-->

9 de abril de 2019

Dois suspeitos são mortos durante tentativa de assalto a ônibus na Av. Osório de Paiva

                 
                 Um policial à paisana estava dentro do coletivo e reagiu ao crime


O ônibus fazia a linha Fortaleza/Maranguape

Dois homens foram mortos dentro de um ônibus na Av. Osório de Paiva, no bairro Siqueira, enquanto tentavam assaltar os passageiros, no início da noite desta terça-feira (9). Um policial à paisana, que estava dentro do coletivo, reagiu e baleou dois suspeitos. Eles morreram no local

Segundo a equipe da Polícia Militar que atendeu a ocorrência, dois homens e uma mulher embacaram no coletivo próximo ao terminal do Siqueira e anunciaram o assalto. O policial à paisana, que estava dentro do ônibus, reagiu logo em seguida. Os dois homens morreram dentro do veículo.


A mulher conseguiu fugir. O ônibus fazia a linha Fortaleza/Maranguape.

Testemunhas relataram para o Sistema Verdes Mares que esse tipo de assalto a ônibus já se tornou comum na região, sendo anunciado sempre antes do Quartel do Gate, que fica próximo ao Quarto Anel Viário. Parte do trecho da Av. Osório de Paiva foi bloqueado até a chegada da Perícia Forense do Estado (Pefoce). O trânsito está lento no local.

Red; DN

Russas CE ofertas de emprego


CONSULTOR DE VENDAS (EXTERNO)
SUPERVISOR DE LOJA (GERENTE DE LOJA)
PROMOTOR DE VENDAS

SINE/IDT de RUSSAS - Av. Cel. Araújo Lima, 1458A Centro.   Atendimento - 07:30 às 14:00 
Nossos Serviços:  Intermediação de Profissionais para emprego, Emissão de CTPS,
Habilitação ao Seguro Desemprego e Oficinas de Orientação para o Mercado de Trabalho
 para visualizar as vagas de emprego acesse: www.sineidt.org.br ou www.tvjaguar.com.br     
Grupo no Facebook: OPORTUNIDADE DE EMPREGO - Aracati, Limoeiro e Russas-Ce



Nota de falecimento e convite enterro

Resultado de imagem para simbolo de velorio
Comunicado;

Os familiares de Raimundo Andre  de Oliveira e Rayana Pascoal de Oliveira consternados com o falecimento dos dois convida parentes e amigos para o seputamento que vai acontecer amanhã quarta feira 10 as 8;horas, os corpos estão sendo velados na funerária Anjo da Guarda de onde sairiam para o cemitério bom jesus dos aflitos.

Pai mata a filha e comete suicídio em Russas


                             Polícia investiga as circunstâncias acerca das mortes

 Uma menina de 9 anos, identificada como Rayanna Pascoal de Oliveira, foi morta por um disparo de arma de fogo na noite da última segunda-feira (08), na localidade de Sítio Cavão, em Russas. Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o responsável pelo tiro foi o pai da criança, Raimundo André de Oliveira, 46, professor, que, após o crime, cometeu suicídio.

O Blog Sertão Central apurou que, ao ver a filha morta, o professor tirou a própria vida. Essa é a primeira linha de investigação da Polícia Civil.

A esposa de Raimundo André não se encontrava em casa no momento das mortes. Ela e outros parentes das vítimas serão ouvidos na Delegacia Regional de Russas. A motivação das mortes está sendo investigada.


A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também foi acionada ao local de crime e realizou levantamentos para a investigação. 


Pai mata a filha de 9 anos e pratica suicídio em Russas CE


A imagem pode conter: 1 pessoa, listras

O fato trágico aconteceu no município de Russas, o professor identificado como sendo Raimundo Andre de Oliveira, que prestava serviço o conselho da criança e do adolescente.Informações chegada ate a nossa reportagem .e de que o mesmo que era pai da criança teria atirado contra a mesma e depois cometido o suicídio. A equipe da PC sobe o comando do delegado Dr; Fabio Amaral esteve no local fazendo  os levantamentos; 


Aguarde mais detalhes;


Quebras de sigilos evidenciam esquema criminoso milionário

Durante as investigações, a Polícia Federal concluiu que durante duas gestões consecutivas do ex-prefeito de Caucaia, Washington Gois, os cofres públicos do Município foram "tomados de assalto". O ex-gestor nega as acusações
A operação foi deflagrada pela PF na manhã da última sexta-feira (5)

O escândalo envolvendo fraudes em licitações públicas e desvios de verbas federais nas antigas gestões da Prefeitura de Caucaia, trazido à tona na sexta-feira (5), quando deflagrada a Operação Afiusas, pela Polícia Federal (PF), inclui uma série de quebras de sigilos. As investigações que já duram anos mostram indícios de rombos milionários e dão conta de tramas criminosas que envolvem dezenas de suspeitos.


Conforme documentos obtidos pelo Sistema Verdes Mares, Rogério Evangelista, sócio-proprietário da empresa Berma Engenharia, que teria participado de uma fraude na pavimentação das ruas da periferia de Caucaia, surge em diversos diálogos mostrando saber das investidas suspeitas "na defesa dos interesses da empresa" junto à Prefeitura. Além deles, a organização criminosa, supostamente liderada pelo português Marcos Alexandre Veiga Correia, detido durante as diligências, envolveria os empresários Jorge Manuel Ferraz Festas, Antônio Fernando Couto de Sousa, Fábia Godim, Cláudio Henrique de Castro Saraiva Câmara e Jaime Anastácio Verçosa Filho.

Por meio de interceptações telefônicas, a Polícia Federal concluiu que durante duas gestões consecutivas do ex-prefeito do Município de Caucaia, Washington Gois, o Dr. Washington, durante 2009 a 2016, os cofres públicos de Caucaia foram "tomados de assalto" na intenção de expandir negócios próprios. Foi autorizada a quebra do sigilo de dados para que a PF examinasse o conteúdo dos equipamentos eletrônicos, computacionais e mídias apreendidos na operação de sexta-feira.

Sob a suspeita de enriquecimento ilícito, foi afastado o sigilo bancário de todos os bens, direitos e valores mantidos em instituições financeiras, das pessoas físicas e jurídicas envolvidas. O sigilo fiscal também foi quebrado.

Desdobramento

Conforme a investigação, o esquema funcionava com manipulações de editais, incluindo cancelamento da participação de alguns concorrentes. A apuração começou no ano de 2016, após denúncia de irregularidade em uma obra avaliada em R$ 52 milhões.

O português Marcos Alexandre havia sido preso na sexta-feira (5), em Caucaia. Menos de 24 horas depois da prisão, o Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) decidiu pela soltura dele. Para o advogado Leandro Vasques, que representa o estrangeiro, a prisão se considerava desnecessária. "Atuamos com rapidez para buscar corrigir o excesso em que se revelava essa prisão temporária acerca de fatos de 2016, sem que nosso constituinte jamais tivesse sequer sido intimado para prestar esclarecimentos", afirmou Leandro Vasques.

Washington Gois disse, por meio de nota, "que na condição de ex-prefeito" tem interesse na apuração da Polícia Federal do fato ocorrido durante a gestão dele, para que inocentes sejam absolvidos e responsáveis punidos. Os advogados de defesa dos demais investigados citados na reportagem não foram localizados.

Red; DN