-->

9 de novembro de 2015

Brasil está entre os 5 piores países para jovens até 25 anos de idade


Um estudo encomendado pelo Instituto francês Youthonomics, o Index 2015, e divulgado nesta segunda-feira, 9, apontou os países mais hostis para jovens até 25 anos de idade. De acordo com a pesquisa, o Brasil está entre os cinco piores países para se viver sobre as perspectivas econômicas.

A pesquisa, que foi realizada em 64 países com ajuda da Unesco, Banco Mundial e OCDE, registrou que o Brasil possui a 5ª pior marca em relação à "Perspectiva da Juventude". A análise mede as oportunidades econômicas, representatividade política e os projetos de finanças públicas voltadas para jovens até 25 anos.

Segundo o relatório divulgado, o Brasil está entre os cinco piores países, atingindo a 60ª posição. Em relação aos níveis de acesso a emprego, condições de trabalho, estar e educação (básica, superior e técnica), o país assume a 54ª posição.

No entanto, na categoria de "Otimismo" - estatística que registra o que se pode esperar da juventude daqui a 10 anos - o Brasil ocupa o 32º lugar.

Os melhores

Sem surpresas, os países europeus atingiram as melhores marcas na pesquisa divulgada. De acordo com a análise, Noruega, Suíça, Dinamarca, Suécia e Holanda estão entre os cinco melhores países para jovens. Em relação ao continente americano, o Canadá é o melhor colocado, ocupando a 10ª posição no ranking geral.

O POVO Online