-->

4 de agosto de 2015

Prefeitura de Várzea Alegre corta ponto de servidores em greve, diz sindicato


A Prefeitura de Várzea Alegre, na região Centro-Sul cearense, estaria cortando o ponto de servidores em greve no município. A informação é da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Ceará (Fetamce), que organiza caravana para esta quarta-feira, 4, e quinta-feira, 5, em apoio à greve dos servidores de Várzea Alegre, que já dura quase 50 dias.

Segundo a Fetamce, os servidores paralisaram atividades em busca de pagamento de pelo menos o salário mínimo para 250 pessoas que tiveram seus salários suspensos. Segundo a Fetamce, sindicatos de diversas regiões do Estado irão aderir à caravana.

Segundo o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Várzea Alegre, desde o início da greve há funcionários que ficaram sem remuneração ou mesmo que acessaram apenas o meio salário, de forma parcial. “O apoio chega em um momento determinante para os grevistas, que tiveram o corte arbitrário de seus salários”, diz.

Crise econômica
A reportagem procurou a Prefeitura de Várzea Alegre – através da chefia de gabinete do prefeito –, para comentar o caso, mas não obteve resposta. Em sua página na internet, a gestão afirma que tem passado por "momento de aperto econômico em razão do ajuste fiscal". Na última sexta-feira, a Prefeitura aderiu a protesto de prefeitos contra cortes em repasses federais.

Nesta segunda-feira, o prefeito Vanderlei Freire se reuniu com secretários da Prefeitura para discutir a situação financeira do município. “Com o agravamento da crise, poderá haver novidades no aperto das contas municipais”, diz nota da gestão publicada na página oficial da Prefeitura de Várzea Alegre.

O POVO Online