-->

30 de março de 2016

Decretada prisão do jogador Clodoaldo por não pagamento de pensão alimentícia


A decisão de prender o Clodoaldo foi tomada na última segunda-feira (28) pela 13ª Vara de família de Fortaleza.

Segundo consta no mandado de prisão, o jogador deve mais de mais R$ 52 mil de pensão alimentícia. 

Em 2004, Clodoaldo, que à época jogava pelo Ceará, foi preso por não pagar pensão de outra filha, que morava em Itu, Ceará. Clodoaldo foi preso em campo, após a partida contra o time Ituano.

Nossa reportagem ligou para o joagador para falar sobre a notificação do mandado, Clodoaldo, porém, não atendeu às ligações.

O POVO Online

Engenheiro do DER visita estrada do Peixe em Russas


O Departamento Estadual de Rodovias (DER) enviou ate cidade de Russas o Engenheiro Borges Neto para um Levantamento do que é necessário para começar a elaborar o projeto da estrada vicinal de de 13 km, que liga o Distrito do Peixe até a sede do Município. 

A visita do engenheiro contou com a presença do vereador João Paulo Moreira, o representante ficou muito satisfeito com o que viu e  disse que acha que não vai ter nenhuma dificuldade por parte do órgão e que na próxima semana vai encaminhar a documentação para dar início a elaboração do projeto o mesmo aproveitou para conversar também com moradores do Distrito a respeito da obra.



Faroeste Russas: Mais um homicídio registrado na cidade


Nesta quarta- feira, dia 30, por volta das 16h, na Lagoa do Toco, periferia, foi vítima de homicídio a bala Carlos Ivanildo De Lima Estevam, 23 anos, natural de Russas-CE. O crime foi praticado por dois indivíduos que fugiram em seguida utilizando uma moto de cor vermelha, e ainda não foram identificados. Existe uma suspeita de que o crime pode estar relacionado à vingança, por conta da morte de uma jovem que foi assassinada também a tiros na última segunda-feira, dia 28, no bairro Catumbela, também em Russas. Caso sob investigação à cargo da Polícia Civil.



Aguardando detalhes.

PF prende irmão de "Marcola" em Fortaleza. Ele é o segundo do comando do PCC



Uma megaoperação sigilosa da Polícia Federal capturou, em Fortaleza, o narcotraficante apontado como o “número 2” da facção paulista Primeiro Comando da Capital (PCC). Trata-se do irmão de Marcos Herbas Herrera Camacho, o “Marcola”, o chefe da organização criminosa e condenado a 232 anos de prisão.

A prisão de Alejandro Juvenal Herbas Camacho Júnior, 44 anos, foi realizada na manhã desta terça-feira (29) durante o desdobramento local de uma mobilização policial chefiada pelo Núcleo da PF na cidade de Araçatuba, no Interior paulista. Foi de lá que partiram as ordens judiciais para a deflagração da Operação “Quinta Roda”. Quatro Estados – São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul e Ceará – foram alvo das diligências que visaram o cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão.

“Júnior”, como é conhecido o irmão de “Marcola”,  estava morando em Fortaleza em local ainda não revelado pelas autoridades. Ele é fugitivo da Justiça de São Paulo e estaria no Ceará comandando um esquema internacional de tráfico de drogas. Na operação cerca de 560 quilos de cocaína foram apreendidos pela PF nos quatro Estados, além de armas, dinheiro e veículos. O esquema de drogas vinda do Paraguai passava por vários Estados até chegar a capitais como São Paulo e Fortaleza.

A superintendência local da PF ainda não se manifestou acerca da prisão. Informações extra-oficiais dão conta de que, ainda ontem, “Júnior”  foi apresentado à Justiça Federal.  Também não foi revelado se ele ainda permanece na Capital cearense ou se já foi transferido para São Paulo, onde deve cumprir pena.

A prisão do irmão de “Marcola” em Fortaleza é mais um episódio que confirma a atuação firme do PCC no Ceará, ao contrário do que sustenta o Governo do Estado e a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). 

Blog do Fernando Ribeiro

Comerciante tem Hillux tomada de assalto em Russas


Nesta terça-feira, dia 29, por volta das 22h, na Rua Raimundo Alves, no Distrito de Flores, foi vítima de roubo um comerciante, 53 anos, natural de Russas-CE, o qual chegava em casa quando foi surpreendido por 4 indivíduos, um deles armado com uma pistola, que estavam em um carro de cor branca, e roubaram da vítima um veículo Hilux de cor preta, de placa OIQ 6988, juntamente com a vítima, sendo ele liberado algumas horas depois na entrada da localidade de Lagoinha, em Russas, e os suspeitos continuaram a fuga tomando rumo ignorado.

Com Informações da TV Jaguar

Dupla é capturada suspeita de praticar atentado contra radialista

A Polícia capturou os dois suspeitos de praticar o atentado contra o radialista Jair Pereira Teixeira, 45 anos, conhecido como "Jair Kovalick", no município de Forquilha, interior do Ceará. A dupla confessou a tentativa de homicídio, praticada neste domingo, 27. A vítima foi baleada com três tiros na ação criminosa.

Conforme as apurações policiais, Jair denunciava os delitos da dupla em seu programa, o "Rasga Kovalick", da Rádio Pioneira de Forquilha. Os suspeitos foram capturados nesta segunda-feira, 28; Bruno Ilário de Sousa, 26, que responde por homicídio, roubo e tráfico de drogas, e um adolescente de 17 anos, que possui passagem pela Polícia por tráfico de drogas e furto. 

As capturas foram em cumprimento a um mandado de prisão e busca e apreensão temporária por tentativa de homicídio, representado pela Polícia Civil do Ceará, por meio do delegado Junior Vieira, da Delegacia Regional de Sobral. Eles foram localizados na casa da namorada de Bruno, situada no bairro Dom Expedito, em Sobral.

O crime 

A vítima foi surpreendida pelos infratores em um bar, por volta de 7h deste domingo, 27. Eles chegaram em uma motocicleta e efetuaram tiros que atingiram as costas e os braços do radialista. Logo após o fato, a Polícia recebeu informações de populares sobre a autoria da tentativa de homicídio. De acordo com as apurações policiais, a dupla tentou matar o radialista por ele denunciar constantemente em seu programa as práticas ilícitas dos dois, que são envolvidos com o tráfico de entorpecentes na região.

Jair foi socorrido à Santa Casa localizada em Sobral e já recebeu alta. Bruno é suspeito da autoria dos tiros. Ele e o adolescente foram conduzidos à Delegacia Regional de Sobral. A arma usada por eles, um revólver de calibre 38, ainda não foi localizada e nada de ilícito foi encontrado com os suspeitos. De acordo com o delegado Junior Vieira, as investigações sobre o caso continuam, visando a localização da arma, bem como da moto usadas no delito.


O POVO Online

Acidente gravíssimo com vítima fatal na BR-116 em Russas


Um acidente gravíssimo ocorreu na madrugada desta quarta-feira, dia 30, próximo as granjas na altura do KM 170, BR-116, Sitio Canto em Russas. Um caminhão de placa JPY-2276, de Palhano, e uma F-250 de placa OCG-6038, de Fortaleza, colidiram após uma possível tentativa de ultrapassagem. 

Na F-250 estavam quatro pessoas; uma criança de 7 anos que foi retirada das ferragens consciente e com escoriamentos pelo corpo, o pai da criança, uma mulher, ambos com escoriações leves, e um homem de nome Joacir que veio a óbito de imediato. O motorista do caminhão sofreu apenas escoriações pelo corpo. 

Informações de que um terceiro veículo do tipo Pampa de placa HVL-6373 de Alto Santo, também foi envolvido no acidente.

Uma ambulância do SAMU foi acionada para prestar o socorro das vítimas. O Corpo de Bombeiros também foi acionado para ajudar na remoção das vítimas. A PRF encontra-se no local controlando o tráfego de veículos até a chega de um reboque.


Ex-presidente da Assembleia de SP é preso em ação contra máfia da merenda


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Civil prendeu na manhã da última terça-feira (29) o ex-presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo Leonel Julio e o presidente da Univesp (União dos Vereadores do Estado de São Paulo), Sebastião Misiara.

Ambos são acusados de ligação com a má􀂠a da merenda em São Paulo. Os mandados de prisão temporária foram expedidos pela Justiça de Bebedouro, no interior paulista.

As prisões fazem parte da segunda fase da Operação Alba Branca, que investiga pagamento de propina em contratos superfaturados de merenda escolar com o governo do Estado e ao menos 22 prefeituras. A Coaf (Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar) é apontada como a responsável pelo esquema.

Ao todo foram cumpridos 17 mandados nas cidades de Bebedouro, Barretos, Severinia, Campinas e São Paulo, sendo dez de busca e apreensão e sete de prisão temporária.

O atual presidente da Assembleia paulista, Fernando Capez (PSDB), foi citado como destinatário de propina por ex-dirigentes da Coaf. O deputado nega o envolvimento com o esquema.

A Justiça também mandou prender Carlos Eduardo da Silva, Aluísio Girardia, Emerson Girardi, Luiz Carlos da Silva Santos e Joaquim Geraldo.

Leonel Julio, do antigo MDB, presidiu a Assembleia de São Paulo entre 1975 e 1976, durante o regime militar, mas teve seu mandato cassado e perdeu seus direitos políticos por dez anos após se envolver em um escândalo.

Ele é pai de Marcel Ferreira Julio, apontado como lobista do esquema e o elo da Coaf com a Assembleia e o governo de São Paulo. Marcel está foragido desde 19 de janeiro.

A OPERAÇÃO

A primeira fase da Operação Alba Branca foi de􀂡agrada em 19 de janeiro, em uma ação conjunta da Polícia Civil e o Ministério Público de São Paulo. Dirigentes da Coaf apontaram, além de Capez, os deputados federais Baleia Rossi (PMDB) e Nelson Marquezelli (PTB) e o deputado estadual Luiz Carlos Godim (SD) como beneficiários do esquema. Todos negam.

De acordo com as investigações, o esquema era alimentado por um sobrepreço que variava de 10% a 30% de cada contrato de fornecimento de suco de laranja para a merenda escolar.

O caso também lança suspeita sobre a Casa Civil, núcleo da articulação política do governo Geraldo Alckmin (PSDB), e secretaria de Educação de São Paulo.

Um grampo da Polícia Civil, feito em 4 de dezembro, dia da demissão do ex-secretário de Educação, Herman Voorwald, revela que integrantes do esquema que fraudava merenda escolar em São Paulo 􀂠caram preocupados com as mudanças na pasta.

Eles foram avisados da queda de Voorwald pelo ex-chefe de gabinete da Casa Civil, Luiz Roberto dos Santos, o Moita, que também os instruiu sobre como aumentar os ganhos em um contrato vigente com o Estado desde março.

Tal contrato, segundo confessaram dirigentes da Coaf (Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar) à polícia e ao Ministério Público, já havia rendido propina de 10% a políticos. Pelos depoimentos, um dos beneficiados foi o presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Capez (PSDB).

Feitas com autorização judicial, as interceptações, segundo o entendimento da polícia, revelam que a preocupação do grupo era agir rápido, diante da possibilidade de o chefe de gabinete de Voorwald, Fernando Padula, também sair da pasta.

OUTRO LADO

O presidente da Uvesp, Sebastião Misiara, foi vereador em Barretos por 25 anos pelo PFL (atual DEM) e, hoje, não é 􀂠liado a nenhum partido. Procurada, sua advogada, Cláudia Seixas, armou que ele "foi pego de surpresa" nesta manhã porque já havia se colocado à disposição da Justiça para prestar depoimento.

A sede da Uvesp, em São Paulo, também foi alvo de um mandado de busca e apreensão nesta manhã.

Estadão Conteúdo