-->

20 de fevereiro de 2015

Ventania destroi 1.500 hectares de banana em Limoeiro do Norte

A população de Limoeiro do Norte está espantada com a chuva, a ventania e quantidade raios que desabou sobre o município.

A quarta-feira de cinzas, será inesquecível. Eram  quatro da tarde, quando ventos com uma velocidade acima de 50 km, destruiu mais de 1.500 hectares de banana pacovan, no perímetro irrigado, na Chapada do Apodi, município de Limoeiro do Norte.

Para você ter uma ideia do prejuízo, cada hectare produz 35 toneladas de banana, cada tonelada custa 900 reais. Mais de 100 produtores estão no prejuízo e 600 trabalhadores vão ficar sem emprego, pelo menos durante oito meses, o tempo necessário para a limpeza da destruição e a realização de um novo plantio.

O prejuízo só não foi maior porque o vendaval durou, apenas, meia hora.  Toda a área produtora de banana pacovan, é de 8.500 hectares e só foram atingidos 1.500 hectares. A área abrange os municípios de Limoeiro do Norte, Tabuleiro, Quixeré e Russas, onde trabalham 3.500 pessoas. A venda anual da banana pacovan, um produto expressivo e de grande aceitação em todo o nordeste e norte do país, chega a 267 milhões 750 mil reais. Para chegar ao local tem que passar por Limoeiro. São imagens fortes de destruição e de pessoas chorando os prejuízos.

Fonte: Diário do Nordeste