-->

30 de agosto de 2014

Suspeitos de abuso sexual contra as enteadas detidos


Um homem de 37 anos foi preso, em sua residência, no município de Eusébio, sob suspeita de ter estuprado a enteada de dez anos. Em outro bairro da mesma cidade, outro suspeito foi capturado acusado pelo mesmo tipo de crime.
Os casos foram investigados pela Delegacia Metropolitana do Eusébio (DME). O mandado de prisão preventiva contra o agressor foi expedido pela juíza da 2ª Vara da Comarca de Eusébio, Flávia Pessoa, e foi cumprido na noite da última quinta-feira (28). De acordo com a titular da DME, Ana Lúcia Almeida, a menina passou a se comportar de forma diferente na escola e os professores acabaram descobrindo o que se passava.
"Desde o mês de março deste ano, ela vinha sofrendo os abusos. O padrasto aproveitava a madrugada, enquanto a mãe da criança dormia, para invadir o quarto dela e praticar os abusos", declarou a delegada.
O Conselho Tutelar local acompanhou o caso, enquanto o inquérito era apurado pela Polícia, e ofereceu suporte à menina, que segundo a delegada, apresentava sintomas de depressão e de nervosismo exagerado.
Outras denúncias contra o agressor chegaram ao conhecimento da equipe da DME e estão sendo apuradas. "O que chegou até nós é que ele era evangélico e tentava aliciar crianças e adolescentes, que frequentavam a mesma igreja que ele. Já ouvimos algumas testemunhas e vamos ouvir as supostas vítimas, mas podemos adiantar que é possível que esses outros abusos tenham ocorrido", contou Ana Lúcia.
O padrasto nega tudo o que consta nos autos processuais contra ele e diz que a enteada está inventando os fatos. Ele não tinha antecedentes e era casado com a mãe da criança há sete anos. A presidente do inquérito contou que logo que a mulher descobriu as agressões, se separou e o suspeito mudou-se de sua casa.
Outro caso
Este é um segundo caso de padrastos que abusam das enteadas e terminam presos, em menos de um mês, na Cidade do Eusébio. Um outro homem, que abusava da enteada de 15 anos desde que ela tinha nove, terminou capturado, no dia 27 de julho. Na última quarta-feira (27), por determinação do juiz Davi de Sousa Belém, a prisão dele foi convertida de temporária para preventiva.

Fontes: Diário do Nordeste