-->

27 de outubro de 2014

Camilo diz que usará critérios técnicos e meritocráticos para escolher secretários



O governador eleito, Camilo Santana (PT), afirmou em entrevistas ao Sistema Verdes Mares nesta segunda-feira (27) que o seu novo secretariado será escolhido com base em méritos e aptidõestécnicas de seus membros. Evitando antecipar nomes, o petista defendeu que não hácompromissos prévios com partidos para a indicações de secretários. 
"Eu não fiz nenhum compromisso durante a eleição com nenhum partido, com nenhuma área.(...)Nós vamos procurar utilizar o melhor critério possível para que a gente possa para que cada um possa cumprir a sua missão em cada pasta", afirmou ele. 
Nos próximos dias, o futuro governador diz que irá promover reuniões para discutir as primeiras medidas a serem tomadas na área de segurança pública, que deve ser prioridade nos primeiros dias de governo. "Entre agora, o final do mês, até 15 de dezembro eu quero já fazer algumas discussões com alguns segmentos e esse da segurança pública eu quero antecipar". 
Camilo afirma que ainda irá decidir se volta à Assembleia Legislativa nos próximos dias para concluir suas atividades na casa e articular apoios para o seu mandato, já que atualmente é deputado estadual. "Eu vou avaliar, quero aproveitar esse tempo para me antecipar um pouco a janeiro. Eu não pedi licença para a campanha, mas eu renunciei ao meu salário, pedi que fosse descontado", explica. 
Petista espera ter apoio do grupo de Luizianne 
O eleito espera o apoio total de seu partido no governo, incluindo do grupo da da deputada federal eleita Luizianne Lins (PT), que tem aliança rompida com o grupo do atual governador Cid Gomes (PROS). "A minha relação não é com ela, a minha relação é com o meu partido. É uma relação democrática, respeitosa. Eu fui escolhido por unanimidade como candidato e espero ter o apoio da unanimidade do meu partido enquanto eu for governador"

DIÁRIO DO NORDESTE