários à visitação.

A revolta então teve início, dentro e fora das unidades. Na Casa de Privação Provisória de Liberdade (CPPL) IV, por exemplo, familiares chegaram a depredar vidros do lado de fora e bloquearam a BR-116, no trecho que dá acesso ao presídio, gerando transtornos ao trânsito. Do lado de dentro, houve acirramento de ânimos. Na CPPL III, ocorreu luta corporal entre os presos, resultando nas mortes de dois detentos. As identificações deles, no entanto, só serão divulgadas após exame de DNA, segundo informou a Sejus.

Do lado de fora das unidades, a tensão entre agentes, policiais e familiares, por pouco, também não terminou em tragédia. A Polícia teria sido impedida de entrar nas unidades e houve o temor de um confronto armado.

Acordo

Ainda na tarde de sábado, após assembleia, os grevistas aceitaram a proposta do governo do Estado e decidiram retornar às atividades. Contudo, mesmo com os agentes voltando às atividades, os ânimos dos presos novamente ficaram acirrados.

Durante a manhã de domingo, houve rebelião na Unidade Prisional Desembargador Francisco Adalberto Barros de Oliveira Leal, em Caucaia. Com isso, a visitação, que estava prevista para acontecer, foi suspensa, conforme a Sejus. Os conflitos entre os próprios internos resultaram em três mortes. As vítimas foram identificadas como Roberto Bruno Agostinho da Silva, 23 anos, que respondia por homicídio; Rian Pereira Paz, 33 anos, que respondia por tráfico de drogas; e Daniel de Sousa Oliveira, 22 anos, que respondia por homicídio e latrocínio. A situação teve intervenção da Polícia e foi contida ainda pela manhã.

Já no início da tarde, internos da Unidade Prisional Agente Luciano Andrade Lima iniciaram uma nova rebelião. Às 17h40, policiais e agentes penitenciários dos grupos especializados conseguiram conter a situação.

No Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa, Penitenciária Francisco Hélio Viana e Instituto Penal Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II), a visitação dos internos ocorreu normalmente no domingo, de acordo com a Secretaria.

Apuração

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) informou que irá apurar a autoria e responsabilidades dos crimes de homicídio e danos ao patrimônio público que ocorreram nas unidades penitenciárias durante as rebeliões no fim de semana. O Procurador-Geral de Justiça, Plácido Barroso Rios determinou a instauração do procedimento.

O Ministério Público também irá investigar o possível cometimento de crime de desobediência por parte do Sindicato dos agentes, já que o Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJ-CE), através de liminar, havia suspendido a greve, declarando-a ilegal. A reportagem tentou contato por telefone na noite de ontem com o presidente do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp-CE), Valdomiro Barbosa, mas as ligações não foram atendidas.

Nos dois dias, a promotora corregedora dos presídios em Fortaleza, Joseana França e a coordenadora do Centro de Apoio Operacional Criminal (CAOCRIM), promotora Flávia Unneberg, acompanharam as rebeliões nos presídios.

Visitas


Ainda na noite de ontem, vários familiares permaneciam do lado de fora do complexo penitenciário, aguardando informações sobre os parentes. Segundo o juiz corregedor dos presídios de Fortaleza, César Belmino, as visitas que não ocorreram durante o fim de semana por conta da suspensão e dos conflitos, serão remarcadas para outra data, não havendo prejuízo ao direito de visitação dos detentos.

Diário do Nordeste

Criminalidade em níveis alarmantes: Treze assaltos foram registrados nos últimos 4 dias em Russas


A criminalidade é algo que vem deixando à população do município de Russas assustada, principalmente a onda de assaltos à mão armada que vem sendo praticados com frequência. E o que se percebe é o aumento no número de motos que vem sendo roubadas. Dos treze assaltos ocorridos nos últimos quatro dias, 8 foram motos. Somente na última quinta-feira, dia 19, foram registrados quatro assaltos a moto na cidade: 
  1. As margens da BR 116, ao lado do Posto Texaco, bairro Alto São João, foi roubada uma motocicleta HONDA/CG 125 FAN, cor preta, ano 2009, placa NQV.5442(recuperada); 
  2. Na Rua Araibu, centro de Russas, foi tomada de assalto uma motocicleta HONDA/ CG 150 FAN, de cor vermelha, ano 2011, placa OCS 2736; 
  3. Na Av. Francisco Raimundo de oliveira, próximo ao Castelo Clube, bairro Catumbela, foi tomada de assalto uma motocicleta HONDA/CG 150 TITAN ES, cor vermelha, ano 2007, placa HXT 4532(recuperada); 
  4. E por último, na Estrada das Frutas, zona rural de Russas-CE, foi roubada uma motocicleta JTA/SUZUKI INTRUDER 125, cor preta, ano 2006/2007, placa HXX 8922(recuperada).
Na última sexta-feira, dia 20, foram registrados em boletim policial, mais três assaltos a mão armada.

  1. Foi vítima de roubo na estrada que dá acesso ao Distrito de peixe, zona rural, um homem de 33 anos, e sua esposa, de 25 anos. Os bandidos subtraíram das vítimas 01 (um) aparelho celular, 01 (um) cordão de prata e R$ 90,00 (noventa reais) em dinheiro;
  2. Na localidade de Poço Redondo, zona rural, foi vitima de roubo um jovem de 20 anos, que teve um aparelho celular roubado;
  3. Na localidade de Lagoinha, zona rural, supostamente os mesmos indivíduos, roubaram um aparelho celular de uma jovem de 27 anos.

Sábado

Por volta das 11h45min, na avenida Governador Raul Barbosa, Russas-CE, foi vitima de roubo um homem de 59 anos, quando dois indivíduos, sendo um armado com revolver o renderam e roubaram sua carteira porta-cédulas, com todos os documentos, cartões e a quantia de R$ 40,00. Que na fuga os indivíduos ainda chegaram a disparar contra o mesmo, mas não o atingiram. Que após diligencias, foi identificado um dos autores, como sendo um menor de iniciais C.S.L.F. 17 anos, natural de Russas-CE, contudo ainda não foi localizado.

Já por volta das 17h45min deste sábado, na localidade de Lagoinha, zona rural de Russas-CE, foi vitima de roubo um jovem de 18 anos, quando foi surpreendido por dois indivíduos que trafegavam numa moto Suzuki, sendo o garupeiro armado, que roubaram sua moto Honda NXR Bros 160 de cor branca, de placa PMH-2086(recuperada). Que os assaltantes abandonaram no local do crime a motocicleta JTA/SUZUKI INTRUDER 125, cor preta, ano 2006/2007, placa HXX 8922, veículo este roubado na última quinta-feira(19). Que também nesta ação dos criminosos eles roubaram de outro jovem de 21 anos, um celular J5 Samsung de cor preta, documentos pessoais e de sua moto.

Ainda no sábado, por volta das 18h30min, na travessa Ramalho, 457, Russas-CE, mais precisamente na loja Estilo e Art’s, a proprietária, foi surpreendia por dois indivíduos numa moto Honda Bros de cor preta, sendo o garupeiro armado, que anunciaram um assalto e levaram alguns perfumes e algumas roupas.

Domingo

Na tarde deste domingo, dia 22, por volta das 17h00, na localidade de Sítio Araújo, zona rural de Russas-CE, foi vítima de roubo um homem de 41 anos, o mesmo se encontrava em um bar com sua motocicleta Honda 150 FAN, cor preta, placa OII-2659, quando chegaram dois indivíduos a pé roubaram a citada motocicleta, vale ressaltar que os indivíduos não apresentaram nenhuma arma, e após o roubo fugiram em direção a localidade de Timbaúba de Nossa Senhora das Dores, zona rural de Russas.

Já por volta das 20h30, na Rua Raimundo Agostinho Santiago nº 1668, bairro Dona Afra, em Russas-CE, foi vítima de roubo um homem de 28 anos, o mesmo estava com sua motocicleta Honda CG 150 FAN, cor vermelha, ano 2011, placa OCN-3022, quando foi surpreendido por dois indivíduos, sendo um armado de revolver, que o renderam e roubaram sua motocicleta. Os indivíduos chegaram em uma motocicleta Honda CG 150 TITAN, cor vermelha, ano 2007, placa HXT-4532 que abandonaram no local, e após consulta verificou-se que a mesma havia sido roubada na última quinta-feira(19), por volta das 22h00, na Av. Francisco Raimundo de Oliveira, bairro Catumbela.

Neste domingo, por volta das 20h30, na localidade de Poço Verde, zona rural de Russas-CE, ocorreu um roubo a fazenda Ebiaquacultura, onde dois indivíduos armados de revolveres, renderam o gerente da referida fazenda e subtraíram 02 (duas) espingardas, sendo uma calibre 22 e uma calibre 32, 02(duas) redes de dormir, 02 (duas) tarrafas (rede de pesca), e uma motocicleta Honda BROS, cor vermelha sem placa,  Em seguida os indivíduos fugiram.

Veículos recuperados

Neste sábado, dia 21, por volta das 10h30min, na Pitombeira I, Russas-CE, foi recuperada a motocicleta HONDA/CG 125 FAN, cor preta, ano 2009, placa NQV 5442, a qual havia sido tomada de assalto por volta das 04h30 da última quinta-feira(19).

Neste domingo, dia 22, por volta das 09h50min, na localidade de Sítio Canto, zona rural de Russas-CE, na entrada do projeto irrigado Tabuleiro de Russas, foi encontrada abandonada a motocicleta Honda CG 150 Titan de cor vermelha, ano 2008, de placa HYP-1838, a qual havia sido roubada no dia 13/05/2016, por volta das 20h50min.

Ainda no domingo, por volta das 10h30, foi encontrado dentro de um matagal no projeto irrigado Tabuleiro de Russas, em Russas-CE, o chassi, tanque, motor e algumas carenagens da motocicleta Honda XRE 300, ano 2014, cor vermelha, que após consulta através do chassi, verificou-se que a placa era OSU-2258, e que havia uma queixa de roubo registrada contra referida motocicleta. No local foi encontrado vários documentos: identidades, documentos de motocicletas, cartões de conta corrente, cartões de bolsa família, cartões bolsa escola, CPF, e título eleitoral, documentos de possíveis vitimas de roubos, todo o material foi apreendidos e entregues na DRPC.


Já por volta das 10h50min deste domingo, na localidade de Lagoa do Toco periferia de Russas-CE, em uma estrada carroçável que dá acesso a localidade de Caraúbas zona rural de Russas, foi encontrada abandonada a motocicleta Honda NXR 160 BROS, de cor branca, de placa PMH-2086, a qual havia sido roubada no último sábado(21), na localidade de Lagoinha zona rural de Russas.

Com Informações do 1ºBPM

Prefeitos que foram afastados podem ser eleitos

Na primeira reunião do ministro Gilmar Mendes como presidente do TSE com os presidentes dos TREs, foram tratadas dificuldades do pleito ( FOTO: ROBERTO JAYME/TSE )

Passou parcialmente despercebido, na semana passada, talvez pelo burburinho do afastamento da presidente Dilma Rousseff, e a ascensão do presidente interino, Michel Temer, o discurso de posse do ministro Gilmar Mendes, como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ressaltando as dificuldades, daquela Justiça especializada, com o pleito municipal deste ano, especialmente pelo seu ineditismo na história das eleições brasileiras, em que recursos carreados pelos candidatos para a campanha não deverão sair, por determinação legal, dos cofres de empresas.

Bem explicitamente disse o ministro, tratar-se "de verdadeiro salto no escuro, já que tal mudança se deu sem qualquer transição, passando-se diretamente do subsídio empresarial à contribuição privada individual, e tudo sem nenhuma modificação nos trâmites e padrões eleitorais. Muito ao contrário, ... Nessas circunstâncias, é bastante plausível antever, sem o concurso de maiores elucubrações, enormes chances de fraudes, à mercê de subterfúgios tão deploráveis e ultrajantes quanto o uso de caixa dois, quase sempre ligado, de uma forma ou de outra, a organizações criminosas cujo único objetivo é o locupletamento próprio às custas de verbas públicas que deveriam servir unicamente a financiar o bem comum".

Razão tem a preocupação do ministro com essa parte importante das campanhas eleitorais, também pelo fato de o Caixa 2, o tão reclamado poder econômico, ser o principal fator de desequilíbrio da disputa.

Fisiologismos

Mas, convenhamos, tão grave quanto o motivo da sua preocupação, é termos a certeza de que, atuais prefeitos e vereadores, ao longo dos últimos anos alcançados em malfeitos pelos órgãos de fiscalização, em especial por integrantes do Ministério Público, nas esferas estadual e federal, deverão garantir suas postulações, com grandes chances de permanecerem nos cargos, no próximo ano, em razão de suas campanhas, sempre com elevadas doses de fisiologismos, e da falta de compromisso ou desconhecimento do eleitorado com os valores morais exigidos a quem disputa cargo eletivo.

São vários os prefeitos do Ceará, no pleno exercício do mandato, depois de algum tempo afastados dos cargos por ordens judiciais reclamadas por promotores ou procuradores, após investigações e fortes suspeitas de malversações nas respectivas prefeituras e câmaras municipais que, por não terem sido julgados e consequentemente condenados pelos crimes por certo denunciados, estão livres para a disputa de um novo mandato.

Só quem tem sentença condenatória em segundo grau, como determina a Lei da Ficha Limpa, pode ficar temporariamente inelegível. O pior é que em situações semelhantes estão alguns ex-prefeitos, com grandes probabilidades, também, de garantirem sucessos eleitorais.

Há realmente sinais de mudanças em vários setores da vida pública nacional. No caso da corrupção, o Mensalão e o Petrolão que os digam. Mas, a mudança, repetindo o que teria dito um presidente no plantão da Revolução de 1964, está muito "lenta e gradual". Ainda está longe de podermos afirmar que sucumbiu "a era da impunidade e da complacência com os poderosos". O Ministério Público e o Judiciário não estão inertes, ressalte-se por necessário, mas não estão sendo ágeis como deveriam ser quanto aos crimes contra a administração pública municipal, que pela extensão dos seus efeitos, pode causar mortes por falta de recursos na Saúde e nas rodovias quase inservíveis, ampliar o analfabetismo e deixar parte da população sem o poder ir e vir pela falta de Segurança.

Delitos

É injustificável um prefeito ser afastado liminarmente do seu cargo, por graves suspeitas de desvios, e, dois, três anos depois não ter sido julgado e poder ser, leve e fagueiro, novamente candidato ao cargo onde teria perpetrado os delitos. A reeleição, para tais indivíduos, o autoriza a continuar fazendo o que sabe, deixando cada vez mais pobre a municipalidade, além de estimular a outros, como eles desprovidos de compromissos morais e éticos com o cuidar dos bens públicos a repetirem seus gestos e ações condenáveis.

Todos os processos instaurados por malversação do dinheiro público deveriam ter o rito sumaríssimo. Não basta o pedido e concessão de liminares para afastar e fazer retornar o suposto praticante de atos delitivos contra a administração. É preciso, além de denunciá-lo com alegações fundadas e provas incontestáveis, reclamar, como fazem as partes interessadas nas suas ações cíveis, presteza do magistrado no cumprimento do seu mister, cabendo, em relação a tais feitos de ordem pública, o próprio representante do Ministério Público dar sempre ciência à sociedade, do curso do referido processo, sem temor de melindres da autoridade judiciária. A sociedade tem o direito de saber do curso de toda e qualquer ação relacionada com a coisa pública.

Conchavos

Antes de Gilmar Mendes, também como presidente do TSE, o ministro Dias Tófoli defendeu a necessidade de se promover no Brasil uma verdadeira Reforma Política. Os dois ministros e alguns políticos, como aqui já fizemos referência a um documento do PSDB, entregue ao presidente interino Michel Temer, reclamam do excesso de partidos políticos existentes no Brasil. Para Mendes, é um "disparate" a facilidade de se criar partidos em série no País.

Em razão dessa infinidade de agremiações partidárias temos "as coligações ilegítimas, vinculadas e dirigidas não por afinidades programáticas, mas por sinistras negociatas. Esses conchavos, longe de assegurar apoio ou sobrevivência política a qualquer dos atores, estimulam abertamente crimes como a corrupção desenfreada - inclusive como modo de governança -, a falsidade ideológica, a lavagem de dinheiro e a formação de quadrilha, entre outros tantos delitos..."

A discussão sobre as limitações para a criação de partidos e a atuação de seus representantes no Congresso Nacional, tratada na página seguinte desta edição, têm ocupado um bom espaço do noticiário político há algum tempo. De fato, existem agremiações pequenas que não podem ser comparadas às várias criadas apenas para satisfação de interesses escusos de alguns políticos, como venda de espaço da propaganda eleitoral, facilitar coligações e lançamentos de candidaturas inexpressivas eleitoralmente, além de outras práticas bem conhecidas na política.

Edison Silva - Editor de política