-->

30 de janeiro de 2016

141 kg de drogas já foram encontrados em terreno no Parque Santa Rosa

Mais 100kg de maconha foram encontrados enterrados em um terreno localizado na rua Pouso Alegre, nas proximidades da av. Washington Soares, no Parque Santa Rosa. Com o localizado na manhã desta sexta-feira, 29, chega a 140 o número de quilos da droga encontrado no local.

Este foi o terceiro dia de escavações no terreno de cerca de cinco hectares. Além da maconha, foram encontrados enterrados 1kg de cocaína e balanças de precisão. A polícia continua as buscas no local, baseado em informações de que há mais drogas enterradas. "Isso ainda vai render tanto", afirma o delegado Sérgio Pereira dos Santos, titular da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), que coordena a operação. 

Cerca de 50 agentes ajudam nas escavações, entre policiais militares (PMs) da Ronda Ostensiva com Cães (Roca) e da Coordenadoria de Inteligência (Coin) e bombeiros militares. Uma retroescavadeira foi cedida pela Secretaria Municipal da Segurança Cidadã (SESEC) e uma campana do Exército Brasileiro está no local.

O delegado Sérgio Pereira afirma que o trabalho no local é o "meio" de uma operação, que já dura, aproximadamente, dois meses. Ele afirma que a polícia civil já sabe a quem pertence a droga, não divulgando apenas para não prejudicar as investigações. Uma pessoa já foi presa, ainda na quinta-feira, 27: segundo o delegado da DCTD, o homem era um dos "administradores" do terreno, atuando no transporte e na vigilância da droga. A identidade dele não foi divulgada. A droga seria distribuída em toda a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Também já se sabe a rota pela qual a droga chegou em Fortaleza, garante a DCTD.

A investigação ainda busca apurar a quem pertence o terreno. Sérgio Pereira dos Santos ainda apura se o proprietário do espaço participa do esquema de tráfico. Sob o princípio de inexigibilidade de conduta diversa, o delegado pondera que o dono do local pode ter sido coagido para permitir o depósito.

O terreno

O espaço no Santa Rosa é coberto por matas, tendo recebido pouca construções. Apenas muros dividindo a área e pequenas marcações foram feitos. No lugar, os policiais encontraram diversas ferramentas, como machados e facões; uma carroça, que acreditam que era utilizada no transporte das drogas; e várias trilhas, interpretadas como rotas de fuga.

O Povo Online

44 celulares apreendidos em vistoria feita na cadeia pública de Limoeiro do Norte

Nesta Sexta(29), por volta das 15h00min, deu-se início a uma vistoria na Cadeia Pública de Limoeiro, sob o comando do Maj. R. MENEZES, o acompanhamento do Diretor da Cadeia Pública, JOSENIR, agentes prisionais, e equipe do RAIO. 

Na vistoria, foram encontrados:

*44 (quarenta e quatro) CELULARES;
*32 (trinta e dois) CARREGADORES DE CELULAR;
* 20 (vinte) BATERIAS DE CELULAR;
*08 (oito) “COSSOCOS”;
*07 (sete) CHIPES;
*40 (quarenta) TROUXAS DE MACONHA, pesando aproximadamente 35g.

O material apreendido ficou em posse do Diretor da Cadeia Pública, JOSENIR, para os procedimentos cabíveis.

Com Informações do 1ºBPM

Homem é assassinado a bala dentro do Hospital Municipal de Jaguaribara

Por volta de 15h15min desta sexta(29), na área interna do hospital municipal, Jaguaribara-CE, dois indivíduos adentraram o Hospital municipal de Jaguaribara, sem capacetes, ainda não identificados, portando três armas, sendo um revolver e duas pistolas, ao chegarem na recepção do citado hospital, local onde a vítima aguardava atendimento, dispararam várias vezes contra o mesmo, a pessoa de Marcélio Pinheiro da Silva, 33 anos, é natural de Limoeiro do Norte, agricultor e estado civil amasiado, e reside em Jaguaribara-CE, rua José leitão, no centro da cidade. Foi informado que a vítima tinha passagem pela polícia, respondia por tráfico de drogas e associação ao tráfico. Na ação a esposa da vítima ainda foi lesionada com (02) dois tiros, um na coxa esquerda e um outro tiro no braço esquerdo, trata-se Antônia Regilene da Silva Lima, dona de casa, 27 anos. Buscas estão sendo feitas, no intuito de localizar os acusados, inclusive com imagens do circuitos interno de câmara do hospital que filmou toda ação.

Com Informações do 1ºBPM

Dor e muita comoção marcaram o sepultamento do Coronel Macedo na tarde de ontem em Juazeiro do Norte

Milhares de pessoas entre parentes e amigos participaram das últimas homenagens ao Coronel Hervano Macedo Júnior, cujo corpo foi sepultado no final da tarde desta sexta-feira no Cemitério Parque Anjo da Guarda em Juazeiro do Norte. Foram momentos de dor, tristeza e
muita comoção nas despedidas ao oficial que faleceu aos 52 anos na manhã de ontem em sua residência no bairro Lagoa Seca em virtude um câncer no pâncreas.

A missa de copo presente foi celebrada pelo Pe. Cícero Leandro da Paróquia Menino Jesus de Praga em Juazeiro do Norte nas presenças de Fernando Santana, representando o governador Camilo Santana; do Secretário de Segurança do Ceará, Delci Teixeira; do Chefe da Casa Militar, Coronel Tulio Studart, à frente do alto comando da PM no Ceará; o prefeito de Juazeiro, Raimundo Macedo, e outras autoridades, além de policiais civis e militares dos estados do Ceará, Pernambuco e Paraíba.

O Comandante do 2º BPM, Coronel Herman Macedo, que era irmão do Coronel Macedo, não escondia o abatimento e a tristeza sempre ao lado do pai e ex-vereador em Milagres, Hervano Macedo. Os dois filhos adolescentes do oficial e a viúva, Glória Crisitna, eram o retrato da desolação ao lado da urna mortuária. Após a liturgia, Fernando Santana leu uma mensagem do governador na qual agradece, em nome dos cearenses, pelos mais de 32 anos de serviço em prol da segurança púbica.

“Homem que sempre teve a coragem de enfrentar os desafios com muita determinação”, destacou noutro trecho. Logo depois, o caixa seguiu para o sepultamento em meio às honras militares com o toque de silêncio executado por corneteiros do Batalhão e uma salva de tiros. Tão logo o Site Miséria noticiou a morte do Coronel Macedo, foram muitas as mensagens enviadas por internautas de todos os lugares sempre lamentando o fato e enviando condolências aos familiares.

“Enquanto faltam palavras sobram a dor e a saudade”, frisou o vereador e radialista Normando Sóracles, que era amigo pessoal do militar. Já a Consultora de empresas Maria Bezerra, o definiu como um grande ser humano que bem cumpriu sua missão na terra e o instrutor Adelácio Cruz acrescentou ter sido o Coronel Macedo um profissional que fez sua parte amparando os necessitados nas provas da vida. Por sua vez o Médico em Tocantis e seu primo, Arimateia Macedo, agradeceu pelos serviços prestados ao Ceará e ao Cariri.

Assista ao vídeo:

Site Miséria