-->

31 de maio de 2015

Socorro: Prefeitura de Quixadá não paga aluguel e base do SAMU será despejada judicialmente



O valor mensal é de apenas R$ 2.000,00 e a dívida total é R$ 10.000,00 reais. Situação é vergonhosa.
A Justiça da Comarca de Quixadá determinou até segunda-feira,01/06, para que a Prefeitura Municipal pague os cinco meses de aluguel em atraso, aos proprietários do imóvel onde está localizado a base SAMU.
Tamires Lima, filha do dono do imóvel procurou a reportagem do portalRevista Central e descreveu a situação: “Com 5 meses de atraso do aluguel e com a degradação do imóvel, os proprietários estão em Quixadá para realizar ordem de despejo.”
De acordo com a ordem judicial, o SAMU só pode ficar até a próxima segunda-feira, 01/06, caso não seja quitado o valor pendente.  A proprietária alega que desde o início da locação houve constante atraso. 
Há 3 anos alugamos a casa para Prefeitura de 
Quixadá, quando a secretária era Lívia, e de lá pra cá, nunca a prefeitura pagou em dias, sempre tínhamos  que ir até Quixadá fazer aquela confusão para receber”.
A situação do imóvel está delicada, foi o que afirmou a filha do dono do imóvel, “fora isso, a casa ainda está destruída, no mínimo uma reforma custará R$ 30 mil reais”, cita Tamires Lima.
“Meus pais foram apresentar a ordem de despejo e exibir o pagamento, a Secretária Brenna Calixto, sem um pingo de preparo e de capacitação para ocupar o cargo, foi altamente petulante, dizendo que não necessitava da casa onde Samu”. O valor mensal é de apenas R$ 2.000,00 e a dívida é R$ 10.000,00 reais