-->

8 de março de 2015

HOMICÍDIO A BALA EM MORADA NOVA-CE


O HOMICÍDIO OCORREU NO DISTRITO DE SÃO JOÃO DO ARUARU EM MORADA NOVA: A VITIMA É CONHECIDA COMO WELLITOM DO ARUARU AGUARDANDO MAIS DETALHES  FONTE : PLANTÃO MORADA NOVA




Chuvas foram registradas na tarde deste domingo em várias cidades da região do vale do jaguaribe


As chuvas estão chegando a região do vale do jaguaribe para a alegria e felicidade do homem do campo que vem sofrendo com os efeitos da estiagem.
Algumas precipitações de chuvas foram registradas na tarde deste domingo em várias cidades da região, a registro de chuvas nas cidades de Quixeré, limoeiro do norte,Tabuleiro do norte, Jaguaribara,JAGUARUANA, RUSSAS,  mas pelo clima que se encontra, deve está chovendo em toda região.
Durante a madrugada e manhã de hoje também choveu em boa parte da capital cearense.




MULHER DEFECA NO MEIO DE BOATE EM TERESINA E ESVAZIA O LOCAL COM MAU CHEIRO


Os motivos ainda são desconhecidos, do que teria levado uma jovem a defecar no meio da pista de dança em uma boate na cidade de Teresina, Piauí, no último fim de semana. De acordo com publicação da imprensa local, a boate “Luck” funciona em ambiente fechado e climatizado com ar condicionado. Logo o odor tomou conta do ambiente, fazendo com que as pessoas saíssem do local reclamando do mau cheiro.


 A mulher ficou abaixada no chão e com a calcinha no joelho, o que só foi percebido após exalar o mau cheiro. Nas redes sociais, a indignação foi declarada pelas  pessoas.




FONTE fonte Blog do Neto Cruz

Tiroteio nos arredores do Terminal do Antônio Bezerra

No terceiro Clássico-Rei do ano, a violência já começa a tomar conta da cidade. Uma ocorrência foi registrada pelo Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (CIOPS) nos arredores do terminal do Antônio Bezerra, às 16h56. Após ouvirem disparos de armas de fogo, alguns moradores solicitaram uma viatura da Ronda do Quarteirão.
A denúncia foi feita pelos leitores do Diário do Nordeste, por meio da ferramente VC Repórter (85 89488712). Os usuários também relatam tiroteio nas proximidades da Avenida Mister Hull.
CIOPS ainda não confirmou se os tiros efetuados nas proximidades Terminal do Antônio Bezerra e proximidades foram trocados entre torcidas organizadas ou se haviam policiais envolvidos. Pedras também foram arremessadas no local. Até agora, não há registros de feridos.
O Comandante do Raio, Major Márcio, afirmou que o caso do Antônio Bezerra foi, até o início do jogo, o mais significativo do dia. "Nós estamos escoltando um ônibus só com presos dessa ocorrência. Torcedores rivais já se encontravam dentro dos ônibus e desceram com o intuito de se degladiarem. As viaturas, obviamente, foram apoiadas por outras viaturas e debelaram as situações e efetuaram as prisões devidas", disse.
Outras ocorrências
No balanço inicial das ocorrências registradas até o começo do jogo, o Major Márcio afirmou que aproximadamente 80 pessoas haviam sido apreendidas.
 
Além disso, um ônibus foi depredado na Avenida Silas Munguba e vários materias foram apreendidos e encaminhados à delegacia, tais como rojões e bombas caseiras.
Mais cedo, no Terminal da Lagoa, as torcidas também entraram em conflito, jogando paus e pedras, mas a manifestação foi contida pela polícia.
Na Parangaba, policiais estão orientando os moradores a não sair de casa.
fonte DN

PLANTÃO DE POLICIA EM RUSSAS E NO VALE DO JAGUARIBE NAS ULTIMAS 24 HORAS.

MOTO ROUBADA EM JAGUARUANA

Neste sábado, dia 07, por volta de 20h, na localidade de Rio do Córrego, zona rural, Raimundo José da Silva Filho, 42 anos, natural de Jaguaruana-CE, trafegava numa moto Honda Bros de cor preta, de placa OIQ-7074, quando foi rendido por dois indivíduos encapuzados, armados a revolveres, que roubaram sua moto, um aparelho celular e a quantia de R$ 800,00, e em seguida fugiram tomando rumo ignorado.

ACHADO DE CADÁVER EM ARACATI

Neste sábado, dia 07, por volta das 09h, na Rua Visconde do Jaguaribe, foi encontrado por familiares, já sem vida, o corpo de Antonio Jackson Viana da Silva, 51 anos. O corpo não apresentava sinais de violência e será encaminhado ao IML para fins de exames que comprovem a real causa da morte.

PRISÃO POR PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO EM ARACATI

Neste sábado, dia 07, por volta das 11h, em um bar no Sitio Morrinhos, zona rural, foi preso Marilio da Silva Candido, vulgo “Gugu”, 30 anos, com quem foi apreendido 01 espingarda calibre 12; 01 espingarda de pressão e 06 munições calibre 12 intactas. PMs  conduziram o suspeito e o material apreendido a USI local para os procedimentos da Lei.

PRISÕES POR ROUBO E TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM ARACATI

Neste sábado, dia 07, por volta das 15h, na BR 304, durante diligências policiais, foram presos Jhonnatan Rafael da Silva Pinto, vulgo “Gato Guerreiro”, 18 anos, e Kainan Queiroz de Carvalho, 19 anos, após praticarem um roubo e lesionarem a bala um adolescente de 17 anos, residente no Assentamento Catuvilane. Os suspeitos conseguiram subtrair da vítima, a quantia de R$ 140,00, um aparelho celular, e uma moto Honda Bros, de cor vermelha, placa ORO 5641. A polícia  recuperou  os produtos do roubo, e com os suspeitos foi apreendido 01 revolver calibre .38; 11 munições de calibre .38 intactas e 01 deflagrada. Ambos foram autuados em flagrante na DPC de Aracati.

RECUPERAÇÃO DE MOTO FURTADA EM TABULEIRO DO NORTE

Neste sábado, dia 07, por volta das 10h, compareceu na DPC local, Maurício José de Oliveira, 40 anos,  professor, natural de Tabuleiro do Norte-CE, o qual informou que no Bairro Água Santa, na noite de sexta-feira, teve sua motocicleta Honda/CG 150cc Titan, cor vermelha, de placa OSG-3233. Com as informações, PMs iniciaram diligencias e localizaram a moto abandonada, a altura do antigo clube Carneiro Drinks, entre os bairros  Água Santa e 08 de Setembro. O veículo foi apresentado na USI, para ser feito o termo de restituição ao legitimo proprietário.

ROUBO A ESTABELECIMENTO COMERCIAL EM TABULEIRO DO NORTE

Neste sábado, dia 07, por volta das 20h30min, na CE-377, no Bairro 08 de Junho, 02 (dois) indivíduos de capacetes, armados a revolveres, numa moto Biz vermelha, chegaram no Posto Salinas, onde renderam os frentistas do estabelecimento, e roubaram cerca de R$ 270,00 reais, e em seguida os suspeitos fugiram tomando rumo ignorado. 

FONTE: 1º BPM

PRISÃO COM BASE NA LEI MARIA DA PENHA EM RUSSAS

No início da madrugada deste domingo, dia 08, por volta de 00h30, na Rua Cel Araujo Lima, centro, foi preso José Alcimar Soares de Lima, 32 anos, natural de Russas-CE, sob acusação de haver agredido sua esposa, Tereza Cristina de Souza Rodrigues, 33 anos, natural de Juazeiro do Norte-CE. PM’s  realizaram a prisão e conduziram o suspeito  à DRPC para os devidos procedimentos.




FURTO A RESIDÊNCIA EM RUSSAS


Neste sábado, dia 07, por volta de 13h40min, na localidade de Sitio Ingá, zona rural, foi vítima de furto em sua residência Manuel Damião Neto, 51 anos, natural de Jaguaruana-CE, de onde foi furtada uma espingarda calibre 32, e mais 08 redes. A vítima estava fora de casa e ao chegar percebeu que sua casa havia sido violada. Não há informações sobre suspeitos do furto até o momento.


Mãe mata filho de 2 anos drogado para poder fumar crack

Uma mulher foi condenada pela morte do filho depois que o drogou para que pudesse fumar crack.
Kelly Emery, de 34 anos, foi considerada culpada pela morte de seu filho, Fenton Hogan, de dois anos, por envenená-lo com metadona em julho de 2013. Ela admitiu ter sido negligente ao drogar a criança com a substância a fim de “derrubá-lo” para que pudesse fumar crack em sua casa Frankley no Reino Unido.
A mulher chorou no banco dos réus durante seu julgamento e o juiz Robin Knowles disse a ela: “Eu aceito que há remorso, o caso é trágico, a agressão foi desnecessária, mas ainda assim culposa e de consequências graves, portanto uma pena de prisão é necessária”.

Kelly Emery, de 34 anos, foi condenada por envenenar o filho de dois anos, que morreu, para que pudesse fumar crack.
Ele pediu a Kelly para dedicar sua vida a sua recuperação “em homenagem a memória de Fenton”.
Ela foi condenada por homicídio culposo.
Fonte: Daily Star fonte PORTAL R7


Histórias de mulheres que foram mães dentro da prisão


Tereza foi pega por furto. Cláudia chegou para a visita e acabou ficando. Patrícia conta que estava no lugar errado, na hora errada, com o amor errado. De repente elas se viram atravessando uma portaria abandonada, avançando em direção a um prédio de muro alto e parede branca, deparando com uma estreita passagem de detectores de metal. Não havia mala. Também não tinha sorrisos na recepção. Só carregavam os filhos, no ventre.

 Eu não acreditava que tava presa”, diz Patrícia sobre sua chegada ao Instituto Penal Feminino (IPF) Desembargadora Auri Moura Costa, a única unidade destinada a mulheres no sistema penitenciário cearense. Era difícil aceitar que o quilômetro 27 da BR 116, em Aquiraz, seria seu novo endereço, aos oito meses de gravidez. Até quando, não sabia. Só chorava, pensando no filho Saulo, que deixara para trás, e naquele que viria.

Atordoadas com a chegada, algumas delas nem notaram a casa do lado direito do estacionamento que separa o dentro do fora das grades. Muro baixo, tons de rosa e branco, a Creche Irmã Marta tem aparência de morada do interior. Destoa das instalações da cadeia superlotada a que, depois, passariam a se referir como “lá embaixo”, tal o inferno.

Durante o dia, ouve-se o som das crianças saído da creche. À noite, o silêncio só é quebrado pelo choro de algum dos 15 bebês que vivem lá hoje. Como as mães, eles também são recolhidos aos alojamentos antes que anoiteça. Feito elas, só podem ver a Lua das janelas dos quartos.

 Gravidez
Nas celas, bucho à vista, as recém-chegadas logo ouvem sobre um certo local para onde vão depois do filho nascido. Se não conseguirem voltar para casa antes do parto -- a esperança a que todas se agarram. Quando as dores chegarem, elas sabem, vão dali direto para o Gonzaguinha de Messejana. E do Gonzaguinha para “o paraíso”, como a creche é chamada.

Comparada à “vivência” (nome bonito para as celas) de 10 metros quadrados, que não tem “pedra” (cama) para todas, e é dividida com oito, dez, até 12 mulheres, não é preciso muito para ser melhor. São tantas as “internas” que, mesmo as grávidas, quase sempre beneficiadas pela solidariedade das outras detentas, têm de dormir no chão. É assim até ficarem “pesadinhas”, já perto de parir.

Nesse estágio, ali pelo sétimo mês de gestação, as futuras mães são mandadas para a ala A. Lugar de quem trabalha, não quer se envolver em confusão, tem mais idade ou simplesmente não pode ficar longe da enfermaria. Mesmo lá, conforto para um barrigão não existe. Depende sempre da disposição alheia, de quem também é mãe e sabe a dificuldade de trazer outro consigo e dormir no chão frio.

Nascimento
Chegada a hora do parto, escoltadas por uma agente feminina que não faz as vezes de acompanhante, as detentas experimentam a solidão no momento que, para tantas outras mulheres, é o da maior alegria de uma vida. Não têm ninguém, apenas o pequeno ser gerado por elas, indefeso e necessitado do leite e do amor da mãe.

Se demoram no hospital porque foram operadas ou por necessidade do bebê, e não foram abandonadas pelos parentes, podem receber algum apoio familiar nessa hora que é de medo diante da maternidade, ainda mais a encarcerada. Se não, voltam para o Instituto Penal Feminino sem qualquer conforto emocional, com o filho nos braços e sós.

“Quando a gente chega aqui é só com o menino enrolado nos panos. Eu pensava: ‘Meu Deus, o que vou vestir nessa menina?’”, conta Cláudia, mãe de Lara, hoje com cinco meses. “Depois chegam as doações”. O Estado dá um kit básico de higiene e vestimenta para o bebê, além da alimentação das mulheres e dos maiores de seis meses, mas são as igrejas que fazem a diferença.

Graças às três denominações religiosas que atuam diretamente na Irmã Marta, os bebês têm fralda descartável, banheira, berço, cueiros, toalha, roupas e tudo o mais que for necessário. Até um retrato, mês a mês, para as mães guardarem de recordação. “Não fosse as igrejas, sei nem o que seria das mãezinhas aqui. A situação é difícil”, diz Cláudia.

Apesar da crítica, todas concordam que, embora não substitua o lar, não inclua o cuidado da família no pós-parto e ainda mantenha a sensação de abandono das detentas-mães, quase sempre deixadas à própria sorte pelos companheiros, ainda assim a Creche é o melhor lugar possível para cuidar do filho privada de liberdade.

Quinze anos atrás, o espaço não existia e os bebês ficavam num berçário, cuidados por funcionários do sistema. As mães só tinham acesso a eles uma vez por dia, durante duas horas.

SEPARAÇÃO
“Eu aprendi muito depois que vim pra cá”, diz Tereza, mãe de João Guilherme, hoje com seis meses. Enquanto vivia na rua, tinha decidido dar o filho para adoção. Quando o tomou nos braços pela primeira vez, desistiu. Foi na Irmã Marta que ela descobriu a maternidade que não conhecia mesmo depois dos dois filhos mais velhos, nascidos na liberdade. Patrícia, que ficou um ano e seis meses junto de seu Ezequiel, diz que ali é mais fácil, sim, estar presa -- não fosse a angústia da separação que pode chegar.
Separar, aliás, é verbo não conjugado na creche. As mães, que na maioria cumprem prisão provisória, tentam nem cogitar a possibilidade de ver seus filhos saírem e elas, não. “Meu filho ninguém tira de mim. Só a morte separa”, sentencia uma das mães que pede para ser chamada de Maria.

Mesmo com os encontros promovidos na unidade a cada “domingo das crianças”, o segundo do mês, a saudade materna não ameniza. No máximo, ajuda a seguir, na esperança de ter os filhos embaixo das asas novamente.
fonte O POVO



HOMICÍDIO EM JAGUARIBE -CE NESSE SABÁDO.

Um jovem de apenas 22 anos foi morto a tiros neste sábado, dia 07 de março, por volta das 19h50min, na Rua Sigefredo Diógenes, no bairro Cruzeiro, cidade de Jaguaribe-CE.
Segundo informações de populares, Carlos Roberto Borges da Silva, natural de Jaguaribe, foi surpreendido por um indivíduo de capacete que atirou contra a vítima e após o crime tomou rumo ignorado. Há relatos de que o crime tenha sido motivado por dividas com o tráfico de drogas.

Policiais Militares encontram-se em diligências no intuito de localizar e prender o (os) acusado (s) do crime.







Homicídio em Jaguaretama nesse sabádo.

O fato aconteceu nessa nesse sabádo.Segundo informações ,á vítima se trata,
de um ex presidiário,o mesmo foi alvejado com mais de 20 tiros no rosto .
Vítima conhecida por Gabriel .Estamos aguardando detalhes .