-->

21 de fevereiro de 2020

Policia Civil localiza moto utilizada em assalto a posto de combustível em Russas CE


A imagem pode conter: atividades ao ar livreA policia civil do municipio de Russas, que e comandada pelo delegado Dr; Thales não parou um instante apos tomar conhecimento de um assalto que aconteceu na tarde de hoje 21 a un posto de combustível na Av; Antonio Cordeiro onde os assaltantes levaram dinheiro de clientes que estavam abastecendo seus veículos, e ainda levara o dinheiro dos frentistas que estavam trabalhando. Apos buscas feitas por policiais civis foi localizada a moto utilizada no assalto que foi encontrada dentro de um magal na comunidade de tourão. 


A policia ja tem pistas dos assaltantes, as  imagens do sistema de camarás do local pode ajudar a policia chegar aos autores do assalto.

Blog; Erivando Lima


Vende se lote de terra na comunidade de placas zona urbana em Russas CE

Alguns lote de terra estão a venda na comunidade de placas zona urbana no municipio de Russas, tamanho 20 x 6,30 metros, na travessa Maria Ieda próximo a caixa d água. 
A imagem pode conter: céu, nuvem, atividades ao ar livre e natureza
A imagem pode conter: árvore, grama, céu, planta, atividades ao ar livre e natureza
Falar com; O senhor Ze Maria
Vendemos parcelado.

Blog; Erivando Lima 


Municípios cancelam festa de Carnaval por impossibilidade de garantir segurança do evento

As cidades de Paracuru, Milagres, Canindé, Paraipaba e Forquilha foram as primeiras a confirmar o cancelamento do evento

Pelo menos nove municípios cancelaram as comemorações de Carnaval deste ano alegando impossibilidade de garantir a segurança do evento. As cidades de Santana do Cariri, Paracuru, Milagres, Canindé, Paraipaba, General Sampaio, Horizonte, São Luís do Curu e Forquilha, que haviam anunciado programação de Carnaval, informaram, por meio de notas divulgadas nesta sexta-feira (21), que não realizarão a festa por conta das paralisações, atos e motins de policiais militares no Estado.

O total de cidades foi atualizado às 16 horas pelo Sistema Verdes Mares.

Outros municípios do interior, como Aracati, São Benedito e Ipu, contrataram seguranças particulares para garantir o bem-estar dos foliões durante a programação do evento. Neste último, segundo Silvio Andrade, representante da Controladoria da Prefeitura, a contratação não tem relação direta com o ocorrido no Estado, sendo uma prática comum nos eventos organizados pelo Município. 

+ TEMPO REAL: acompanhe a cobertura dos atos realizados por grupos de PMs no Ceará

Milagres

"Em virtude dos últimos acontecimentos envolvendo a Segurança Pública, onde foi deflagrado movimento grevista por parte da Polícia Militar, ainda, diversas ações criminosas contra o patrimônio público e privado, o Governo Municipal de Milagres, primando pelo bem estar e segurança da população, resolve cancelar o evento carnavalesco", informou a prefeitura.
O evento seria realizado nas dependências do Parque de Eventos Manoel Galego. Ainda segundo a nota, "a medida é tomada com base nas informações que chegam a todos os municípios, orientando pela abstenção da realização de eventos em que ocorram grandes aglomerações de foliões, diante o total clima de insegurança vivenciado pela população cearense".

Paracuru

Também por nota, a Prefeitura de Paracuru, no litoral cearense, comunicou o cancelamento da festividade. O prefeito da cidade, Eliabe Albuquerque, informou que a decisão "foi difícil" de ser tomada, mas necessária. "Avaliei o momento com toda a cautela e, em nome da segurança, não só dos nossos cidadãos como dos visitantes, cheguei à conclusão de que devíamos cancelar as festividades previstas", ressaltou o representante. 

Segundo o gestor, mesmo com o cancelamento, será mantida a estrutura necessária na saúde, infraestrutura e blitz educativa na entrada da cidade. As ações devem se estender nas manhãs do sábado (22) e deste domingo (23). O valor da verba que seria destinado ao carnaval em Paracuru será doado para a Secretaria da Saúde do Estado.

“Informamos que o Carnaval 2020 de Paracuru foi cancelado, devido a impossibilidade de garantir a segurança adequada aos foliões, tendo em vista a paralisação da PMCE (Polícia Militar do Ceará). Contamos com a compreensão de todos”, diz a nota.  
Paraipaba

Em nota oficial, a gestão de Paraipaba alegou a busca para "garantir tranquilidade, o bem-estar e a segurança de todos os foliões". Segundo a nota, "todos os recursos financeiros, que seriam investidos no evento, serão destinados para a saúde". 

Cancelamento

Ainda na quarta-feira (19), a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) negou uma suposta determinação do Governador do Ceará, Camilo Santana (PT), cancelando as festividades de Carnaval em Fortaleza e no interior do Estado. A falsa nota atribuia o cancelamento das festividades às manifestações de militares.

Nesta quinta-feira, houve a autorização para a GLO (Garantia da Lei e da Ordem), pelo presidente Jair Bolsonaro, atendendo a um pedido do governador Camilo Santana. Com isso, militares do Exército já começaram a atuar nas ruas do Ceará.

Noticia; DN


Bolsonaro usa live para rebater ligação de seu nome com ocorrência que envolveu Cid Gomes em Sobral; vídeo


O presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais para dizer que não tem nada a ver com ocorrência que envolveu o senador Cid Gomes em Sobral, ao tentar entrar com uma retroescavadeira no quartel da PM tomado por policiais amotinados. Pela ação, o FG foi alvejado por dois tiro.


Bolsonaro se pronunciou ontem (20) por meio de sua live semanal no Facebook.

Blog; Erivando Lima


Exército coloca 2,5 mil soldados nas ruas para reforçar a segurança no Ceará

Além deles, 6 mil policiais militares que não estão participando de motim e 300 homens das Forças Armadas também atuarão na segurança ostensiva.
Um total de 2,5 mil homens do Exército reforçará diariamente a segurança em Fortaleza, Região Metropolitana e em cidades do interior até o próximo dia 28, em meio a motim de policiais militares no estado. Eles se somam a outros 300 homens da Força Nacional de Segurança. A informação foi confirmada em reunião entre senadores, a cúpula da Segurança Pública do Estado e o Comando da 10ª Região Militar, realizada na tarde desta sexta-feira (21), no Centro de Fortaleza. 

As Forças Armadas já atuam em Fortaleza e em cidades vizinhas desde as 7h desta sexta-feira. O reforço foi demandado pelo governador Camilo Santana (PT), em razão dos motim de policiais militares que ocupam batalhões em Fortaleza. 

"São 2.500 homens por dia. Então, se pegarmos 6 mil homens da PM na cidade de Fortaleza, que entram em 3 turnos, temos, só de Forças Armadas, um contingente maior do que normalmente a gente coloca na rua", detalhou o senador Major Olímpio (PSL-SP), após a reunião.

Os militares do Exército vão atuar nas ruas do Ceará após começar a vigorar a Garantia da Lei e da Ordem (GLO), que possibilita o emprego das Forças Armadas em situações nas quais há o esgotamento das forças tradicionais de segurança pública e em graves situações de perturbação da ordem. A autorização para a GLO foi dada ainda na quinta-feira pelo presidente Jair Bolsonaro, atendendo a um pedido do governador Camilo Santana. O gestor do Estado destacou que “todo o esforço será feito para garantir a proteção dos nossos irmãos e irmãs cearenses”. 

Os motins protagonizados por PMs já fizeram com que mais de 300 Inquéritos Policiais Militares (IPMs) fossem instaurados contra os servidores que participam da paralisação. Além disso, a Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) também vem instaurando processos disciplinares contra os envolvidos.

(Diário do Nordeste)


Associação de juízes pede a Aras denúncia contra Cid Gomes


A União Nacional dos Juízes Federais do Brasil (Unajuf) pediu a Augusto Aras o oferecimento de uma denúncia contra Cid Gomes por tentativa de homicídio qualificado.


A entidade apontou “intenção dolosa, previamente orquestrada e amplamente anunciada”, “emprego de meio resultante em perigo comum” e “impossibilidade de defesa das vítimas”.

Acrescentou que Cid Gomes ameaçou os policiais em greve antes de avançar sobre eles com a retroescavadeira, quando pegou o megafone e disse que eles teriam “cinco minutos pra pegarem os seus parentes, as suas esposas e seus filhos e sair daqui em paz”.

“O próprio meio utilizado pelo autor do fato (um potente trator), com aparente descaso para com a vida das pessoas indica um real e potencial risco do evento morte daqueles que ali estavam , eis que jogou dolosamente um trator em cima de diversas pessoas, sem que isso importasse quanto ao resultado ao Senador”, afirma a representação.

A Unajuf também defende os policiais que atiraram contra Cid Gomes, argumentando que eles agiram em legítima defesa e com êxito, uma vez que não mataram o senador.

Segundo a entidade, eles “fizeram cessar a carnificina eminente” (sic) e, com os tiros, frearam a “conduta hedionda”.

A associação pede que a denúncia seja submetida ao Supremo, que poderá decidir se remete o caso a um tribunal do júri, de primeira instância.

Leia AQUI a íntegra da representação.
Com informações do portal O Antagonista

Blog; Erivando Lima


PMs amotinados não aceitam proposta do governo e seguem paralisação no Ceará

Decisão pela manutenção da paralisação aconteceu na noite desta quinta-feira (20) após encontro com senadores cearenses no 18º Batalhão de Polícia Militar
Policiais tiveram reunião com senadores para tentar acordo, mas recusaram propostas do Governo do Estado.
Foto: Kid Junior

Após reunião com uma comitiva de senadores na noite desta quinta-feira (20), PMs amotinados no 18º Batalhão decidiram continuar com a paralisação no Ceará e recusar a proposta do governo do estado.

Os representantes dos policiais tomaram a decisão após o representante da categoria, o ex-deputado federal Cabo Sabino, informar as propostas do governo.


"Ele (o governo do Ceará) diz que até 7h da manhã, quem sair aqui do movimento, quem já está identificado não tem anistia. Quem não estiver identificado eles não vão atrás, mas não garante nada. Aqueles que estão respondendo IPM (Inquérito Policial Militar) vão continuar respondendo. Aqueles que foram identificados não tem anistia, não tem nada disso. E os que não foram identificados até 7h, não vão atrás de identificar", declarou o representante.
Cabo Sabino interroga os amontinados explicando que "quem comanda amanhã é o Exército Brasileiro. Diante disso, eu pergunto a categoria, qual a decisão?". Os PMs responderam com gritos de "eu não vou embora", mostrando que não aceitariam a trégua.

Reunião entre Camilo e senadores

Horas antes da negativa dos PMs, o governador do Ceará, Camilo Santana, recebeu a comissão de senadores formada por Eduardo Girão (Podemos/CE), Elmano Férrer (PR/PI) e Major Olímpio (PSL/SP). Camilo buscava uma tentativa de negociar o fim do motim policial que ocorre desde terça-feira (20) no Estado. Alguns policiais militares se dizem insatisfeitos com a proposta de reajuste salarial do governo.

Três policiais foram presos e mais de 300 são investigados por "vandalismo" e "motim", segunda a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social.

Forças Armadas

Jair Bolsonaro classificou como "guerra urbana" a situação no Ceará e afirmou que "o bicho vai pegar" com a chegada dos militares ao estado para auxiliar no reforço à segurança pública. As declarações foram dadas em transmissão ao vivo em rede social, nesta quinta-feira (20). 

"Isso é coisa de responsabilidade, coisa séria. Se estamos em guerra urbana, temos que mandar gente para lá para resolver esse problema", disse Bolsonaro.

Ainda nesta quinta-feira, Bolsonaro assinou um decreto autorizando a ação de tropas das Forças Armadas no Ceará, enquanto o estado enfrenta um motim de policiais militares. O envio acontece em meio a um movimento de grupo de policiais militares que reivindicam aumento salarial e após o senador licenciado Cid Gomes (PDT) ter sido baleado quando tentava entrar com uma retroescavadeira em um quartel militar de Sobral, na Região Norte do Estado. 

Noticia; DN


Viatura da Polícia Civil tomada por manifestantes é recuperada em Caucaia


A viatura foi tomada na tarde de hoje no bairro Antônio Bezerra.

Uma viatura da Polícia Civil que foi tomada por manifestantes na tarde desta quinta-feira (20), na Avenida Mister Hull, no bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza, foi recuperada na cidade de Caucaia, Região Metropolitana da capital cearense.

A viatura foi recuperada por uma equipe de policiais civis da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). Os policiais civis que estavam no carro não foram lesionados. Os procedimentos cabíveis relacionados ao fato já estão sendo adotados.

Além da Força Nacional que chegou em Fortaleza nesta quinta-feira (20), o presidente Jair Bolsonaro, autorizou o emprego das Forças Armadas para Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no Ceará. Com isso, a partir de agora o general Cunha Mattos, comandante da 10ª Região Militar, assume o comando da Segurança Pública do Ceará.

Sobral 24 horas