-->

10 de setembro de 2015

Laboratório de drogas é desativado e traficante é preso no bairro José Walter


Um laboratório de drogas foi desativado nesta quarta-feira, 9, no bairro José Walter. A Polícia Civil, através da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), descobriu que uma casa da região eram fabricados crack e cocaína.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os policiais passaram a investigar a fabricação de entorpecentes em uma residência no bairro José Walter, a cerca de duas semanas. Devido as investigações, a equipe chegou a um homem identificado como Irad Ronier Gomes da Silva, 30 anos, que responde a dez procedimentos policiais - sendo dois por tráfico de drogas, dois por porte ilegal de arma de fogo, dois por ameaça, receptação, associação criminosa, furto e roubo.

Irad foi abordado próximo à feira da Parangaba, trafegando em um carro. Com ele, os policiais não encontraram nada de ilícito. Ao ser questionado sobre a fabricação de drogas em sua casa, ele negou e quis levar a Polícia para outro endereço, alegando ser sua moradia, a fim de provar aos policiais que a informação seria falsa. Porém, os policiais já sabiam o verdadeiro endereço do preso - na Rua J, José Walter - e foi para lá que eles se deslocaram.

Durante o percurso, o suspeito assumiu a atividade ilícita no local. Na casa, os policiais constataram o funcionamento de um laboratório de drogas, que fabricava crack e cocaína.

Os policiais apreenderam um quilo de cocaína; dois quilos de crack; e 31 quilos de mineíta - pó branco utilizado na mistura da fabricação do crack; além de utensílios usados durante a fabricação da droga.

Irad Ronier foi levado para a DCTD, onde foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. O suspeito confessou ser o proprietário do material ilícito apreendido. A Polícia investiga agora para onde a droga era enviada, além da participação de outras pessoas no esquema criminoso.

O POVO Online