-->

15 de outubro de 2014

MP: 'Aonde É' autorizou pagamento de lua de mel de assessores com verba parlamentar


Os promotores do Ministério Público Estadual (MPE) apresentaram provas na tarde desta quarta-feira (15) de que o vereador Antônio Farias de Sousa, o 'Aonde é' (PTC), teria autorizado o pagamento de uma viagem de lua de mel para um casal de assessores à cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul (RS). O pagamento foi feito com a Verba de Desempenho Parlamentar (VDP). No balanço apresentado pelo MPE, foram mostradas provas que comprovam a existência de crimes como lavagem de dinheiro, organização crimonosa e peculato com o conscientimento do vereador.

Claudemir da Silva Vera, um dos assessores de 'Aonde É', teria se casado no dia 1° de maio com Nataly Gomes Pereira Vieira, também assessora do parlamentar. Segundo as investigações no dia 5 de maio 'Aonde É' teria feito na Câmara o pedido de pagamento das passagens de uma viagem que o casal faria a trabalho. O casal de assessore s recém casados viajaram no dia 7 de maio a Gramado (RS) e retornaram no dia 10. O MPE reuniu provas de que no dia em que o casal viajava, não havia nenhum evento político em que a presença dos dois assessores havia sido agendada. 
As provas evidenciaram que o casal teria então viajado em lua de mel e que todas as despesas das passagens da viagem teriam sido pagas com o dinheiro da Câmara. 
Além da viagem, o vereador Antônio Farias de Sousa aparece como suspeito deenrequecimento ilícito. Os promotores comprovaram a prática tendo em vista que 'Aonde É' adquiriu dois veículos de luxo, terrenos na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e 8 apartamentos de luxo com valor estimado em R$ 2 milhões. O salário do vereador é de apenas R$ 12 mil, valor imcompatível com as despesas dos bens adquiridos.
As provas da investigação concluída pelos promotores da Procap foram entregues no Fórum Clóvis Beviláqua e as denúncias já foram protocoladas. 
Fonte: Diário do Nordeste